Motor On Line
Notícias-

Kart: primeira fase do Brasileiro foi encerrada com provas espetaculares
Reportagem: Flávio Quick / Fabíola Cadar
Foto: Flávio Quick
Quick Comunicação
Disputas eletrizantes em todas as categorias definiram os melhores do Brasil em sete categorias.

Terminou neste sábado (16) a primeira fase do 51º Campeonato Brasileiro de Kart. A competição, que teve início na última segunda-feira, no Circuito Internacional Paladino (Conde-PB) contou com a presença de 139 pilotos das cinco regiões brasileiras. Também fez parte da programação a realização da 6ª Karting Nacam CIK/FIA das Américas, premiação internacional válida apenas para a categoria Júnior.

Depois de dois dias de treinos e dois dias de corridas classificatórias a programação do último dia desta primeira fase privilegiou ao público apenas com as corridas finais de todas as sete classes que compuseram a competição.

Antes disso, porém, os pilotos perfilaram-se defronte aos boxes para as solenidades oficiais, execução do Hino Nacional Brasileiro e, também, o cumprimento de um minuto de silêncio em memória de Odilon Maroja Coutinho, presidente da Federação de Automobilismo do Estado da Paraíba - FAEP, falecido ontem, em João Pessoa.

A primeira categoria a tomar o traçado do Paladino foi a Júnior Menor. Assim como aconteceu na Pré-Final o pernambucano Kiko Porto logo se desvencilhou dos principais adversários e abriu grande vantagem vencendo de ponta-a-ponta. O pega pela segunda posição, porém, foi eletrizante e só foi definido nas voltas finais com o segundo posto sendo garantido para Ricardo Gracia (SP) e o sergipano Guilherme Figueiredo, em terceiro.

Na Júnior, que também valia pelo título da 6ª Karting Nacam CIK/FIA das Américas, a corrida foi bastante conturbada e, até mesmo, uma bandeira vermelha, marcaram a bateria. Diego Ramos (SP) dominou a primeira parte da prova, sem muito trabalho. Depois da interrupção com a bandeira vermelha, porém, brilhou a estrela do também paulista Vinícius Ponce que superou o seu oponente e venceu a corrida. Gianluca Petecof (SP) ficou com o segundo lugar e Ramos garantiu a terceira posição.

Com 25 pilotos alinhados a categoria Cadete, que engloba os pilotos com idades entre oito e 11 anos foi a que mais competidores reuniu nesta primeira fase do Brasileiro. Gabriel Gomez (SC) chegou ao seu primeiro título do nacional após muito trabalho na pista, principalmente, em virtude dos motores sorteados entre os participantes. O piloto soube dosar momentos de arrojo e cautela esperando o momento exato para definir a sua liderança até a bandeirada final. João Victor Camargo (SP) chegou em segundo e o campeão Sul-Americano de 2015, Lucas Staico (MG), ficou com a terceira posição.

Outro nordestino também fez muito bonito das disputas dos pequenos competidores da categoria Mirim (seis a oito anos). Fabrício Filho (PE) deixou a grande torcida, que lotou as arquibancadas VIP do Paladino, muito empolgada. Depois de perder posições no início ele conseguiu se recuperar e dominou toda a prova. Nas últimas voltas, porém, a disputa ficou acirrada com Felipe Falk (PE) que o ultrapassou. Fabrício, entretanto, nos últimos segundos recuperou a liderança e comemorou muito a sua vitória. Falk ficou em segundo, Enzo Bedani (SP) em terceiro.

A corrida mais esperada de todo o Campeonato, sem dúvida, foi a final da Sudam. Até porque, valendo um prêmio de quase R$ 600mil (Uma temporada completa de F3 "A") os pilotos estavam com a faca nos dentes em busca do valioso prêmio. Após largar da pole-position Marcel Della Coletta garantiu-se na ponta nas primeiras voltas enquanto, seus concorrentes, duelavam um pouco atrás. Olin Galli (RJ), em corrida de recuperação, ganhou várias posições e, muito rápido, não demorou a chegar e ultrapassar líder Marcel. Acontece que, na curva seguinte, Coletta deu o "X" no carioca. Os karts acabaram se enroscando e quem levou a pior foi Olin, que teve de abandonar. Marcel voltou para a pista em terceiro atrás de Pedro Goulart (RS) e de seu irmão Murilo Coletta (SP). Com um equipamento extremamente acertado e grande competência Marcel teve tempo para se recuperar, voltar ao primeiro lugar, e ganhar a corridas. Acontece, porém, que uma penalização de 10 segundos em virtude de seu acidente com o piloto Galli, deixou o título nas mãos do gaúcho Goulart. Duda Naves (SP) chegou na segunda posição e Murilo, em terceiro. Pedro Goulart agora vai disputar a temporada 2017 da F-3 gratuitamente, pela equipe RR Racing Team, como prêmio especial da categoria Sudam.

Na F4 Graduados confirmou-se o favoritismo do cearense Marcus Borges que garantiu o tetra-campeonato consecutivo no Brasileiro de Kart. Com um desempenho que foi cerca de meio segundo mais rápido que os demais concorrentes durante toda a semana ele não deu chances aos adversários. Gabriel Cabral (BA) foi o segundo a cruzar a linha de chegada e o catarinense Roberto Wuthstrach foi o terceiro.

Encerrando a primeira fase do Brasileiro de Kart Abel Reigada (SP) conquistou o bicampeonato brasileiro na F4 Sênior, seguido de Luciano Silva (PR), Rodrigo Ferreira (SC). Esta classe acabou recebendo um subdivisão para os pilotos mais experientes, acima dos 40 anos, e nesta subdivisão o título ficou com o mineiro Luiz Pinheiro. Valdemiro Oliveira (BA) garantiu o vice-campeonato e Valdeci Dias (DF) a terceira posição.

O 51º Campeonato Brasileiro de Kart prossegue em sua segunda fase. À partir da próxima terça-feira (19) os motores voltam a roncar no Circuito Paladino e a programação repetirá o mesmo cronograma da primeira fase, se estendendo até o dia 23. Nesta segunda fase competem as classes Novato (Pilotos que começam no kart com 14 anos ou mais), Graduado (Promovidos da Júnior ou Novato), Sênior "B" (Pilotos que começam no kart com 25 anos ou mais); Sênior "A" (Promovidos da Sênior "B"); Super Sênior (Pilotos com 40 anos ou mais) e Shifter (Karts com Marcha - Aberta a pilotos com 14 anos ou mais).

Notícias

Página inicial