Motor On Line
Notícias-

F-Truck: toque e saída de pista tiram David Muffato do pódio em Viamão
Reportagem: Grelak Comunicação
Foto: Rodrigo Ruiz
Em etapa conturbada e marcada pela chuva, paranaense da RM Competições assume quarto lugar na classificação do campeonato.

O Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck teve em Viamão (RS) uma das etapas mais conturbadas de sua história recente. A chuva que marcou os treinos livres e classificatórios de sábado (3) e a corrida de domingo (4) tornou ainda mais acentuado o desafio enfrentado pelos pilotos da categoria, a ponto de quatro deles terem ficado fora do grid da prova no Autódromo Internacional de Tarumã, como consequência de acidentes.

A corrida marcou a primeira vitória do paranaense Diogo Pachenki na F-Truck. Largando em segundo, ele assumiu a liderança na volta final da primeira fase da etapa para mantê-la até a bandeirada final. David Muffato, que também é representante da cidade de Cascavel, saiu de Viamão com o quinto lugar na fase inicial e a oitava posição na classificação final, resultados que o elevaram ao quarto lugar na tabela de classificação do campeonato.

Muffato chegou a figurar em terceiro lugar sob a chuva em Viamão. “Foi uma etapa bem complicada, todo cuidado era pouco porque a pista não tinha a aderência ideal por causa da chuva. Ainda assim consegui fazer uma corrida bem consistente. Larguei em quinto, fiquei naquele grupo dos cinco primeiros até a metade e depois disso consegui evoluir. No finalzinho, acabei levando um toque e saí da pista. Perdi várias posições e a corrida terminou”, resumiu.

A saída de pista de Muffato aconteceu na curva do Laço, depois de um toque lateral com o caminhão do paulista Paulo Salustiano, que terminou em terceiro lugar. “Era um pódio certo. Não dá para culpar o ‘Salu’, a condição de pista estava crítica para todos. Quando nos tocamos acabei saindo da pista e perdi muito tempo. O saldo positivo foi conseguir marcar pontos nas duas fases e continuar na disputa pelo título da Fórmula Truck”, disse.

Inscrito com o caminhão MAN número 35 da RM Competições, em que exibe as cores de Incorporadora Água Clara, Muffatão Atacado Distribuidor e MAN Latin America, David Muffato está em quarto na tabela de classificação com 185 pontos. O líder é o paulista Felipe Giaffone, com 281. Salustiano tem 249, na vice-liderança, e Pachenki é o terceiro, com 230. As três etapas finais da temporada terão em jogo um total de 159 pontos.

Pedro Muffato, pai de David, amargou uma decepção logo na primeira volta válida da etapa na pista de Tarumã. Acabou envolvido num toque lateral com o caminhão do paulista Djalma Fogaça, teve o Scania da equipe Muffatão atravessado na pista e foi atingido na lateral esquerda pelo também paulista Luiz Lopes. “O Lopes não conseguiu evitar a batida e acabou entortando meu caminhão. A corrida para mim acabou ali mesmo”, resignou-se.

O incidente pôs fim à expectativa do piloto de também pontuar. “Como a condição era de chuva, a diferença de potência entre os caminhões some um pouco, isso equilibra bem mais as coisas. Consegui uma boa posição de grid, larguei em nono, fiz o sétimo melhor tempo no warm up e larguei tranquilo, era uma boa chance de pontuar bem. Infelizmente minha corrida acabou cedo”, lamentou o piloto, que cumpre sua última temporada no automobilismo.

Pedro Muffato não escondeu a preocupação quanto à extensão do dano causado pela batida ao Scania número 20 da equipe Muffatão, em que tem as cores de DisNorte, Italy Alimentos, Coopavel, Incorporadora Água Clara e Muffatão-O Super do Coração. “Depois da última revisão o caminhão ficou bom demais de ‘chão’, espero que não seja tão complicado retomar essa condição para a próxima etapa, que vai ser em casa”, manifestou.

A oitava e antepenúltima etapa do Campeonato Brasileiro de F-Truck, no dia 9 de outubro, será disputada no Autódromo Internacional Zilmar Beux, em Cascavel. Será a última participação de Pedro Muffato, cuja carreira nas pistas completará 50 anos em dezembro, em uma corrida na pista de sua cidade. As duas etapas finais estão marcadas para Guaporé (RS), no dia 6 de novembro, e Curvelo (MG), no dia 4 de dezembro.

Notícias

Página inicial