Motor On Line
Notícias-

Queirolo vence de ponta a ponta prova da Porsche GT3 Cup em Interlagos
Reportagem: Luís Ferrari
Foto: Luca Bassani
Pole da classe Challenge fica com Rodrigo Mello.

O sábado foi do pole Pedro Queirolo na Porsche GT3 Cup em Interlagos. O Porsche #13 sustentou a dianteira na largada e liderou todas as voltas para vencer pela segunda vez no ano. Ele foi pressionado por Marcelo Hahn em alguns momentos, mas no final acabou favorecido por um toque que abreviou as provas de Ricardo Baptista, Miguel Paludo e do então vice-líder (Hahn).

O prejuízo foi enorme para o Porsche #16. Ele poderia assumir a dianteira na disputa pelo título da Cup Sport, a divisão de entrada da principal categoria de Gran Turismo do continente. Mas amargou um lugar fora do pódio e viu Carlos Ambósio, que fez uma corrida limpa, terminar em sexto no geral e vencer na categoria, para assumir a liderança.

O segundo lugar no geral ficou com Rodrigo Baptista, piloto regular do Blancpain GT Series em 2016. Vindo de um segundo lugar na prova de endurance de Goiânia, ele mostra cada vez mais desenvoltura com os carros de corrida mais produzidos no mundo.

Werner Neugebauer, outro competidor que entrou no evento na corrida de endurance, também fez uma corrida consistente: avançou quando a chuva apertou e foi premiado com o terceiro lugar.

Sylvio de Barros passou a prova toda na balada dos líderes e terminou em quarto, com JP Mauro voltando ao pódio, em quinto lugar.

Neste domingo os quatro postulantes ao título da Cup Sport conservam chances matemáticas. Mas, largando apenas em 16o na prova, ficou muito difícil para Hahn. Ambrósio lidera com 82 pontos, Basso tem 80 e Adalberto 79. Hahn vem a seguir com 76. O vencedor no domingo soma 10 pontos.

Na classe Challenge, Cristiano Piquet começou melhor seu confronto direto com Gonzalo Huerta pelo título da categoria. O Porsche #8 cravou o terceiro tempo do grid, com o chileno largando em oitavo. Ambos estão rigorosamente empatados em 86 pontos, mas Piquet leva vantagem nos critérios de desempate.

Mas quem saiu com o sorriso mais aberto foi Rodrigo Mello. Depois de uma temporada de sprint atribulada, o competidor do Porsche #29 venceu com autoridade a segunda prova de endurance da temporada, no mês passado em Goiânia. Ele reafirmou a boa fase com sua primeira pole na preliminar da F1. Vai largar ao lado de Otavio Mesquita, o único, entre os 30 pilotos em ação neste fim de semana, que competiu a primeira prova da história da Porsche GT3 Cup Challenge, em 2005.

A programação deste domingo tem início às 9h, com a largada da Challenge. Às 10h acontece a última corrida de sprint do ano, com a prova da Cup.

A corrida - Cup

Pedro Queirolo tracionou bem e defendeu o assédio de Marcelo Hahn que vinha por fora na largada. Ricardo Baptista ameaçou por dentro no fim da reta, mas recolheu na freada, fazendo o S do Senna em terceiro. Quem levou a pior na primeira curva foi Lico Kaesemodel que, espremido, acabou rodando e retornou no fim do pelotão.

Na segunda volta Baptista continuava pressionando Hahn, o que permitiu certa folga ao líder. Enquanto isso, Adalberto era o nome da prova, saltando de 19o lugar para 14o e já brigando diretamente com Marcio Basso, um dos demais postulantes ao título da Cup Sport.

Os cinco primeiros –Queirolo, Hahn, Baptista, Sylvio de Barros e Miguel Paludo– conseguiram livrar alguma vantagem do resto do pelotão na quinta volta. Carlos Ambrósio tentava acompanhar, mas já vinha 2s2 atrás. A seguir completavam o top10: Rodrigo Baptista, Marcel Visconde, JP Mauro e Werner Neugebauer.

Com 12 minutos de prova, na sétima volta, começou uma garoa fina em Interlagos. Paludo passou Sylvio na subida do Café, enquanto Hahn embutiu na traseira de Queirolo pressionando pela liderança. Enquanto isso, na briga entre os demais concorrentes da Cup Sport, Adalberto passou Basso pela 11a posição.

A 10 minutos da abertura da última volta, Hahn, Baptista e Paludo cruzaram a reta dos boxes praticamente lado a lado. O Porsche #7 atacou por fora, mas teve a manobra neutralizada por bela ação defensiva do #27. Hahn agradeceu e conseguiu abrir alguns décimos.

Na volta seguinte, conforme a garoa apertava e os carros usavam limpador de para-brisa, Paludo atacou Baptista por dentro e concretizou a ultrapassagem na segunda perna do S do Senna. Hahn pressionava Queirolo, inclusive usando farol alto.

Com a briga intensa na frente, Sylvio de Barros e Rodrigo Baptista (quinto e sexto colocados, respectivamente) buscaram o pelotão dos ponteiros. Lico Kaesemodel também era rápido –já havia avançado até 11o depois de cair para último na primeira curva.

Na 12a passagem, Baptista atacou Paludo por dentro na tomada do S do Senna e atingiu a traseira de Hahn. Os três se tocaram e acabaram despencando com os carros danificados. Rodrigo Baptista agradeceu e assumiu a vice-liderança, seguido por Sylvio de Barros e Neugebauer. JP Mauro completava o pódio em quinto. Lico herdou o sétimo posto, e Carlos Ambrósio, em oitavo, levava a melhor com a liderança da Cup Sport uma posição à frente de Hahn.

Na volta final, Rodrigo Baptista apertou Queirolo pela vitória. Mas o dia era do #13. Neugebauer terminou em terceiro, Sylvio de Barros em quarto e JP Mauro ficou com o último lugar no pódio.

Em oitavo no geral, Ambrósio venceu na Cup Sport, com Adalberto em segundo na classe (nono no geral) e Basso em terceiro (décimo no geral). Rodolfo Toni e Tom Filho completaram o pódio. Na volta final Hahn lutou com o carro danificado e acabou apenas em sexto na classe de entrada.

Na Master a vitória ficou com o campeão Maurizio Billi (11o no geral), seguido por Darío Giustozzi (12o) e Paulo Pomelli (14o).

O treino - Challenge

Piquet foi o primeiro a estabelecer uma volta rápida, com 1min42s600. Huerta logo respondeu, com uma passagem 89 milésimos mais lenta.

Na marca dos 7 minutos de treino, foi a vez de Otavio Mesquita assumir provisoriamente a liderança, também na casa de 1min42s. Eloi Khouri baixou o tempo a seguir, para ser posteriormente desbancado por Marcio Mauro –o mais rápido da sessão livre realizada na véspera.

Com 10 minutos de treino, os cinco primeiros eram: Mauro, Khouri, Mesquita, Huerta e Hahn. Piquet vinha em sexto.

Pela metade do treino, Piquet inaugurou as voltas na casa de 1min41s. Rodrigo Mello gostou da brincadeira, e baixou mais ainda a marca. Então a 15 minutos da bandeirada a tabela de tempos mostrava: Mello, Piquet, Mauro, Khouri e Mesquita. Huerta figurava em sétimo naquele momento.

Os pilotos aumentaram o apetite pelo risco nos 10 minutos finais, com algumas escapadas de pista. Entre os ponteiros, a mudança foi a subida de Mesquita para segundo lugar, com uma volta precisa que ficou a 28 milésimos da marca de Mello. Foi a última alteração da tabela de tempos.

Declarações dos pilotos

"Foi muito bom. Fiquei muito feliz. O Marcelo estava muito rápido, mas realmente serviu de escudo a corrida inteira. A gente tinha um ritmo bom e procurava ser mais rápido no miolo, porque via que ele aproximava na subida do Café, sem peso nenhum. Na freada estava ficando molhado e tive um certo receio de rodar freando ali. Então tentei manter uma distância segura e controlar a prova. Infelizmente eles se envolveram em um acidente no final e aí me deu tranquilidade nas últimas duas ou três voltas, quando o Rodrigo vinha rápido também. Mas graças a Deus foi de ponta a ponta e cumprimos o objetivo"

Pedro Queirolo

"Acho que a corrida foi muito boa! Larguei da nona posição e procurei evitar os acidentes. Ao longo da corrida vim passando e também contei com a sorte, porque três carros da frente acabaram batendo. Talvez eu conseguisse chegar no primeiro, mas na última volta tirei um pouco o pé. Fiquei com receio que pudesse ter algum problema mecânico, procurei poupar o equipamento e não ataquei muito. Mas talvez eu pudesse chegar sim"

Rodrigo Baptista

"Vou torcer para o tempo ficar firme amanhã. Mas hoje foi muito bom. Fiquei um pouco atrapalhado quando começou a chover mais forte durante a prova, mas deu pra segurar. Foi bom, mas vamos ver amanhã!"

Carlos Ambrósio

"Dei o meu melhor hoje. Dentro daquilo que consegui aprender, pude executar o meu máximo. Estou aqui pra me divertir, ficar na pista e somar pontos, o campeonato é consequência. O Carlinhos andou muito forte, tem muito mais experiência em Interlagos. Fiz uma largada conservadora, como sempre, depois tive uma briga muito limpa com o Adalberto. Inesquecível, ele tá de parabéns, foi super legal!"

Marcio Basso

"Foi uma vitória bem legal, porque a pista estava muito difícil. Eu tive umas disputas muito legais. Depois fui tentar ultrapassar o JP, mas rodei. Em um momento que eu não podia eu rodei, e isso comprometeu a corrida na classificação geral. Mas pelo menos ganhei na Master"

Maurizio Billi

"Uma pena a corrida acabar desse jeito. Eu vinha supercauteloso pra poder ganhar o máximo de pontos possível, já que o campeonato está definido. Foi quando começou a chover e fui passando um por vez, até que aconteceu o acidente. O Ricardo falou que cometeu um erro, mas infelizmente esses erros custam bastante pontos. Tenho respeito enorme por ele e erros acontecem. Mas isso me custa muito em ambos campeonatos, tanto no Sprint quanto no Endurance. A poucas voltas do fim, em uma curva de baixa, então estou super chateado. Além de tudo vou largar em último amanhã, mas vou fazer de tudo pra fechar a última de Sprint do ano na melhor posição possível"

Miguel Paludo

"Isso é corrida. Mas acho que a direção de prova precisa tomar uma decisão rígida, porque além de eu perder o pódio, perdi na disputa pelo campeonato da Cup Sport. Então acabaram as minhas chances de título, mesmo que amanhã eu ganhe. Não estava forçando a passagem pelo Pedro Queirolo, apesar de eu estar mais rápido que ele. Era questão de mais uma ou duas voltas para passar. Mas infelizmente a batida veio de trás"

Marcelo Hahn

"Eu não estou nem acreditando, ainda não caiu a ficha! Acho que toda a uruca que eu tinha saiu lá em Goiânia. O tempo foi baixando cada vez mais, a pista foi ficando melhor, o pneu esquentou e quando eu virei a volta ainda era cedo. Eu fiquei esperando pra ver se alguém ia baixar, mas ninguém baixou. Estou muito feliz! Nessa prova especial, é um privilégio enorme estar aqui"

Rodrigo Mello

"Pra mim é um orgulho largar da segunda posição! Última etapa da Sprint, uma emoção única porque eu coloquei "Massa" no meu carro, quero chegar e subir no pódio! E se eu subir no pódio, vou levar o logo do Massa comigo, com certeza. Essa é a minha emoção!"

Otavio Mesquita

"A tomada foi maravilhosa, o carro estava perfeito. A nossa estratégia foi largar na frente do Gonzalo Huerta e economizar pneus, então precisamos dar apenas três voltas rápidas para garantir o terceiro lugar, cinco posições à frente do nosso concorrente"

Cristiano Piquet

"Sair na segunda fila não está mal. Como falei ontem, se estivesse até o quinto lugar estaria feliz. Está bom, está ótimo. O carro está bom. Nos treinos de ontem eu saí com o carro melhor do que os outros, mas hoje todos já chegaram mais próximo do ajuste ideal e fica mais difícil. Mas assim já está bom!"

Marcio Mauro

"Tentei fazer o carro andar um pouco mais rápido na segunda parte do circuito, mexemos em algumas configurações, mas percebi que o carro não está "colando" a frente. Depois eu relaxei e pensei em me divertir. Já que estou pela primeira vez correndo no evento junto da Fórmula 1, é uma grande emoção e estou feliz. Vamos ver o que vai sair dessa largada, já que vou sair por dentro e espero subir um pouco essa posição"

Eloi Khouri

"Foi uma classificação muito difícil, apesar de me sentir mais rápido que ontem. Mas tudo bem, geralmente nas corridas vou melhor do que nas classificações. Então estou tranquilo"

Gonzalo Huerta

Resultados

Cup – Corrida 1
1. Pedro Queirolo
2. Rodrigo Baptista
3. Werner Neugebauer
4. Sylvio de Barros
5. JP Mauro
6. Marcel Visconde
7. Lico Kaesemodel
8. Carlos Ambrósio (S)
9. Adalberto Baptista (S)
10. Marcio Basso (S)
11. Maurizio Billi (M)
12. Darío Giustozzi (M)
13. Rodolfo Toni (S)
14. Paulo Pomelli (M)
15. Tom Filho (S)
16. Marcelo Hahn (S)
17. Miguel Paludo
18. Ricardo Baptista
19. Guilherme Figueirôa (M)

Challenge - Quali
1. Rodrigo Mello 1min41s722
2. Otavio Mesquita 1min41s750
3. Cristiano Piquet 1min41s824
4. Marcio Mauro 1min42s161
5. Eloi Khouri (S) 1min42s253
6. Daniel Paludo 1min42s258
7. Marcus Vario 1min42s406
8. Gonzalo Huerta 1min42s439
9. Christian Hahn 1min42s486
10. Luis Fernando Elias (S) 1min42s517
11. Ramon Alcaraz (S) 1min43s372
12. Paulo Tavares (S) 1min43s550
13. Christian Germano (S) 1min43s606
14. Mauricio Salla (S) 1min44s119
15. Fabian Gruccio (S) 1min44s802
16. Guilherme Reischl (S) 1min45s276
17. Luca Seripieri (S) 1min45s615
18. Guillermo Caso (S) 1min46s273
19. Alejandro Pimentel (S) 1min47s206
20. Rouman Ziemkiewicz (S) sem tempo

Classificação

Cup Sport (com descartes):
1. Carlos Ambrósio 82
2. Marcio Basso 80
3. Adalberto Baptista 79
4. Marcelo Hahn 76
5. Beto Leite 10
6. Gil Farah 8

Notícias

Página inicial