Motor On Line
Notícias-

Rally: irmãos Varela entre os três primeiros nos UTV no Sertões
Reportagem: João Alberto Otazú
Foto: Vinícius Branca
Mastermídia
Gabriel assumiu a vice-liderança na classe Pro e seu irmão caçula Bruno mantém a terceira colocação na Super Production. Rodrigo Varela talvez abandone.

Atual líder do Campeonato Brasileiro de Rally Baja, Gabriel Varela (Can-Am / Blindarte) ao lado do navegador Gabriel Morales continuam na briga pela vitória no Rally dos Sertões. Nesta quinta-feira (08/9) eles assumiram a vice-liderança da classe Pro no trecho entre Luís Eduardo Magalhães, na Bahia, e Mateiros, já no Tocantins. A diferença para os líderes Deninho Casarini / Luis Eckel (Can-Am Maverick XDS Turbo) é de apenas 27min33s, considerando-se que ainda faltam dois dias de competição e 764 km até Palmas, capital do Tocantins.

"O rally é assim. Vamos até onde der, acreditando que é possível. Nossa meta é vencer o Sertões este ano", comentou Gabriel, que foi o segundo mais rápido do dia. "Fizemos uma primeira perna da Maratona muito boa e nosso Maverick XDS foi bem. Perdemos muito tempo com o tráfego no começo e por isto não tiramos a diferença para o líder, que também usa Can-Am. Mas amanhã ...", planeja o vice-campeão do Sertões no ano passado.

O caçula da ‘Família da Poeira’ também está bem. Bruno Varela (Polaris One / Motul) e o navegador João Arena fizeram o terceiro tempo da classe Super Production na quinta etapa e mantém a terceira colocação, mas já bem próximos da vice-liderança. "Vamos mandar ver nesta final da etapa Maratona, pois sei que o meu Polaris RZR aguenta o tranco. A vice-liderança não está longe e no Rally dos Sertões tudo pode acontecer", disse Bruno, que poderá subir no pódio pelo segundo ano consecutivo, na sua segunda participação na principal prova do off-road nacional.

O mais velho dos três da Família da Poeira enfrentou problemas. O atual campeão brasileiro de Rally Baja Rodrigo Varela ficou pelo caminho e ainda não sabe se terá condições de continuar na prova.

Os mais rápidos no quinto dia na categoria Pro nos UTV foram:

1) Deninho Casarini / Luis Eckel, Can-Am Maverick XDS Turbo, 5h51min25s;
2) Gabriel Varela / Gabriel Morales, Can-Am Maverick XDS, 5h54min00s;
3) Leandro Torres / Lourival Roldan, UTV XT Proto, 5h56min59s;
4) Enrico Almeida / Alvaro Almeida, Can-Am Maverick 1000, 5h58min02s;
5) Cristiano Batista / Robledo Nicoletti, Polaris RXP 1000, 5h59min01s.

Classificação depois de cinco dias na categoria Pro nos UTV:

1) Deninho Casarini / Luis Eckel, Can-Am Maverick XDS Turbo, 23h15min01s;
2) Gabriel Varela / Gabriel Morales, Can-Am Maverick XDS, a 27min33s;
3) Enrico Almeida / Alvaro Almeida, Can-Am Maverick 1000, a 36min49s;
4) Leandro Torres / Lourival Roldan, UTV XT Proto, a 42min35s;
5) Carlos Ambrósio / Cadu Sachs, Polaris, a 56min36s.

Os mais rápidos no quinto dia na categoria Super Production nos UTV foram:

1) Denísio Nascimento / Emílio Rockenbach, Polaris, 5h56min05s;
2) Bruno Sperancini / Breno Rezende, Can-Am Maverick, 6h06min18s;
3) Bruno Varela / João Arena, Polaris RZR, 6h13min34s;
4) Daniel Costa / Flávio Bisi, Polaris RZR XP, 6h21min23s;
5) André da Costa / Cláudia Grandi, Polaris RZR 1000, 6h24min16s.

Classificação depois de cinco dias na categoria Super Production nos UTV:

1) Bruno Sperancini / Breno Rezende, Can-Am Maverick, 23h19min45s;
2) Erley Ayala /Idali Bosse, Polaris RZR XP 1000, a 2h37min31s;
3) Bruno Varela / João Arena, Polaris RZR, a 2h44min08s;
4) Daniel Costa / Flávio Bisi, Polaris RZR XP, a 5h35min51s;
5) André da Costa / Cláudia Grandi, Polaris RZR 1000, a 12h42min44s.

Veja as etapas restantes do Rally dos Sertões 2016:

09/09 - Etapa 6
Mateiros (TO) - Ponte Alta (TO)
Deslocamento inicial: 00 km
Trecho especial: 514,98 km
Deslocamento final: 5,97 km
Total do dia: 520,95 km

10/09 - Etapa 7
Ponte Alta (TO) - Palmas (TO)
Deslocamento inicial: 4,61 km
Trecho especial: 191,54 km
Deslocamento final: 47,46 km
Total do dia: 243,61 km

Notícias

Página inicial