Motor On Line
Notícias-

Quebra tira Jair e Duda Bana das 500 Milhas de Londrina 2016
Reportagem: Bispo Neto
MRT

A participação da dupla curitibana Jair e Duda Bana (Pirelli / Bana Pneus) mais uma vez foi rápida em 2016, mas com boa performance enquanto estiveram na pista, durante a 25.ª edição das “500 Milhas de Londrina”, tradicional prova do automobilismo paranaense, disputada no sábado (26/11), no Autódromo Ayrton Senna, no Norte do Paraná. Largando da pole position, Jair n Duda Bana lideraram a prova desde o início, por 83 voltas, mas abandonaram com 99 voltas, por quebra da suspensão traseira do Protótipo Predador duas vezes durante a corrida.

Os pilotos Jair e Duda Bana (Pirelli / Bana Pneus) disputaram as “500 Milhas de Londrina 2016”, com o Protótipo Predador, preparado pela G-Stage, que é equipado com motor Audi de 4 cilindros turbo, que desenvolve 300 cv de potência, câmbio seqüencial Hewland e pneus Pirelli de F-3, no Grupo I. No quarto e último treino livre, o carro pilotado por Duda Bana quebrou a suspensão traseira pela primeira vez, ficando impossibilitado de participar do treino classificatório diurno na sexta-feira (25/11).

Durante o treino classificatório noturno, realizado na sexta-feira, a partir das 20 horas, na primeira passagem, Duda Bana (Pirelli/Bana Pneus) marcou o tempo de 1min14s250, ficando com a pole position temporária. Mas em seguida foi para os boxes, com problemas de pane elétrica. Claudio Ricci foi para a pista e baixou novamente o tempo para 1m13s973, retomando à pole position. Depois de 10 minutos parado, o Predador retornou à pista e em seguida cravou o tempo de 1min13s852 e na volta seguinte garantiu a pole position em definitivo, marcando 1min13s292 numa “briga” fantástica, que vai entrar para a história das 500 Milhas de londrina.

Na largada das 500 Milhas 2016, Jair Bana partiu da pole position e perdeu o primeiro lugar por três voltas, mas na quarta passagem assumiu a liderança, passando a abrir vantagem para o segundo colocado a cada volta completada. Com uma hora de corrida, após 44 voltas completadas, a vantagem era de uma volta para o segundo e terceiro lugares. Mas na segunda hora de prova a suspensão quebrou novamente e Predador foi para os boxes. Voltou para a pista, mas abandonou a corrida com 99 voltas completadas. “Mais uma vez a quebra nos tira da corrida. Tínhamos um carro muito bom, mas a suspensão quebrou três vezes e nos tirou a chance de “brigar” pela vitória. O importante é que enquanto estávamos na prova, fomos os mais rápidos. Agora é pensar em 2017, para voltar a vencer em Londrina”, declarou Jair Bana (Pirelli / Bana Pneus).

A classificação final Geral da 25.ª edição das 500 Milhas de Londrina foi a seguinte:

1.º) Mauro Kein / Paulo Souza / Tiel de Andrade (P2), 262 voltas em 6h35min37s125;
2.º) Leandro Totti / Maicon Tumiate (P3), a 1 volta;
3.º) Rafael Simon / Cali Crestani (P2), a 1 voltas;
4.º) Luiz Bley Jr / Aloysio Moreira (P3/2), a 8 voltas;
5.º) Fernando Oashi / Emílio Padron / Fernando Fortes (P3/1), a 14 voltas; e em
6.º) César Bonilha / Enrico Pucci / Felipe André (P3), a 18 voltas.

A 26.ª edição das 500 Milhas de Londrina já está marcada para os dias 23, 24 e 25 de novembro de 2017, no Autódromo Internacional Ayrton Senna.

Notícias

Página inicial