Motor On Line
Notícias-

Stock Car: Abreu e Zonta apostam desempenho da Shell Racing na chuva
Reportagem: RF1
Foto: Rafael Gagliano
Zonta parte na sexta fila e Átila na oitava na primeira prova da rodada dupla da Stock Car, amanhã, no Paraná.

A chuva não veio para o treino classificatório da Stock Car, disputado hoje em Curitiba, mas a chance de corrida com pista molhada existe e deixa otimista pilotos como Ricardo Zonta e Átila Abreu, da equipe Shell Racing.

"Mexemos bastante no carro no último treino livre, hoje pela manhã, e conseguimos uma boa melhora, mas com o aumento da temperatura na classificação o carro acabou saindo mais de traseira e ficamos com a sexta fila como resultado. Em todo caso, temos condições de fazer uma boa corrida, especialmente se for com pista molhada, e chegar no pódio nesta rodada dupla em Curitiba", diz Zonta.

Átila Abreu parte da oitava fila, após registrar o 16º melhor tempo no treino classificatório deste sábado, com o tempo de 1m19s576.

"Faz tempo que a Stock Car não tem uma corrida na chuva, desde a etapa de Ribeirão Preto no começo do ano passado, então quem sabe ela vem amanhã em Curitiba e cria uma prova bem movimentada e em uma condição em que nosso carro mostrou um bom acerto", diz Átila.

Rodolpho Mattheis, chefe da equipe Shell Racing, acredita que as duas provas deste domingo podem render provas movimentadas - como ocorreu em Londrina, onde o time conquistou um pódio com Átila na segunda colocação.

"Temos que analisar as variáveis para traçar a melhor estratégia, como consumo de combustível e desgaste dos pneus. Não atingimos nosso objetivo de colocar os dois carros no top-10, mas com pista molhada temos mais chance", avalia Rodolpho.

O Sportv transmite a rodada dupla neste domingo, a partir das 13h.

Resultado - Treino Classificatório*:

1-) 88 Felipe Fraga (Cimed Racing) - 1min19s018
2-) 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) - 1min19s117
3-) 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) - 1min19s129
4-) 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) - 1min19s238
5-) 4 Julio Campos (C2 Axalta Racing) - 1min19s240
6-) 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) - 1min19s263
7-) 29 Daniel Serra (Red Bull Racing) - 1min19s310
8-) 77 Valdeno Brito (TMG Racing) - 1min19s339
9-) 65 Max Wilson (Eurofarma RC) - 1min19s363
10-) 110 Felipe Lapenna (Hot Car Competições) - 1min19s402
11-) 18 Allam Khodair (Full Time Sports) - 1min19s423
12-) 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) - 1min19s477
13-) 12 Lucas Foresti (Full Time-ProGP) - 1min19s538
14-) 0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) - 1min19s561
15-) 70 Diego Nunes (União Química Racing) - 1min19s565
16-) 51 Átila Abreu (Shell Racing) - 1min19s576
17-) 63 Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) - 1min19s594
18-) 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) - 1min19s620
19-) 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) - 1min19s664
20-) 73 Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) - 1min19s702
21-) 83 Gabriel Casagrande (C2 Axalta Racing) - 1min19s765
22-) 9 Guga Lima (TMG Racing) - 1min19s828
23-) 5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) - 1min19s866
24-) 8 Rafael Suzuki (Vogel Motorsport) - 1min20s007
25-) 3 Bia Figueiredo (União Química Racing) - 1min20s117
26-) 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) - 1min20s367
27-) 25 Tuka Rocha (RZ Motorsport) - 1min20s420
28-) 56 Danilo Dirani (RZ Motorsport) 1min20s649
29-) 99 Xandynho Negrão (Cavaleiro Sports) - 1min20s956
*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Sobre a Raízen:

A Raízen se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 24 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2 bilhões de litros de etanol por ano, 4,5 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 64 aeroportos, possui 63 terminais de distribuição e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 5.800 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial