Motor On Line
Notícias-

Stock Car: categoria corre pela primeira vez em Minas Gerais
Reportagem: RF1
Foto: Carsten Horst
Autódromo dos Cristais, em Curvelo (MG), recebe a Stock Car pela primeira vez e traçado é o de maior extensão do Brasil, superando o de Interlagos.

A penúltima etapa da Stock Car 2016 marca a estreia da principal categoria do automobilismo nacional no estado de Minas Gerais, o segundo mais populoso do Brasil (atrás apenas de São Paulo). Além desta novidade, o piloto Ricardo Zonta, da Shell Racing, destaca outro ponto interessante: o Circuito dos Cristais, em Curvelo (MG), passa a ser o maior do calendário, com 4,4 km, superando inclusive o tradicional Autódromo de Interlagos, que recebeu a F-1 no último domingo.

"Não cheguei andar na pista, vi os vídeos de quem andou. Gosto de desafios, serão 4,4 km, aproximadamente 100 metros a mais que o traçado de Interlagos, então a volta é bastante longa para um Stock Car e com 18 curvas o desafio de fazer uma volta perfeita ficar ainda mais difícil. Ainda teremos a novidade do público mineiro, que agora poderá acompanhar de perto as nossas corridas", diz Zonta, que subiu no pódio neste ano em Cascavel (PR).

Para Rodolpho Mattheis, chefe da equipe Shell Racing, que vem de vitória em Goiânia, o objetivo do final de semana é voltar a subir no pódio para continuar em ascensão neste final de temporada, além de entrar novamente no top-5 do campeonato por equipes.

"Nós vencemos na última etapa com o Átila e o Zonta fez uma grande prova de recuperação ultrapassando mais de 20 carros na segunda corrida, então estamos bastante confiantes para mais um ótimo desempenho em Curvelo, onde todas as equipes terão que iniciar um set up básico praticamente do zero. As primeiras informações que temos é que se trata de uma pista travada, com muitas curvas em segunda marcha. Estamos empolgados em correr em uma nova pista, em especial em Minas Gerais, onde a Stock nunca correu", diz Mattheis.

Os treinos da Stock Car em Curvelo serão iniciados nesta sexta-feira (18), a partir das 9h da manhã. O classificatório será no sábado às 12h50, com transmissão ao vivo do Sportv, que também exibe a rodada dupla no domingo às 13h.

Programação em Curvelo:

Sexta-feira, dia 18
9h20 às 9h45 - Treino Extra Grupo 1
9h50 às 10h15 - Treino Extra Grupo 2
12h50 às 13h50 - Treino Livre 1 Grupo 1
13h55 às 14h55 - Treino Livre 1 Grupo 2

Sábado, dia 19
9h10 às 9h50 - Treino Livre 2 Grupo 1
9h55 às 10h35 - Treino Livre 2 Grupo 2
12h30 às 13h50 - Classificatório

Domingo, dia 20
13h - Largada Corrida 1 (45 minutos + 1 volta)
14h10 - Largada Corrida 2 (30 minutos + 1 volta)

Classificação do Campeonato:

1-) Felipe Fraga, 252 pontos
2-) Rubens Barrichello, 223
3-) Valdeno Brito, 189
4-) Marcos Gomes, 165
5-) Diego Nunes, 159
6-) Max Wilson, 159
7-) Daniel Serra, 157
8-) Vitor Genz, 149
9-) Átila Abreu, 146
10-) Cacá Bueno, 138
11-) Allam Khodair, 137
12-) Ricardo Mauricio, 135
13-) Thiago Camilo, 123
14-) Galid Osman, 113
15-) Julio Campos, 108
16-) Ricardo Zonta, 108
17-) Sergio Jimenez, 101
18-) Gabriel Casagrande, 73
19-) Rafael Suzuki, 72
20-) Denis Navarro , 71
21-) Nestor Girolami, 71
22-) Guga Lima, 71
23-) Lucas Foresti, 65
24-) Raphael Abbate, 64
25-) Felipe Guimarães, 51
26-) Bia Figueiredo, 50
27-) Popó Bueno, 46
28-) Felipe Lapenna, 41
29-) Tuka Rocha, 36
30-) Danilo Dirani, 30
31-) Xandynho Negrão, 22
32-) Luciano Burti, 11
33-) Guilherme Salas, 6
34-) Fabio Carbone, 2
35-) Alceu Feldman, 0
36-) Thiago Marques, 0
37-) Beto Cavaleiro, 0
38-) Cezar Ramos, 0

Sobre a Raízen:

A Raízen se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 24 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2 bilhões de litros de etanol por ano, 4,5 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 64 aeroportos, possui 63 terminais de distribuição e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 5.800 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial