Motor On Line
Notícias-

Mohr e Escorpioni conquistam 1ªs vitórias no Mercedes-Benz Challenge
Reportagem: Rodolpho Siqueira / Rafael Durante
Foto: Fábio Davini
BestPR Comunicação
Cristian Mohr venceu a primeira prova de seu currículo na CLA AMG Cup.

A antepenúltima etapa do Mercedes-Benz Challenge, disputada na manhã deste domingo (16) em Curitiba, colocou mais dois nomes no rol de vencedores da competição. Em uma prova movimentada e imprevisível, o catarinense Cristian Mohr e o paulista Fabio Escorpioni subiram pela primeira vez no degrau mais alto do pódio, respectivamente, nas categorias CLA AMG Cup e C 250 Cup.

Mohr estava sondando a primeira vitória na CLA AMG Cup desde o ano passado, quando estreou na competição trazendo na bagagem o título de campeão da C 250 Cup de 2014. "Foi uma prova dura, principalmente em razão do calor", disse ele. "Com o passar das voltas, o comportamento do carro muda muito, e a nossa maior dificuldade é se adaptar a esta condição. Foi excelente, deu tudo certo e estamos vivos no campeonato", acrescentou o catarinense, que com este resultado assumiu a quinta posição na tabela.

A primeira vitória de Fabio Escorpioni veio depois de muita batalha. Nono colocado no grid da C 250 Cup, ele admitiu após o pódio que passou a corrida toda "acreditando na vitória" e recebeu um presente a pouco menos de cinco minutos da bandeira quadriculada. "Estávamos lá no fundo do grid depois de uma classificação ruim e tudo parecia perdido. Mas corridas só acabam mesmo na última volta e encerramos o dia de forma perfeita. Foi alegria total", comemorou o paulista.

Com dois pódios nas últimas três provas disputadas, Marcelo Hahn voltou ao grid da categoria CLA AMG Cup após se ausentar por duas etapas e já ocupa a nona posição na tabela - a apenas 14 pontos do terceiro colocado. "Conseguimos resolver alguns problemas que tivemos de motor e meu carro teve um ganho de desempenho nestas últimas provas", comentou Hahn.

Bom para o campeonato

Embora tenha sido o segundo a receber a bandeirada final, Arnaldo Diniz Filho pode ser considerado o vencedor desta prova sob a ótica da disputa pelo título. Com os 17 pontos conquistados com o pódio obtido neste domingo, Diniz ampliou um pouco mais a diferença que o separa do vice-líder na tabela, Fernando Fortes (86 a 67). "O contexto desta corrida acabou me favorecendo na disputa do campeonato, já que meus rivais diretos não terminaram a prova. Mas foi uma corrida difícil. Senti que não tinha o melhor carro no começo, e não consegui evoluir muito. Mas, depois da parada obrigatória no box, meu carro melhorou e isso me permitiu brigar pelas posições da frente. Corri pensando no campeonato e o segundo lugar me deu ótimos pontos", comentou o primeiro colocado na tabela.

Quem também se beneficiou do pódio na disputa pelo campeonato foi o paulista Peter Michel Gottschalk, primeiro colocado na tabela da C 250 Cup. Segundo a cruzar a linha de chegada em Curitiba, a 1s8 do vencedor Fabio Escorpioni, Peter também ampliou sua vantagem na disputa. "Foi um resultado ótimo, já que carrego 50kg de lastro em razão da liderança do campeonato. Com o carro mais lento, foi difícil segurar a posição, mas acabou dando tudo certo", disse o atual campeão e líder da C 250 Cup.

Incidente tirou vitória "em casa"

As sobras de um acidente com o piloto Beto Rossi acabaram tirando da corrida dois dos pilotos mais cotados para a vitória na etapa de Curitiba. O paranaense Lorenzo Varassin liderou os primeiros 20 minutos de prova, sempre seguido de perto pelo paulista Betão Fonseca. Os dois, no entanto, abandonaram após tocarem o carro de Rossi, que tomava uma volta dos líderes e rodou logo após o "Esse de Baixa".

Resultado da 6ª etapa, em Curitiba:

1) Cristian Mohr, CLA, 27 voltas em 46min48s021
2) Arnaldo Diniz Filho, CLA, a 2s897
3) Marcelo Hahn, CLA, a 4s952
4) Fernando Fortes, CLA, a 5s134
5) Roger Sandoval, CLA, a 5s791
6) Pierre Ventura, CLA, a 7s322
7) Renato Braga, CLA, a 8s875
8) Fernando Amorim, CLA, a 10s800
9) Luiz Carlos Ribeiro, CLA, a 13s488
10) Carlos Kray/Henrique Assunção, CLA, a 20s818
11) Daniel Paludo/Beto Giorgi, CLA, a 20s818
12) Fabio Escorpioni, C250, a 42s042
13) Peter Michel Gottschalk, C250, a 43s893
14) João Lemos, C250, a 45s480
15) Flavio Andrade, C250, a 45s871
16) Rodrigo Teixeira/Rodrigo Cruvinel, C250, a 50s438
17) Claudio Simão, C250, a 56s469
18) Fernando Poeta, CLA, a 1min29s851
19) Mateus Biriba, C250, a 1 volta
20) Carlos Guilherme/Sérgio Kuba, C250, a 1 volta
21) Bruno Alvarenga/Romualdo Júnior, C250, a 2 voltas
22) Marcos Paioli/Peter Gottschalk, C250, a 4 voltas
23) Ydenis de Souza, C250, a 9 voltas
24) Paulo Totaro, CLA, a 11 voltas
25) Max Mohr, C250, a 13 voltas
26) Lorenzo Varassin, CLA, a 16 voltas
27) Betão Fonseca, CLA, a 16 voltas
28) Beto Rossi, C250, a 17 voltas
29) Claudio Dahruj, CLA, a 20 voltas

Classificação do Campeonato após seis etapas:

CLA AMG Cup
1) Arnaldo Diniz Filho, 86
2) Fernando Fortes, 67
3) Luis Carlos Ribeiro, 59
4) Roger Sandoval, 56
5) Cristian Mohr, 52
6) Adriano Rabelo, 50
7) Pierre Ventura, 48
8) Betão Fonseca, 47
9) Marcelo Hahn, 45
10) Renato Braga, 45
11) Claudio Dahruj, 29
12) José Vite, 29
13) Lorenzo Varassin, 29
14) Paulo Varassin, 29
15) Carlos Kray, 28
16) José Henrique Assunção, 28
17) Fernando Amorim, 23
18) Fernando Júnior, 20
19) Fernando Poeta, 20
20) Neto De Nigris, 16
21) Paulo Totaro, 8
22) Cesar Fonseca, 6
23) Daniel Pauldo/Beto Giorgi, 5
24) Victor Guerin, 5
25) Danilo Pinto, 4

C 250 Cup
1) Peter Michel Gottschalk, 93
2) Claudio Simão, 78
3) Fábio Scorpioni, 73
4) Marcos Paioli/Peter Gottschalk Jr, 71
5) Flavio Andrade, 63
6) João Lemos, 55
7) Carlos Guilherme, 44
8) Matus Biriba, 31
9) Sérgio Kuba, 28
10) Beto Rossi, 26
11) Marx Mohr, 24
12) Romualdo Magro Jr, 24
13) Sérgio Maggi, 17
14) Bruno Alvarenga, 16
15) Ydenis Souza, 16
16) Vinícius Simão, 15
17) Raphael Teixeira, 11
18) Rodrigo Cruvinel, 11
19) Rodrigo Carvalho, 10
20) Betinho Sartório, 9
21) André Varassin, 6

Calendário 2016: etapas restantes

7ª - Goiânia (GO) - 6 de novembro
8ª - Interlagos (SP) - 11 de dezembro

Notícias

Página inicial