Motor On Line
Notícias-

Stock Car: Hot Car dá lição de união e superação em Curvelo
Reportagem: Fernanda Gonçalves / Beatriz de Paula
Foto: Vanderley Soares
FGCom
Time de Amadeu Rodrigues passa a madrugada consertando o carro de Felipe Lapenna, que mostra competitividade até ser obrigado a abandonar a Corrida Principal.

Apesar do resultado final não ter sido o esperado, o chefe da equipe Hot Car Competições (Bardahl), Amadeu Rodrigues, deixou o Circuito dos Cristais, em Curvelo (MG), palco da 11ª e penúltima etapa da Stock Car, neste domingo (dia 20), com a sensação de missão cumprida.

O time passou a madrugada trabalhando no conserto do carro de Felipe Lapenna, que teve a quebra da ponta do eixo da homocinética e bateu forte no classificatório de sábado (19). Mais que pronto, a equipe conseguiu deixar o Stock #110 rápido e competitivo.

Lapenna largou em 20º e já fechou a primeira volta da Corrida Principal em sexto. O piloto vinha num ritmo forte, mas faltando cinco voltas para o final foi obrigado a abandonar, após nova quebra da ponta do eixo. A peça, que foi totalmente trocada, será analisada pela categoria, já que além dos dois incidentes com Lapenna, o piloto Daniel Serra também sofreu uma batida pelo mesmo motivo nos treinos livres.

No Stock Car #26, o paulista Raphael Abbate também mostrou bom ritmo e terminou a segunda prova marcando pontos, com a 11ª posição. As vitórias na estreia da pista mineira ficaram com Felipe Fraga, que ampliou ainda mais sua vantagem na liderança do campeonato, e Ricardo Maurício. A Stock Car terá sua etapa final no dia 11 de dezembro, em Interlagos (SP), em prova com pontuação dobrada.

"Depois de uma madrugada intensa de trabalho, ter conseguido deixar o carro do Lapenna super rápido, competitivo, foi como uma vitória para nós. Ele fez uma largada espetacular e tinha tudo para chegar entre os primeiros na Corrida Principal. Mas, infelizmente, tivemos a quebra da mesma peça que provocou o acidente no treino de ontem. Ainda vamos analisar o que motivou essa quebra, já que eram peças novas, dentro do prazo de uso e não deveria quebrar assim", comentou Amadeu Rodrigues.

"Mas o que fica, pra mim, é a lição de superação que conseguimos mostrar, o trabalho e união de toda a equipe. Depois de tudo isso, estar entre os seis melhores numa corrida, numa categoria como a Stock Car, é uma prova de que somos competitivos. Apesar do resultado final não ter sido o que gostaríamos, essa atuação conta muito", completou.

Lapenna também lamentou a quebra e agradeceu o trabalho do time. "Fiz uma largada muito boa. No ‘pulo’, já consegui passar alguns carros. Depois, passei por fora na curva 1 e, na 2, eu fiquei bem por dentro quando vi a confusão. Virei o volante todo pra dentro e consegui passar vários carros. Eu vinha num ritmo muito bom, disputando com o Thiago (Camilo) de forma limpa em várias voltas, até que uma hora meu acelerador ficou travado e eu acabei passando reto e cai quatro posições. Dei umas ‘bombadas’ e o acelerador destravou e continuei. Mas depois a ponta do eixo quebrou, a roda saiu e tive de abandonar. Foi uma pena. Tinha tudo para chegar entre os seis se não acontecesse nada. O pessoal fez um trabalho muito bom de ontem pra hoje e seria recompensador ter este resultado para todo mundo", declarou o paulista do Stock #110.

Abbate também avaliou seu desempenho na primeira etapa da Stock Car disputada em Curvelo e agora foca na disputa da última etapa do ano.

"Comecei a primeira prova muito bem, ganhei várias posições na largada. Tinha um ritmo forte, vinha ultrapassando os carros, mas infelizmente numa ultrapassagem eu acabei forçando e escapei e saí da pista. Fiquei pra trás com isso e decidimos então mudar a estratégia pra segunda corrida. Novamente, a largada foi boa. Ganhei posições, vim ultrapassando o pelotão, mas infelizmente o carro começou a falhar, provavelmente esquentou a temperatura do combustível, porque estava muito calor. E acabei perdendo posições. Agora é trabalhar para Interlagos, com pontuação dobrada, para terminar bem o campeonato", completou o piloto do Stock #26, que tem três Top-10 na temporada.

Resultado - Corrida 1*

1-) 88 FelipeFraga (Cimed Racing) - 24 voltas em 47min46s344 (média de 133,2 km/h)
2-) 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) - a 0s979
3-) 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) - a 3s614
4-) 18 Allam Khodair (Full Time Sports) - a 5s937
5-) 51 Átila Abreu (Shell Racing) - a 10s374
6-) 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) - a 12s906
7-) 4 Julio Campos (C2 Axalta Racing) - a 16s640
8-) 83 Gabriel Casagrande (C2 Axalta Racing) - a 20s319
9-) 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) - a 25s020
10-) 70 Diego Nunes (União Química Racing) - a 25s606
11-) 117 Guilherme Salas (RZ Motorsport) - a 27s206
12-) 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) - a 28s470
13-) 8 Rafael Suzuki (Vogel Motorsport) - a 30s636
14-) 9 Guga Lima (TMG Racing) - a 31s690
15-) 73 Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) - a 33s816
16-) 0 Cacá Bueno Red Bull Racing) - a 1min01s550
17-) 5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) - a 1min02s533
18-) 25 Tuka Rocha (RZ Motorsport) - a 1min16s172
19-) 3 Bia Figueiredo (União Química Racing) - a 1 volta
20-) 99 Xandynho Negrão (Cavaleiro Sports) - a 2 voltas
21-) 110 Felipe Lapenna (Hot Car Competições) - a 5 voltas
Não Completou
22-) 77 Valdeno Brito (TMG Racing) - a 17 voltas
23-) 29 Daniel Serra (Red Bull Racing) - a 18 voltas
24-) 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) - a 16 voltas
25-) 65 Max Wilson (Eurofarma RC) - a 8 voltas
26-) 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) - a 4 voltas
27-) 63 Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) - a 1 volta
28-) 12 Lucas Foresti (Full Time-ProGP) - a 1 volta
29-) 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) - excluído
Melhor Volta: Marcos Gomes, 1min52s814 (média 141,0 km/h)
*Resultados técnicos sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Resultado - Corrida 2*

1-) 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma-RC ) - 16 voltas em 30min48s889 (média de 137,6)
2-) 25 Tuka Rocha (RZ Motorsport) - a 2s028
3-) 29 Daniel Serra (Red Bull Racing) - a 2s775
4-) 77 Valdeno Brito (TMG Racing) - a 3s413
5-) 5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) - a 3s929
6-) 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) - a 5s243
7-) 65 Max Wilson (Eurofarma RC) - a 7s606
8-) 4 Julio Campos (C2 Axalta Racing) - a 8s805
9-) 63 Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) - a 9s210
10-) 3 Bia Figueiredo (União Química Racing) - a 10s252
11-) 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) - a 12s018
12-) 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) - a 1 volta
13-) 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) - a 1 volta
14-) 51 Átila Abreu (Shell Racing) - a 1 volta
15-) 70 Diego Nunes (União Química Racing) - a 1 volta
16-) 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) - 1 volta
17-) 88 Felipe Fraga (Cimed Racing) - a 1 volta
18-) 83 Gabriel Casagrande (C2 Axalta Racing) - a 1 volta
19-) 9 Guga Lima (TMG Racing) - a 1 volta
20-) 117 Guilherme Salas (RZ Motorsport) - a 1 volta
21-) 8 Rafael Suzuki (Vogel Motorsport) - a 1 volta
22-) 73 Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) - a 1 volta
23-) 0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) - a 2 voltas
24-) 18 Allam Khodair (Full Time Sports) - a 3 voltas
25-) 99 Xandynho Negrão (Cavaleiro Sports) - a 4 voltas
Não Completou
26-) 12 Lucas Foresti (Full Time-ProGP) - sem tempo
27-) 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) - sem tempo
28-) 110 Felipe Lapenna (Hot Car Competições) - sem tempo
29-) 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) - sem tempo
Melhor Volta: Marcos Gomes, 1min51s941 (142,1 km/h)
*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Classificação do Campeonato:

1-) 88 Felipe Fraga - 282 pontos
2-) 111 Rubens Barrichello - 248
3-) 77 Valdeno Brito - 200
4-) 80 Marcos Gomes - 192
5-) 70 Diego Nunes - 173
6-) 29 Daniel Serra - 169
7-) 65 Max Wilson - 167
8-) 51 Átila Abreu - 166
9-) 90 Ricardo Mauricio - 162
10-) 46 Vitor Genz - 158
11-) 18 Allam Khodair - 157
12-) 0 Cacá Bueno - 146
13-) 21 Thiago Camilo - 141
14-) 4 Julio Campos - 132
15-) 28 Galid Osman - 128
16-) 73 Sergio Jimenez - 110
17-) 10 Ricardo Zonta - 108
18-) 83 Gabriel Casagrande - 89
19-) 5 Denis Navarro - 88
20-) 8 Rafael Suzuki - 83
21-) 9 Guga Lima - 81
22-) 63 Nestor Girolami - 77
23-) 26 Raphael Abbate - 68
24-) 12 Lucas Foresti - 65
25-) 3 Bia Figueiredo - 58
26-) 25 Tuka Rocha - 54
27-) 66 Felipe Guimarães - 51
28-) 74 Popó Bueno Cavaleiro - 46
29-) 110 Felipe Lapenna - 41
30-) 56 Danilo Dirani - 30
31-) 99 Xandynho Negrão - 23
32-) 117 Guilherme Salas - 19
33-) 14 Luciano Burti - 11
34-) 45 Fabio Carbone - 2
35-) 6 Alceu Feldman - 0
36-) 1 Thiago Marques - 0
37-) 7 Beto Cavaleiro - 0
38-) 11 Cezar Ramos - 0

Notícias

Página inicial