Motor On Line
Notícias-

Stock Car: Rafael Suzuki salva pontos importantes com 11º em Curitiba
Reportagem: Mariana Viegas
Foto: Carsten Horst
Eversports
Mesmo largando dos boxes, piloto da Geolab Racing pontuou nas duas corridas da etapa, e agora segue animado para Goiânia, onde brigou pelo pódio no início do ano.

A 9ª etapa da Stock Car, realizada neste fim de semana (14 a 16 de outubro) em Curitiba teve saldo positivo para Rafael Suzuki, apesar de um sabor agridoce. O piloto deixou a má fase de lado e voltou a pontuar nas duas corridas da etapa, mas teve de lidar com problemas no sistema de freios, que atrapalharam seu desempenho neste domingo de muito calor no circuito paranaense.

Essa foi a segunda vez no ano que a Stock Car correu em Curitiba, e Suzuki tinha boas expectativas de retomar os bons resultados após duas etapas difíceis, já que sempre anda bem nessa pista. O piloto e a equipe Geolab Racing não conseguiram tirar o melhor do carro #8 nos treinos livres e na classificação, mas estavam confiantes no ritmo de corrida para fazer provas de recuperação.

Com o objetivo traçado, a equipe optou que Suzuki largasse dos boxes na primeira corrida, para evitar as habituais confusões na curva 1 em Curitiba - que é bem travada - e também para economizar combustível. O piloto ainda fez sua parada para reabastecimento antes da metade da prova, e depois parou novamente para trocar os pneus, mas completou as 34 voltas em 20º, somando assim um ponto.

Na corrida 2, Rafael mirava o top-10, já que tinha bom ritmo e muitos pilotos que largavam à sua frente ainda teriam de parar nos boxes, mas o piloto tomou um grande susto nas primeiras voltas, quando ficou completamente sem freio no fim da reta, quando vinha a 230 km/h, e passou direto. O representante maranhense conseguiu evitar o acidente, mas perdeu muitas posições, e teve o desempenho de seu carro prejudicado para o restante da prova. Apesar disso, Suzuki conseguiu se recuperar e cruzou a linha de chegada em 11º, marcando mais pontos para o campeonato.

Com os resultados da etapa, o piloto manteve o 19º lugar na classificação geral, empatado com o 20º. Agora, a Stock Car volta a se reunir em Goiânia em três semanas, entre os dias 4 e 6 de novembro, para a 10ª etapa de um total de 12 na temporada. Nesta pista, Suzuki aposta em um bom resultado, já que quando correu lá em maio deste ano, o piloto liderou um dos treinos livres e chegou a brigar pelo pódio na corrida 1.

Antes disso, porém, Suzuki ainda terá uma nova experiência em sua carreira. No próximo fim de semana, o piloto participa de sua primeira corrida de longa duração em carros, o Cascavel de Ouro, no interior do Paraná. Serão quatro horas de disputa, e Rafael irá dividir a condução do carro com mais dois pilotos na pista de Cascavel, onde conquistou seu melhor resultado na Stock Car neste ano.

Rafael Suzuki é patrocinado pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel), pela Lei Estadual de Incentivo ao Esporte.

Rafael Suzuki:

"Essa foi uma etapa difícil, não conseguimos achar o acerto ideal nos treinos e isso interferiu na classificação. Melhoramos o carro para as corridas e optamos por uma estratégia pensando na 2ª prova, e tínhamos chances reais de terminar entre os 8 melhores. Mas tive um problema nos freios, tomei um grande susto e quase sofri um acidente, e depois disso tive que poupar um pouco o equipamento e trazer o resultado para casa. Não foi o que esperávamos, mas foi importante voltarmos a pontuar. Em Goiânia temos um carro muito competitivo e vamos em busca do nosso melhor resultado do ano lá."

Resultado da corrida 2 em Curitiba - Stock Car - 9ª etapa:

1 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) - 22 voltas em 1min35s222 (média de 154,4 km/h)
2 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) - a 0s941
3 65 Max Wilson (Eurofarma RC) - a 1s462
4 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) - a 3s370
5 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) - a 4s381
6 5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) - a 5s395
7 73 Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) - a 6s580
8 63 Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) - a 7s308
9 56 Danilo Dirani (RZ Motorsport) - a 7s619
10 83 Gabriel Casagrande (C2 Axalta Racing) - a 8s074
11 8 Rafael Suzuki (Vogel Motorsport) - a 8s353
12 18 Allam Khodair (Full Time Sports) - a 8s765
13 29 Daniel Serra (Red Bull Racing) - a 8s998
14 88 Felipe Fraga (Cimed Racing) - a 11s818
15 0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) - a 13s117
16 25 Tuka Rocha (RZ Motorsport) - a 13s243
17 9 Guga Lima (TMG Racing) - a 13s585
18 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) 56s421
19 3 Bia Figueiredo (União Química Racing) - a 2 voltas
20 77 Valdeno Brito (TMG Racing) - a 3 voltas
21 51 Átila Abreu (Shell Racing) - a 6 voltas
Não Completou:
22 110 Felipe Lapenna (Hot Car Competições ) - a 7 voltas
23 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) - a 8 voltas
24 99 Xandynho Negrão (Cavaleiro Sport) - a 11 voltas
25 70 Diego Nunes União (Química Racing) - a 16 volta
26 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) - a 16 voltas
27 12 Lucas Foresti (Full Time-ProGP) - a 16 voltas
28 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) - sem tempo
29 4 Julio Campos C2 (Axalta Racing) - sem tempo
Melhor volta: Thiago Camilo, 1min20s272 (165,7 km/h)
*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Resultado da corrida 1 em Curitiba - Stock Car - 9ª etapa:

1-) 88 Felipe Fraga (Cimed Racing) - 34 voltas em 46min02s531 (média de 163,7 km/h)
2-) 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) - 0.547
3-) 18 Allam Khodair (Full Time Sports) - 14.358
4-) 29 Daniel Serra (Red Bull Racing) - 18.649
5-) 77 Valdeno Brito (TMG Racing) - 20.462
6-) 4 Julio Campos (C2 Axalta Racing) - 27.093
7-) 12 Lucas Foresti (Full Time-ProGP) - 31.004
8-) 0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) - 43.233
9-) 25 Tuka Rocha (RZ Motorsport) - 49.627
10-) 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) - 52.480
11-) 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) - 54.633
12-) 99 Xandynho Negrão (Cavaleiro Sports) - 55.479
13-) 9 Guga Lima (TMG Racing) - 57.951
14-) 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) - 1:06.637
15-) 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) - 1:14.853
16-) 63 Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) - 1:15.885
17-) 51 Átila Abreu (Shell Racing) - 1 Lp.
18-) 5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) - 1 Lp.
19-) 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) - 2 Lp.
20-) 8 Rafael Suzuki (Vogel Motorsport) - 4 Lp.
21-) 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) - 5 Lp.
22-) 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) - 7 Lp.
23-) 110 Felipe Lapenna (Hot Car Competições) - 8 Lp.
24-) 70 Diego Nunes (União Químsica Racing) - 8 Lp.
25-) 56 Danilo Dirani (RZ Motorsport) - 9 Lp.
Não Completou
26-) 83 Gabriel Casagrande (C2 Axalta Racing) - 11 Lp.
27-) 3 Bia Figueiredo (União Química Racing) - 13 Lp.
28-) 73 Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) - 28 Lp.
29-) 65 Max Wilson (Eurofarma RC) - sem tempo
Melhor volta: Ricardo Mauricio, 1min20s528 (165,1 km/h)
*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportiva

Notícias

Página inicial