Stock Car -


Dia de Cacá Bueno e Diego Nunes no Velopark

Reportagem: Eduardo Antonialli / Cleber Bernuci
Fotos: F. Davini / F. Freixosa / D. Bairros

Ambos largaram da 1ª posição nas duas corridas e lideraram praticamente de ponta a ponta. Daniel Serra lidera o campeonato.

A Stock Car realizou no circuito do Velopark, em Nova Santa Rita (RS), a 2ª etapa da temporada 2016 - a primeira no sistema de rodada dupla. Os grandes vencedores do dia foram Cacá Bueno, da Red Bull, e Diego Nunes, da União Química Racing. Resultados que já deram nova configuração à classificação do campeonato. Com o 2º e o 6º lugar conquistados hoje, Daniel Serra é o novo líder da competição, com 37 pontos.

Bueno largou da pole position, sua quinta no Velopark, o que o coloca como recordista absoluto no quesito na pista gaúcha de 2278 metros. Na primeira prova, de 44 voltas, ele só foi ultrapassado uma vez por seu companheiro de equipe Daniel Serra, na 10ª volta, mas no giro seguinte retomou a ponta para não mais perde-la. Serra chegou em 2º, seguido de Marcos Gomes em corrida movimentadíssima com várias trocas de posição no pelotão atrás dos ponteiros.

"A primeira bateria foi dentro de tudo o que planejamos. Fomos bem, mantive a ponta, consegui me livrar dos acidentes, abri uma boa vantagem e meio que administrei até o final", disse Cacá. "Quando entrou o safety car o Daniel deu uma apertada, deu um pouco de trabalho, mas foi tudo dentro do planejado. Pena mesmo foi a segunda bateria em que o Guimarães acabou dando um toque no Marquinhos, que rodou e me acertou, e eu não tinha para onde fugir", justificou. "O carro apagou, voltei em último, sorte é que tinha bastante push ainda, e consegui recuperar um monte de posições. Isso é fundamental para ser o maior pontuador do final de semana. Então saio com uma pole, uma volta mais rápida, uma vitória, o maior pontuador do final de semana, eu acho que tínhamos carro para mais pontos, mas foi um bom final de semana", concluiu Cacá, que chegou à sua 34ª vitória, fato que o coloca como o terceiro maior vencedor da história da Stock Car. O pentacampeão passou Chico Serra nos números - tricampeão da categoria e pai de seu companheiro de equipe Daniel Serra - e agora só fica atrás de Paulo Gomes, que tem 40, e Ingo Hoffmann, que soma incríveis 77 triunfos. Cacá e Daniel foram os dois maiores pontuadores da etapa, cada um somando 34 pontos.

Com o grid invertendo os dez primeiros colocados, coube a Diego Nunes a honra de largar na frente, seguido de Valdeno Brito, Átila Abreu, Denis Navarro, Rubens Barrichello, Max Wilson, Felipe Fraga, Marcos Gomes, Daniel Serra e Cacá Bueno.

Diego tratou de imprimir um ritmo forte para não permitir a aproximação de Valdeno, da TMG Racing, mas na 7ª volta o safety car teve de ir à pista para que fosse feito o resgate do carro de Sérgio Jimenez, que bateu no final da reta oposta. Pouco antes, Cacá Bueno e Marcos Gomes caíram para o fim do pelotão depois que Felipe Guimarães acertou a traseira do campeão de 2015 que rodou e também foi acertado por Bueno.

Com os carros todos reagrupados, a bandeira verde veio na 10ª volta, e um verdadeiro show de ultrapassagens entreteve o público presente no autódromo gaúcho. Rubens Barrichello e Denis Navarro trocaram de posição nada menos que 5 vezes, com vantagem para o campeão de 2014, que terminou em 5º lugar - Navarro foi o 7º.

Valdeno se aproximou de Nunes, mas só faltavam duas voltas para o final e o piloto da União Química Racing conseguiu se segurar na frente e conquistar sua segunda vitória na carreira - a primeira, em 2010, foi justamente na mesma equipe comandada por Eduardo Bassani. "Dei tudo no começo para abrir vantagem, mas acho que o safety car me atrapalhou um pouco, porque o Valdeno recuperou toda a diferença que eu havia aberto, e no final realmente eu já estava com os pneus traseiros bem desgastados e fui me segurando na pista. Gastei todos os meus pushs na hora certa, e acho que se tivesse mais uma volta não daria para segurar. Mas graças a Deus deu tudo certo", afirmou Nunes. Brito, que faz sua segunda corrida pela TMG Racing (antiga AMG), corroborou a versão do colega. "Guardei um pouquinho de gás para as últimas duas voltas. Até pensei em colocar de lado na reta oposta na última volta porque eu estava freando melhor que ele lá, mas arriscar tanto por causa de um ponto não valia a pena tão no início do campeonato, e preferi manter o 2º lugar", confirmou.

Átila Abreu confirmou a recuperação planejada ao largar de 17º na primeira prova para ser 8º na primeira e fechar o pódio da segunda corrida no 3º lugar.

A disputa pelo título começa para valer. Marcos Gomes, que venceu a Corrida de Duplas em Curitiba ao lado de Antonio Pizzonia, foi 3º e 14º no Velopark e agora ocupa a 4ª posição na tabela com 29 pontos, empatado com Diego Nunes e Átila Abreu. O novo líder da competição é Daniel Serra, com 37 pontos. Cacá Bueno já aparece em 2º com 34, seguido por Felipe Fraga com 31.

Primeira bateria
(dez primeiros)
P Piloto
Cacá Bueno
Daniel Serra
Marcos Gomes
Felipe Fraga
Max Wilson
Rubens Barrichello
Denis Navarro
Átila Abreu
Valdeno Brito
10º Diego Nunes
 
Segunda bateria
(dez primeiros)
P Piloto
Diego Nunes
 Valdeno Brito
 Átila Abreu
Felipe Fraga
 Rubens Barrichello
Daniel Serra
Denis Navarro
Thiago Camilo
Allam Khodair
10º Rafael Suzuki

Grid de largada

Menu Stock Car

Página inicial