Motor On Line
Notícias-

F-Truck: categoria terá prova histórica no próximo sábado
Reportagem: Osires Junior
Foto: Rodrigo Ruiz
JR Assessoria
Prova celebra os 82 anos da cidade e decide o título do ano.

O público londrinense tem motivos de sobra para ir ao Autódromo Ayrton Senna, no próximo sábado (10), para acompanhar a última etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, a segunda a ser realizada na cidade este ano. A prova marcará as comemorações dos 82 anos de Londrina e entra para a história por ser a primeira vez que uma etapa acontece em um sábado. Mas existem outros fatores que tornam a prova histórica.

"Será muito legal participar de uma prova assim, histórica. Teremos um grande evento em Londrina e quem for ao autódromo vai gostar muito", disse Raijan Mascarello, que tem pontos em comum com os envolvidos nas história do próximo sábado.

Djalma Fogaça e Pedro Muffato são duas figuras emblemáticas dentro da categoria, e estão finalizando a temporada e a carreira com a prova em Londrina. Djalma fecha 35 anos de carreira, enquanto Muffato completou 50 anos. Raijan tem uma relação especial com ambos.

“O Djalma me abriu as portas na categoria em 2013. Tive um grande aprendizado com ele e com toda a equipe. Ainda estou duvidando que ele vai parar”, conta Raijan. Porém, o anúncio já se tornou público através das redes sociais de Fogaça. "Acho que ele volta atrás", completa Raijan.

Já com Pedro Muffato a relação é mais de família. Pedro é um dos pioneiros da cidade de Sapezal (MT), e o pai de Raijan chegou na mesma época à cidade. Acabaram sendo vizinhos de área rural. Hoje, Pedro e Raijan possuem negócios agrícolas em Sapezal e na última semana receberam a comenda de Cidadão Mato-Grossense da Assembleia Legislativa em Cuiabá.

“Seo Pedro merece todas as homenagens e elogios. Não é pra qualquer um pilotar um caminhão de quatro toneladas. Imagina ele com 76 anos. É algo surpreendente”, avalia o piloto nascido no Paraná.

Disputa pelo título

A decisão deste ano envolve os paulistas Felipe Giaffone, da RM Competições, e Paulo Salustiano, da ABF / Mercedes. Giaffone tem 350 pontos e pode levar a Volks / MAN ao seu terceiro título consecutivo – os outros dois foram conquistados por Leandro Totti. Para ficar como título, Giaffone só precisa completar uma das duas etapas da corrida entre os dez primeiros colocados.

Se isso acontecer, o público verá a quebra da hegemonia de Wellington Cirino, único tetracampeão desde 2008.

“É hora de usar a inteligência e manter a regularidade que tivemos no campeonato”, aponta Felipe Giaffone.

Paulo Salustiano foi pole e o vencedor da corrida disputa em Londrina no mês de julho e espera fechar bem o ano e contar com um pouco de sorte para conquistar o título.

“Tenho que acreditar sempre, e agradecer por mais uma vez estar em uma decisão de campeonato com um piloto muito especial”, afirma.

A programação em Londrina será aberta na quinta-feira (8), com dois treinos livres. O primeiro às 13h e o segundo às 16h. Na sexta-feira, acontece o terceiro treino livre a partir das 11h, com o treino de classificação para a definição do grid às 15h. A corrida, no sábado, começa as 16h15.

Notícias

Página inicial