Motor On Line
Notícias-

Stock Car: Rafael Suzuki tem vida difícil na etapa de Londrina
Reportagem: Mariana Viegas
Foto: Rafael Gagliano
Eversports
A categoria voltou ao circuito após quatro anos de ausência no calendário, e teve Felipe Fraga e Rubens Barrichello como vencedores.

O público de Londrina lotou as arquibancadas do Autódromo Ayrton Senna para as corridas da 8ª etapa da Stock Car, realizadas neste domingo (25). A categoria, que não corria nesta pista desde 2012, proporcionou disputas emocionantes na rodada dupla, em um misto de experiência e juventude, com a vitória de Felipe Fraga na corrida 1, e de Rubens Barrichello na corrida 2. E são justamente os dois pilotos que protagonizam a briga pelo título da temporada, com uma vantagem de 38 pontos para Fraga em relação ao ex-piloto da F1. Após um bom desempenho nos treinos, Rafael Suzuki não contou com a sorte na etapa, teve problemas nas duas corridas, e não conseguiu pontuar. Apesar disso, o representante maranhense não perdeu posições na classificação, já está se preparando para a próxima etapa e segue animado para a sequência do campeonato.

No circuito mais travado do calendário, a previsão de uma largada conturbada se confirmou, e cinco pilotos ficaram fora da disputa já a partir desse momento, entre eles, Rafael Suzuki, que foi acertado por um adversário na roda traseira, e não conseguiu continuar devido a quebra da suspensão. Entre os "sobreviventes", Felipe Fraga se destacou, e após largar em 3º, foi o primeiro a cruzar a linha de chegada. Valdeno Brito, piloto da casa, subiu ao pódio em 2º e Ricardo Maurício foi o 3º.

No intervalo entre as duas corridas, a equipe Geolab Racing conseguiu consertar o carro de Suzuki, que pôde largar dos boxes para a segunda prova. Na largada, o carro #8 entrou em modo de segurança - o que limita a potência do motor -, e Rafael ficou para trás, mas logo conseguiu se recuperar e foi avançando posições. O piloto já estava na zona de pontuação, se aproximando do top-10, quando a quebra inesperada do assoalho no meio da curva fez com que ele perdesse o controle do carro, e fosse acertado por um adversário que não conseguiu evitar o contato, encerrando assim sua participação na prova. A vitória ficou com Rubens Barrichello, seguido por Átila Abreu e Vitor Genz.

A Stock Car volta a se reunir em três semanas, em Curitiba - que também foi palco da etapa de abertura do campeonato -, entre os dias 14 e 16 de setembro. Neste ano, Suzuki ficou no top-10 na Corrida de Duplas, disputada no circuito paranaense, onde tem alguns de seus melhores resultados na categoria, e assim está confiante em retomar a boa sequência de resultados que teve no primeiro semestre.

Rafael Suzuki é patrocinado pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel), pela Lei Estadual de Incentivo ao Esporte.

Rafael Suzuki:

"Foi um dia difícil para nós, tínhamos um carro competitivo e uma estratégia bem definida, pensando em brigarmos pelo pódio na corrida 2. Infelizmente os contatos fazem parte do nosso esporte, e sobrou para mim. A equipe conseguiu consertar o carro para voltarmos na segunda corrida, e eu já estava próximo do top-10, quando a quebra do assoalho me fez perder o controle do carro, de uma forma completamente inesperada, e ainda fui acertado por outro piloto. Não foi o nosso dia, mas isso só nos deixa com mais vontade de ir para a próxima etapa e buscar os bons resultados que podemos conquistar. Curitiba é uma pista onde tenho um ótimo histórico, e já andamos lá neste ano. Estamos trabalhando duro e tenho certeza que nossa hora vai chegar em breve!".

Notícias

Página inicial