Motor On Line
Notícias-

Kart: Guilherme Figueiredo brilhou em sua estreia nos USA
Reportagem: Flávio Quick / Fabíola Cadar
Foto: Flávio Quick
Quick Comunicação
Pela primeira vez no exterior piloto liderou treinos e lutou pelo título até a Final.

O Las Vegas Convention Center, na cidade do mesmo nome no estado de Nevada, nos Estados Unidos, recebeu na última semana, entre os dias 16 e 20 de novembro, a 20ª edição da maior competição de kart do planeta, o SKUSA - Supernationals.

O evento, que recebe competidores de todas as partes do um mundo, tinha cerca de 30 pilotos brasileiros espalhados por sete das dez classes. Com grande destaque desde os primeiros treinos o sergipano Guilherme Figueiredo (Banese Card | Maratá | Mini | Restaurante Karrancas | D.Racing), apesar de anos 11 anos, já tem uma experiência bastante considerável no Brasil e, sem se intimidar com os 80 concorrentes que tinha em sua categoria, liderou treinos e se destacou muito ao longo de todo o evento.

Guilherme conseguiu ser o segundo mais veloz na tomada de tempos e, com isso, teve o direito de largar em todas as corridas classificatórias na primeira fila, uma vez que ele foi o pole-position do grupo "B". Deste modo, com muita garra e sabendo que a definição seria apenas na corrida Final, nas classificatórias Figueiredo procurou se manter entre os primeiros, sem a preocupação premente de vencer. Assim, ele registrou o sétimo lugar no confronto BxC, o quarto no embate BxD e o sexto lugar, no AxB.

Muito animado e confiante no trabalho da equipe RPG e em seu chassis Tony Kart o jovem sergipano seguiu então para a Final, disputada na manhã deste domingo. Com um kart perfeitamente acertado ele seguiu para a prova, porém, logo na largada, sentiu que algo não estava bem. Foi necessária apenas uma volta para Guilherme detectar que o pneu de seu kart havia furado e, com isso, o piloto foi obrigado a abandonar a última e decisiva prova do SKUSA 2016.

"Não tenho como dizer que estamos felizes, mas, certamente, conformados com o que aconteceu. O Guilherme foi incrível durante toda a semana. Se adaptou muito bem ao kart, andou rápido, poupou o equipamento sem se envolver em brigas nas classificatórias e foi para a Final com chance real de lutar pelo título. Infelizmente, um detrito qualquer, acabou com a possibilidade de brigarmos por um lugar no pódio ou, até mesmo a conquista do título. Voltamos para Sergipe com a certeza de que o Gui está pronto para voltar para cá e brigar de igual para igual com os americanos em busca das vitórias. Agradecemos aos nossos patrocinadores e incentivadores da carreira do Gui - Banese Card | Maratá | Mini | Restaurante Karrancas | D.Racing", comentou Thiago Figueiredo, pai do piloto.

Notícias

Página inicial