Motor On Line
Notícias-

Kart: Projeto Piloto do Futuro terá mudanças no Light
Reportagem: Flávio Quick / Fabíola Cadar
Foto: Divulgação
Quick Comunicação
Sétima rodada da temporada será no próximo sábado, em Interlagos.

Implantado em 2015 e com prosseguimento nesta temporada o Projeto Piloto do Futuro foi uma iniciativa da RBC Motorsport com o objetivo de fomentar e incentivar a entrada de novos pilotos na Copa São Paulo Light, através da categoria Cadete.

O êxito da iniciativa foi notado de imediato e, a cada rodada da competição, o número de pilotos era aumentando, provando acima de tudo que o caminho de incentivar a categoria de base do esporte era bastante promissor.

Acontece, porém, que no último mês de agosto a empresa patrocinadora do projeto, diante do instável momento da economia de nosso país, retirou seu apoio ao Piloto do Futuro, tornando-se assim inviável mantê-lo nas mesmas bases praticadas até hoje.

Deste modo, à partir desta sétima rodada da Copa São Paulo Light, os competidores da categoria Cadete passarão a arcar com o custo do aluguel dos motores sorteados para a competição. O valor para cada rodada dupla será de R$ 200,00 por piloto, com os mesmos benefícios de trocas já oferecidos no regulamento do Campeonato.

O Projeto Piloto do Futuro seguirá incentivando os competidores da categoria Cadete oferecendo sempre um jogo de pneus e a isenção de taxa de inscrição para sorteio durante a cerimônia do pódio. Além disso, à partir desta rodada, será ofertada também a isenção da taxa de aluguel de motor, para a corrida seguinte, ao Campeão da rodada.

"Infelizmente nosso país está atravessando um delicado momento em sua economia e o nosso patrocinador do Projeto Piloto do Futuro foi obrigado a interromper seu incentivo conosco. Com certeza é uma notícia que não gostaríamos de dar, mas, temos de trabalhar com a transparência e o mesmo respeito de sempre com os pilotos, suas equipes e familiares. A RBC Motorsport está oferecendo um valor de aluguel que, realmente, é o mínimo possível para cobrir os custos de manutenção dos equipamentos e seguiremos trabalhando em busca de um novo apoiador para o Projeto", comentou Rafael Cançado, diretor da RBC.

Notícias

Página inicial