Motor On Line
Notícias-

Trio de Bruno Senna vence 6 H do México com final dramático
Reportagem: Márcio Fonseca
Foto: José Mario Dias
MF2
Vantagem sobre carro segundo colocado e líderes do Mundial de Endurance foi de menos de dois segundos.

O trio formado por Bruno Senna, pelo português Filipe Albuquerque e pelo local Ricardo Gonzalez conquistou neste sábado as 6 Horas do México, válida pela quinta etapa do Campeonato Mundial de Endurance - FIA WEC. E não foi uma vitória qualquer, a segunda da RGR Sport na temporada na categoria LMP2. Ao final de uma prova marcada pelas seguidas mudanças de tempo a partir da segunda metade, a diferença para o segundo colocado, o time do francês Nicolas Lapierre, do norte-americano Gustavo Menezes e do monegasco Stéphane Richelmi, foi inferior a dois segundos. Com a pista molhada pela chuva que voltou com intensidade nos derradeiros minutos, Lapierre moveu uma perseguição implacável a Albuquerque que só terminou na bandeirada quadriculada. Na LMP1, o australiano Mark Webber, o alemão Timo Bernhard e o neo-zelandês Brendon Hartley garantiram o triunfo da Porsche.

A festa da RGR Sport no Autódromo Hermanos Rodríguez foi completa. De propriedade de Ricardo Gonzalez, que é também o promotor da etapa do país do Mundial de Endurance, a equipe passou como um trator sobre a concorrência com a pole, melhor volta e vitória. "Fizemos barba, cabelo e bigode", comemorou Bruno Senna ao descer do pódio em meio à comemoração da torcida mexicana. "Estamos muito felizes por vencer a corrida de casa e ver toda a alegria dessa gente. Mas as últimas voltas foram um sofrimento, todos no boxe com os olhos grudados na tevê", acrescentou.

Piloto mais rápido dos treinos, Bruno comandou o primeiro turno e entregou o volante a Gonzalez na liderança. A partir daí, uma série de problemas quase complicou a vida do time. "Nosso primeiro pit stop não foi bom e perdemos 25 segundos. Depois, ainda houve um toque do Ricardo com outro carro e sofremos uma punição que não merecemos. Ainda bem que a equipe fez um grande trabalho neste fim de semana e o ritmo do carro estava muito bom", disse. Com os resultados, Bruno e seus companheiros mantiveram a segunda colocação no campeonato de pilotos e reduziram a desvantagem para os ponteiros Menezes, Lapierre e Richelmi para 33 pontos - 130 a 97.

O calendário voltará a ser movimentado dentro de duas semanas com as 6 Horas do Circuito das Américas, em Austin (Estados Unidos). A fase asiática, com etapas no Japão, China e Bahrein, encerrará um campeonato completamente em aberto, já que 104 pontos ainda estão em disputa.

Os seis melhores da LMP2:

1 - Bruno Senna, Filipe Albuquerque e Ricardo Gonzalez, Ligier JS P2-Nissan, 210 voltas
2 - Gustavo Menezes, Nicolas Lapierre e Stéphane Richelmi, Alpine A460-Nissan, a 1s985
3 - Pipo Derani, Ryan Dalziel e Chris Cumming, Ligier JS P2-Nissan, a três voltas
4 - Jonny Kane, Lewis Williamson e Nick Leventis, Gibson 015S-Nissan, a três voltas
5 - Luiz Dias, Roberto Gonzalez e Bruno Junqueira, Gibson 015S-Nissan, a três voltas
6 - Ho-Pin Tung, David Cheng e Nelson Panciatti, Alpine A460-Nissan, a quatro voltas

Notícias

Página inicial