Motor On Line
Notícias-

Rally: equipe Mitsubishi Ralliart Brasil está entre as 5 melhores no Sertões
Reportagem: Mitsubishi Motors Imprensa
Foto: Marcelo Machado
Mesmo com dois furos de pneus, Guilherme Spinelli e Youssef Haddad se animam com o desempenho do ASX Racing no primeiro dia de rali.

"O ASX Racing está acima das minhas expectativas", comenta Guiga Spinelli. Mesmo tendo que enfrentar dois furos de pneus já no primeiro dia, o piloto está feliz e motivado com as modificações feitas no carro. "Já pudemos notar as evoluções, está fácil de pilotar e prazeroso. Perdemos tempo com as trocas de pneus e, como era muito estreito, demoramos bastante até encontrar um lugar possível para parar. Mas o importante é que o carro está muito bom", completa.

O primeiro dia já mostrou que esse Sertões não será fácil. Em uma especial relativamente curta, com 111 quilômetros, muitos desafios em um etapa dura e bem técnica. "Foi uma etapa muito técnica, com baixa média de velocidade. Não tinha uma reta de 200m para respirar. Forçou muito o carro, mas foi um dia bom para ser o primeiro", disse Youssef.

De Goiânia a Padre Bernardo, o trecho teve muitas subidas e descidas por uma região montanhosa, além de estradas estreitas e sinuosas, com abismos dos dois lados. O forte calor da região e a poeira contribuíram para deixar o dia ainda mais cansativo.

"Foi muito prazerosa, bem sinuosa, com montanhas o tempo inteiro. Estava bem escorregadia e estreita em muitos trechos. Para começar o rali, foi uma especial bem exigente", afirma Guiga.

Ainda em Goiânia, a dupla realizou algumas simulações de trocas de pneus, justamente para estar afinada quando isso acontecer. Mesmo em situações adversas, como a poeira e o solo com pedras, eles realizam a troca de um pneu em cerca de dois minutos e meio.

05/09 - Etapa 2 - Padre Bernardo (GO) / Cavalcante (GO)
Deslocamento inicial: 34,27 km
Trecho especial: 374,84 km
Deslocamento final: 9,19 km
Total do dia: 418,3 quilômetros

A especial desta segunda-feira (5) terá início próximo a Mimoso de Goiás e será uma das mais técnicas e duras de todos os tempos.

"A organização promete que será um dia completo, um dos mais exigentes da história. Acredito que deva ser o pior dia da edição deste ano. São 380 km em uma região de muitas pedras e erosões, além de duas passagens em rios. Sem dúvida, será um dos dias mais importantes desta edição", comenta Youssef.

A largada será em zona agrícola, com longas retas e a competição segue por estradas de fazendas bem estreitas, sinuosas e com muitas lombas e lombadas. A prova continua por uma região montanhosa, com muitas pedras, lajes e zonas de trial com grandes erosões. A prova fica mais rápida e com todos os tipos de terreno (cascalho, piçarra, pedras grandes e lajes), alternando trechos de média e baixa velocidade. No último quarto da especial, a prova fica bem veloz, seguindo assim até a última descida de serra, próximo a Cavalcante.

A Equipe Ralliart Brasil tem o patrocínio da Mitsubishi Motors e apoio da Pro Tune, Axalta, VAZ, Adidas e Projeto Sign.

Sobre a Ralliart Brasil

Além do Rally dos Sertões, a Ralliart Brasil é responsável pela preparação, manutenção e desenvolvimento dos carros que são utilizados no rali cross-country de velocidade Mitsubishi Cup e na prova de pista Lancer Cup. Nessas competições, os veículos são locados aos pilotos através do sistema sit&drive, onde toda a manutenção, logística e preparação fica por conta da equipe especializada de engenheiros e mecânicos da divisão de alta performance.

Programação - Rally dos Sertões 2016

05/09 - Etapa 2 - Padre Bernardo (GO) / Cavalcante (GO)
06/09 - Etapa 3 - Cavalcante (GO) / Posse (GO)
07/09 - Etapa 4 - Posse (GO) / Luís Eduardo Magalhães (BA)
08/09 - Etapa 5 - Luís Eduardo Magalhães (BA) / Mateiros (TO)
09/09 - Etapa 6 - Mateiros (TO) / Ponte Alta (TO)
10/09 - Etapa 7 - Ponte Alta (TO) / Palmas (TO)

Notícias

Página inicial