Motor On Line
Notícias-

Kart: Pedro Goulart a fazer prova de recuperação na final da Copa Brasil
Reportagem: Erno Drehmer
Foto: Erno Drehmer
KGCom
Piloto gaúcho sofreu toque de adversários nas duas provas classificatórias em Cascavel (PR).

Atual campeão brasileiro de kart na categoria Sudam, o gaúcho Pedro Goulart (ECS Racing) disputou na última semana mais uma competição nacional, desta vez a Copa Brasil, que realizou a 18ª edição de sua história. As provas foram disputadas no Oeste do Paraná, em Cascavel, cidade que revelou muitos campeões para o kartismo e o automobilismo brasileiro.

Competindo pela categoria Graduados, que reuniu 21 pilotos de todo o Brasil, Pedro Goulart tinha uma preocupação a menos, a de conquistar vaga para a final da Seletiva Petrobras. "Eu tinha conquistado a vaga no mês passado em São Paulo, e pude ir um pouco mais despreocupado, pois participar da final da Seletiva Petrobras é o sonho de todo piloto", explicou Goulart, que recentemente fez sua estreia no automobilismo competindo pela Fórmula 1.4 no Autódromo de Tarumã, em Viamão (RS).

Sempre acompanhado do preparador Laco, Pedro Goulart fez uma boa tomada de tempos, quando conquistou o 5º lugar no grid de largada para as duas provas classificatórias. Porém, em ambas as provas o piloto de Porto Alegre (RS) acabou sendo atingido por adversários. Na primeira, ele caiu para último e conseguiu finalizar em 12º. O resultado foi ainda pior na segunda prova, quando Goulart teve que abandonar em função da batida que sofreu.

Com os resultados das duas provas classificatórias, Pedro Goulart (ECS Racing) largou da 15ª posição na prova decisiva, cujo vencedor seria declarado campeão da Copa Brasil. Agora sem incidentes que o atrapalhassem, Goulart finalmente pôde fazer uma prova competitiva e, depois de largar quase do final do pelotão, recuperou sete posições para finalizar a competição em 8º, um resultado bastante abaixo do esperado.

"Certamente lutaríamos pelo título ou, pelo menos, por um lugar no pódio. Infelizmente as batidas que sofri nas duas classificatórias atrapalharam muito e, se não fosse isso, acredito que teríamos atingido nossos objetivos", lamenta Goulart. "Mas, de qualquer maneira, foi um belo evento, estive competitivo o tempo todo e agora vamos para a próxima", finaliza.

Notícias

Página inicial