Motor On Line
Notícias-

Domingo quente e com belas disputas do Metropolitano no AIC
Reportagem: Bispo Neto
MRT

O domingo (14/8) foi quente o dia todo em Pinhais (PR), durante as provas da sexta etapa do Campeonato Metropolitano de Curitiba de Velocidade no Asfalto 2016, com bons “pegas” no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC). A etapa foi disputada nas categorias Marcas “A”, “B” e Terra, Turismo 1.6 “A”, “B” e Terra, Turismo 5000 e Fórmula Premium, com promoção e organização da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

Durante os Treinos Classificatórios que definiram os grids de largada, os seis primeiros por categoria foram:

Marcas “A”:
1.º) Rafael Bastos (SC), 1min39s864;
2.º) Davi Dal Pizzol (SC), 1min39s896;
3.º) Ruslan Carta Filho (PR), 1min40s156;
4.º) Alexandre Frankenberger (SC), 1min40s338;
5.º) Gustavo Magnabosco (SC), 1min40s514; e
6.º) Richard Heidrich (SC), 1min40s643.

Marcas “B”:
1.º) Stive Tokarski (PR), 1min40s243;
2.º) Gustavo Dal Pizzol (SC), 1min40s907;
3.º) Eduardo Pavelski (PR), 1min41s875;
4.º) João Naumes / Alisson Nurnberg (PR), 1min42s296; e
5.º) Samir Guimarães / Gastão Weigert (SC/PR), 1min42s449.

Turismo 1.6 “A”:
1.º) Wilians Peres (PR), 1min42s799;
2.º) Roberto Baú / Rodrigo Kostin (PR), 1min43s566;
3.º) Carlos Vaz / Marcelo Cordeiro (PR), 1min43s836;
4.º) Geovane Ciesielski (PR), 1min43s912;
5.º) Elberto Alves (SC), 1min44s298; e
6.º) Rodrigo Tassi / Luiz Ferreira (PR), 1min46s158.

Turismo 1.6 “B”:
1.º) Roberto Bonato / Evandro Maldonado (PR), 1min43s379;
2.º) Rafael Barranco (PR), 1min43s441;
3.º) Daniel Ebrahini / Bruno Nascimento (PR), 1min43s569;
4.º) José Pederneiras (PR), 1min45s114;
5.º) André Conti (PR), 1min45s368; e
6.º) James Schwerdtner (SC), 1min45s632.

Turismo 5000:
1.º) Richard Heidrich (SC), 58s496;
2.º) Armin Kliewer (PR), 58s774;
3.º) Odair Costa Jr (SC), 59s040;
4.º) Marco Antonio Garcia (PR), 59s219;
5.º) Anderson Andrade (PR), 59s455; e
6.º) Rubens Kliewer (PR), 1min08s854.

Turismo 5000

Para adiantar as corridas do domingo por causa do “Dia dos Pais”, a categoria Turismo 5000 foi para a primeira corrida às 15h35 do sábado, com seis carros no grid. Correndo no Circuito Ovas do AIC, Richard Heidrich largou na frente, recebeu um pouco de pressão e Armin Kliewer no início da prova e depois foi abrindo vantagem para e venceu de ponta a ponta. A “briga” pela segunda posição foi boa entre Armin Kliewer e Marco Antonio Garcia, até a 20.ª volta. Ao fim de 22 voltas, vitória de Richard Heidrich, com o tempo de 22min41s881, seguido de Marco Antonio Garcia, a 3s377, Rubens Kliewer, a 4s786, Anderson Andrade, a 5s825, Armin Kliewer, a 14s321, e, Odair Costa Júnior, a uma volta.

Largando com grid invertido como está no regulamento da categoria, a segunda prova da Turismo 5000, largou às 11 horas do domingo, com Odair Costa Jr na pole position, seguido de Armin Kliewer, Anderson Andrade, Rubens Kliewer, Marco Antonio Garcia e Richard Heidrich. Com os carros mais rápidos vindo de trás, a prova ganhou em emoção e volta a volta os ponteiros foram mudando. Na terceira volta Armin Kliewer assumiu a liderança. Da oitava volta em diante, o pega foi entre Marco Antonio Garcia, Anderson Andrader e Richard Heidrich pela segunda posição. Na 18.ª volta Richard Heidrich assumia a liderança para não mais perde-la. Após 22 voltas, vitória de Richard Heidrich, com tempo total de 22min02s610, tendo Armin Kliewer em segundo, a 1s398, Marco Antonio Garcia em terceiro, a 1s835, Rubens Kliewer em quarto, a 7s110, e, Anderson Andrade em quinto, a 7s876. A volta mais rápida da prova das duas provas foi de Richard Heidrich, na 14.ª passagem da segunda corrida, com o tempo de 58s612 e média de 226,950 km/h.

Resultado final:

1.º) Richard Heidrich, 40 pontos;
2.º) Marco Antonio Garcia, 27;
3.º) Armin Kliewer, 23;
4.º) Rubens Kliewer, 22;
5.º) Anderson Andrade, 18; e
6.º) Odair Costa Jr, 6.

Marcas

A primeira prova das categorias Marcas, com 13 participantes, aconteceu às 10h05, numa prova com boas disputada nas duas categorias. Na largada o pole position Rafael Bastos manteve a liderança na primeira volta, seguido de perto por Stive Tokarski, Alexandre Frankenberger, Richard Heidrich, Gustavo Magnabosco e Davi Dal Pizzol. Na terceira volta, Alexandre Frankenberger ultrapassou Stive Tokarski, assumindo a vice-liderança, seguido de Richard Heidrich, Davi Dal Pizzol e Gustavo Magnabosco. Na 13.ª volta Davi Dal Pizzol assumiu a liderança, onde ficou até a bandeirada final. Depois de 20 voltas, a vitória na Geral e na Marcas “A” foi de Davi Dal Pizzol com tempo total de 33min44s398, seguido de Rafael Bastos, a 4s022, Alexandre Frenkenberger, a 5s246, Richard Heidrich, a 5s784, Gustavo Magnabosco, a 6s076, e em sexto lugar, Algacir Sermann Filho, a 48s948. Na Marcas “B” venceu Gustavo Dal Pizzol, com tempo total de 33min58s431, vindo a seguir João Naumes, a 21s721, Lúcio Seidel, a 23s789, Samir Guimarães, a 24s592, e, Eduardo Pavelski, a quatro voltas.

Na segunda prova das categorias Marcas, que aconteceu às 14h10, também foi muito disputada com os pilotos dando show de ultrapassagens na “briga” por melhores posições. Dada a largada, Davi Dal Pizzol se manteve na liderança na primeira volta, seguido de Rafael Bastos, Richard Heidrich, Gustavo Magnabosco, Alexandre Frankenberger e Gustavo Dal Pizzol. No decorrer da prova, Algacir Sermann Filho abandonou na quinta volta e o carro de Rafael Bastos quebrou na última volta, caindo da segunda para a sexta posição, mas conseguiu receber a bandeirada final. Após 20 voltas, vitória de Davi Dal Pizzol na Geral e na Marcas “A”, com tempo total de 33min54s341, com Alexandre Frankenberger em segundo, a 13s206, Richard Heidrich em terceiro, a 14s095, Rafael Bastos em quarto, a 18s712, Ruslan Carta Filho em quinto, a 28s065, e, Gustavo Magnabosco em sexto, a duas voltas. Na Marcas “B” venceu Stive Tokarski com tempo total de 33min58s679, seguido de Gustavo Dal Pizzol, a 10s502, Eduardo Pavelski, a 15s328, Gastão Weigert, a 21s561, Lúcio Seidel, a 1min12s019, e, Alisson Nurnberg, a 1min12s475. Davi Dal Pizzol marcou a volta mais rápida das duas provas, na 4.ª passagem da primeira corrida, com o tempo de 1min39s837, à média de 136,237 km/h.

Resultado final:

Marcas “A”:
1.º) Davi Dal Pizzol, 40 pontos;
2.º) Alexandre Frenkenberger, 27;
3.º) Rafael Bastos, 25;
4.º) Richard Heidrich, 22; e
5.º) Gustavo Magnabosco, 14.

Marcas “B”:
1.º) Gustavo Dal Pizzol, 35 pontos;
2.º) João Naumes / Alisson Nernberg, 21;
3.º) Stive Tokarski, 20;
4.º) Eduardo Pavelski, 20; e
5.º) Samir Guimarães / Gastão Weigert, 20.

Turismo 1.6

Com 14 carros no grid, as categorias Turismo 1.6 “A” e “B” foram para a primeira corrida às 11h55, numa prova muito disputada. Wilians Peres largou na frente e manteve a liderança na primeira volta, seguido por Roberto Bonato, Beto Baú, Rafael Barranco, BrunoMuhlstedt e Geovane Ciesielski. Wilians Peres liderou até a bandeirada final, vencendo de ponta a ponta, deixando a “briga” pela segunda posição pros demais concorrentes. Na terceira volta Beto Baú superou Roberto Bonato assumindo o segundo lugar. Ao fim de 18 voltas, vitória de Wilians Peres na Geral e na Turismo 1.6 “A”, com tempo total de 36min13s785, seguido de Roberto Baú, a 0s202, Carlos Vaz, a 6s923, Elberto Alves, a 8s139, e em quinto lugar, Rodrigo Tassi, 11s549. Na Turismo 1.6 “B”, vitória de Rafael Barranco, com tempo de 36min18s448, com Bruno Muhlstedt em segundo, a 0s223, José Pederneiras em terceiro, a 1s777, André Conti em quarto, a 2s387, e, James Schwerdtner, a 5s738. As categorias Turismo 1.6 “A” e “B” foram para a segunda corrida às 15h05, em uma prova muito movimentada com os carros andando forte. O pole position Wilians Peres manteve a liderança na primeira volta, seguido de Rodrigo Kostin, Rafel Barranco, André Conti, Marcelo Cordeiro e José Pederneiras. Na segunda volta, quebra dos carros de José Pederneiras e André Conti que abandonaram a corrida. Na quinta volta quem abandonou foi Rodrigo Kostin e Luiz Ferreira, também por quebra. Após 20 voltas, vitória de Wilians Peres na Geral e na Turismo 1.6 “A”, com tempo de 34min42s356, tendo Marcelo Cordeiro em segundo, a 23s911, Geovane Ciesielski em terceiro, a 35s372, e, Elberto Alves em quarto, a 35s852. E na Turismo 1.6 “B” venceu Rafael Barranco com tempo total de 34min44s417, vindo a seguir Daniel Imbraini, a 35s815, Evandro Maldonado, a 36s210, James Schwerdtner, a 46s624, e, João Godoy, a 1min22s303. A volta mais rápida das provas disputadas, foi de Wilians Peres, na 5.ª passagem da primeira corrida, com tempo de 1min43s028, à média de 129,111 km/h.

Resultado final: Turismo 1.6 “A”:

1.º) Wilians Peres, 40 pontos;
2.º) Carlos Vaz / Marcelo Cordeiro, 27;
3.º) Elberto Alves, 20;
4.º) Beto Baú / Rodrigo Kostin, 15; e
5.º) Geovane Ciesielski, 12.

Turismo 1.6 “B”:
1.º) Rafael Barranco, 40;
2.º) Daniel Imbraini / Bruno Muhltedt, 30;
3.º) James Schwerdtner, 18;
4.º) Roberto Bonato / Evandro Maldonado, 16; e
5.º) Júlio Bueno / João Godoy, 14

Fórmula Premium

A primeira corrida da Fórmula Premium aconteceu as 12h40, com quatro participantes e bons “pegas” no início da prova. Airton dos Santos largou na frente e perdeu a liderança na primeira volta para Marco Dias, seguido de Airton dos Santos, Luís Zimermann e Edson da Silva. As posições ficaram inalteradas até a bandeirada final. Depois de 14 voltas, vitória de Marco Dias, com tempo total de 24min20s979, seguido de Airton dos Santos, a 25s745, Luís Zimermann, a 55s062, e, Edson da Silva, a uma volta.

Na segunda corrida, às 17 horas, Marco Dias largou na frente e manteve a liderança, seguido de Airton dos Santos, Luís Zimermann e Edson da Silva. Na sexta volta, Luís Zimermann assumiu a liderança, seguido de Marco Dias, Edson da Silva e Airton dos Santos. Após 14 voltas, a vitória foi de Luís Zimermann, com tempo de 24min28s140, tendo Marco Dias em segundo, a 5s690, Edson da Silva em terceiro, a 5s838, e, Airton dos Santos em quarto, a duas voltas. A volta mais rápida das provas disputadas foi de Airton dos Santos, na 11.ª passagem da segunda corrida, com tempo de 1min42s123, à média de 130,255 km/h.

Resultado final:

1.º) Marco Dias, 35 pontos;
2.º) Luís Zimermann, 32;
3.º) Airton dos Santos, 25; e
4.º) Edson da Silva, 22.

A sétima etapa do Metropolitano de Curitiba de Velocidade no Asfalto 2016 está marcada para os dias 2, 3 e 4 de setembro, no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel, no Oeste do Paraná, válida também pela terceira e última etapa do Paranaense de Velocidade no Asfalto 2016.

Notícias

Página inicial