Motor On Line
Notícias-

Kart: Thunder Racing volta do Brasileiro com duas vitórias e um vice
Reportagem: Erno Drehmer
Foto: Sidnei Silveira / Luiz Pinheiro / Bruno
KGCom
Fabricante de chassis participou do Campeonato Brasileiro com três pilotos e esteve sempre competitiva.

Desde o início da temporada sob nova administração, a fabricante de chassis Thunder Racing mostrou que seu retorno ao kartismo nacional está cuidadosa e gradativamente rendendo saborosos frutos. Nas duas últimas semanas, durante sua participação no 51º Campeonato Brasileiro de Kart na Paraíba, os chassis Thunder mostraram belo desempenho, conduzidos por seu piloto oficial, André Nicastro, e por Enzo Prando e João Renato Corbellini.

Agora comandada pelos empresários Pedro Serrano e Fernando Meira, a Thunder viu seus três pilotos frequentarem as primeiras posições nos treinos das categorias Sudam, Graduados e Novatos. Mas, mais do que isso - e apenas sete meses após a retomada do desenvolvimento de seu equipamento - a Thunder comemorou a conquista da pole position, de duas vitórias e de um vice-campeonato na mais difícil competição do kartismo no Brasil.

André Nicastro, um dos maiores vencedores da história deste esporte no Brasil, é o piloto oficial da fábrica e competiu na Sudam e na Graduados. "Trabalhamos muito, a equipe e eu, durante as duas semanas, mas não conseguimos um ritmo forte para lutar pelo título na Final", relembra o piloto. "Acompanhei os três primeiros em boa parte do tempo, especialmente na Graduados", completa o piloto, que foi 7º nesta categoria dentre 21 inscritos.

João Renato Corbellini e Enzo Prando tiveram um desempenho excelente na Novatos e estiveram ambos muito próximos da conquista do título de campeão brasileiro. Corbellini, do Rio de Janeiro, foi o autor da pole position, superando outros 16 concorrentes, e vencedor da segunda das quatro provas disputadas. O paulista Prando, por sua vez, venceu a primeira. E depois de duas classificatórias e uma Pré-Final, os dois se colocaram entre os quatro primeiros no grid de largada da Final, com Corbellini em 2º e Prando em 4º.

"Poderíamos ter sido campeões, com direito a dobradinha. O Corbellini, que terminou em 8º, foi tirado da pista na segunda volta, quando estava entre os três primeiros. E o Enzo teve um incidente em que o eixo de seu kart entortou. Mesmo assim, com seu desempenho prejudicado, ele ainda foi vice-campeão", salienta Nicastro.

Encerrada a participação da Thunder Racing no Campeonato Brasileiro, André Nicastro avalia a participação da fábrica como muito positiva. "Fomos muito competitivos nas três categorias de que participamos, e na Novatos, onde marcamos a pole, as chances de dobradinha eram reais", diz o piloto responsável pelo desenvolvimento dos chassis Thunder. "Nossos primeiros sete meses de trabalho já nos levaram a algumas vitórias e ótimos resultados no Light, no Paulista e no Super Kart Brasil, e agora, no Brasileiro. Estamos liderando a Sprinter, com o Enzo Prando, no Light e no Paulista, e apostamos em um belo segundo semestre para a Thunder. Chegaremos na Copa Brasil brigando por títulos", encerra.

Notícias

Página inicial