Motor On Line
Notícias-

Kart: Heitor Dall´Agnol disputou a Copa Brasil e o Sul-Americano
Reportagem: Erno Drehmer
Foto: Erno Drehmer
KGCom
As competições, duas das mais importantes do calendário do kartismo nacional e internacional, foram disputadas em Cascavel (PR).

Aos 7 anos de idade, Heitor Dall´Agnol (Fifo Auto Som | Kartódromo Aldeia da Serra | Sinal Comunicação Visual | LL Carrocerias | Base Agrícola | Socó Automóveis | Paddock Kart Racing) enfrentou durante a última semana um dos maiores desafios em sua ainda curta carreira. Em Cascavel, no oeste do Paraná, ele disputou duas competições, a Copa Brasil e o Campeonato Sul-Americano, pelas categorias Mirim e Cadete, respectivamente.

Em meio a cerca de 190 competidores de todo o Brasil, Dall´Agnol viveu uma semana de extremo aprendizado e conviveu com os pilotos mais experientes de nosso kartismo, o que lhe rendeu boas lições para sua carreira. Na Mirim ele dividiu a pista com sete pilotos e começou a competição de forma muito positiva, liderando treinos. Ao longo do tempo - e depois de realizadas duas provas classificatórias - ele obteve o direito de largar em 4º na prova decisiva.

Porém, sem conseguir largar bem na Final, ele acabou ficando um pouco para trás e, em uma categoria em que o equilíbrio é a palavra-chave, ficou sem chances de conseguir recuperação e de alcançar o sonhado pódio.

O maior desafio de Heitor Dall´Anol, porém, viria na segunda fase da competição, quando ele disputou a Copa Brasil e o Sul-Americano pela Cadete, uma categoria acima da sua. Nesta, eram 29 pilotos inscritos - a maioria deles bem mais experientes - e a certeza de que as dificuldades seriam maiores, mas na mesma medida do aprendizado que teria.

Sem conseguir completar uma das baterias classificatórias, Heitor Dall´Agnol (Fifo Auto Som | Kartódromo Aldeia da Serra | Sinal Comunicação Visual | LL Carrocerias | Base Agrícola | Socó Automóveis | Paddock Kart Racing) largou em 21º na prova decisiva, que apontaria o campeão.

Em uma prova com chuva, se livrando dos acidentes, o representante de Passo Fundo (RS) buscou superar seus adversários. Ultrapassando e sendo ultrapassado, já que a Cadete é uma categoria muito equilibrada e disputada, Heitor terminou em 15º, um resultado considerado muito importante pela equipe Alex Racing e pelo pai do piloto.

"Ele foi o segundo melhor colocado entre os pilotos da Mirim que correram o Sul-Americano pela Cadete. O Heitor teve oportunidade de aprender muito em uma condição de pista que proporcionava exatamente isto. Valeu como uma grande experiência para todos e vamos em frente para nossos próximos compromissos", avalia Jacsandro Farias, o "Fifo", pai de Heitor Dall´Agnol.

Notícias

Página inicial