Motor On Line
Notícias-

Stock Car: Corrida do Milhão sem pit stop obrigatório e com push de 45s
Reportagem: RF1
Foto: Carsten Horst
Átila Abreu e Ricardo Zonta, da equipe Shell Racing, testaram a novidade que deve se transformar em uma das grandes atrações da Corrida do Milhão.

A Corrida do Milhão será diferente neste ano: pela primeira vez, não será prevista uma parada nos boxes, com os carros podendo completar os 45 minutos de prova sem a obrigatoriedade de reabastecer ou trocar pneus. E outra novidade será o botão de ultrapassagem com 45 segundos de duração, um recorde na categoria. As novidades foram testadas hoje no primeiro dia de treinos livres e foram aprovadas pelos pilotos da Shell Racing, Átila Abreu, último vencedor da Stock Car em Interlagos, e Ricardo Zonta, vencedor da última edição da Corrida do Milhão disputada em São Paulo.

"A dinâmica da prova será bem diferente neste ano e tende a deixar a disputa ainda mais acirrada, já que não haverá parada de box obrigatória e quem quiser ultrapassar um adversário terá que resolver na pista. O push com 45 segundos é uma grande novidade e funcionou bem nos treinos de hoje, com acionamento sendo feito na chicane que antecede a reta dos boxes e aumentando a potência por quase meio circuito, até a chegada no Laranjinha", explica Zonta.

O ex-F-1 e campeão mundial de GT, de F-3000 e World Series destacou o bom rendimento de seu carro nesta sexta-feira: o piloto da Shell Racing fez o quinto melhor tempo do dia. "Começamos bem com o ajuste do ano anterior, que fez a pole position nesta etapa, e conseguimos boa evolução, ficando entre os primeiros mesmo sem colocar pneus novos", diz Zonta.

Átila também aprovou as novidades. "Agora a importância de um bom lugar no grid aumentou, porque não terá como se recuperar na estratégia. Gostei do novo push, com 45 segundos, piloto sempre gosta de sentir a potência do motor aumentando e o carro ficou bem prazeroso de guiar, inclusive em curvas que a gente fazia pé cravado no acelerador, como o a do Sol, ficaram bem mais desafiadoras", diz Átila, que registrou o 22º tempo.

Rodolpho Mattheis, chefe da equipe Shell Racing, explicou que com o novo push os carros ficam cerca de um segundo mais velozes. "Será interessante ver o comportamento na corrida, já que são apenas nove acionamentos, mas que duram bem mais tempo do que a média das outras provas", explicou.

Amanhã, o treino classificatório será disputado ao meio-dia, com transmissão ao vivo do Sportv. A Corrida do Milhão no domingo começa às 10h, com exibição ao vivo na TV Globo.

Resultados desta sexta:

1-) 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) - 1:38s698
2-) 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) - 1min38s868
3-) 88 Felipe Fraga (Cimed Racing) - 1min38s919
4-) 77 Valdeno Brito (TMG Racing) - 1min39s122
5-) 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) - 1min39s194
6-) 18 Allam Khodair (Full Time Sports) - 1min39s234
7-) 29 Daniel Serra Red (Bull Racing) - 1min39s376
8-) 4 Julio Campos C2 (Axalta Racing) - 1min39s412
9-) 73 Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) - 1min39s492
10-) 65 Max Wilson (Eurofarma RC) - 1min39s501
11-) 83 Gabriel Casagrande (C2 Axalta Racing) - 1min39s540
12-) 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) - 1min39s570
13-) 70 Diego Nunes (União Química Racing) - 1min39s595
14-) 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) - 1min39s712
15-) 11 Cesar Ramos (RZ Motorsport) - 1min39s935
16-) 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) - 1min39s964
17-) 12 Lucas Foresti (Full Time-ProGP 1min39) - 1min40s037
19-) 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) - 1min40s060
20-) 5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) - 1min40s061
21-) 56 Danilo Dirani (RZ Motorsport) - 1min40s097
22-) 51 Átila Abreu (Shell Racing) - 1min40s171
23-) 74 Popó Bueno (Cavaleiro Sports) - 1min40s173
24-) 8 Rafael Suzuki (Vogel Motorsport) - 1min40s272
25-) 110 Felipe Lapenna (Hot Car Competições - 1min40s313
26-) 9 Guga Lima (TMG Racing) - 1min40s403
27-) 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) - 1min40s410
28-) 0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) - 1min40s440
29-) 63 Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) - 1min40s779

Sobre a Raízen:

A Raízen se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 24 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2 bilhões de litros de etanol por ano, 4,5 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 64 aeroportos, possui 63 terminais de distribuição e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 5.800 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial