Motor On Line
Notícias-

Marcelo Henriques conquista a primeira pole position da Fórmula Inter
Reportagem: João Alberto Otazú
Foto: Rodrigo Ruiz
Mastermídia
Prova inaugural em Interlagos será neste domingo, a partir das 14 horas.

O mineiro Marcelo Henriques, de 34 anos de idade, entrou para a história do automobilismo como o primeiro pole position da Fórmula Inter, nova categoria de monopostos que faz sua estreia neste domingo (18/12), a partir das 14 horas, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, como uma das principais atrações do Campeonato Paulista de Automobilismo. Ele estabeleceu a marca de 1min50s283 para os 4.309 metros do circuito.

"Pelo que acredito do futuro da Fórmula Inter é uma grande honra fazer história com esta pole position. Esta vai ser a melhor categoria de Fórmula do Brasil em pouco tempo. Amanhã (domingo) vamos fazer a primeira corrida e muita coisa pode acontecer, tudo é muito novo, mas vamos atrás de mais história", comentou o piloto de Juiz de Fora, que já correu de kart e Stock Jr.

Completando a primeira fila vai largar o carioca Gustavo Coelho (27 anos), que nunca havia competido em autódromo, apenas em kart amador no Rio de Janeiro. "De um lado estou com a sensação de que podia ter ido um pouco melhor e de outro estou muito satisfeito, pois não imaginava que seria possível largar da primeira fila na minha estreia. Acho que vai ser uma prova emocionante".

O empresário Marcos Galassi resumiu o seu sentimento após ver todos os carros voltando para os boxes e com todos os pilotos sorrindo após a tomada de tempos. "Isso é uma reunião de sonhos. Representamos através de nossos carros os sonhos que estes meninos estão realizando, alguns que estão estreando e vieram do rental kart e estão tendo a oportunidade de andar em Interlagos com tempos bem abaixo de dois minutos. Como eles, nós nunca desistimos de nossos sonhos, e agora vamos sedimentar as nossas realizações", disse emocionado e realizado o mentor e promotor da Fórmula Inter.

Além de abrigar pilotos que já competiram de carros de turismo, kart e novatos, a nova categoria atraiu a atenção de quem já corre de monoposto, como o campineiro Luiz Menezes Junior (38 anos), que veio da Fórmula 1.600, e o paulista Marcelo Zebra (47 anos), muito experiente em rallyes. "Preciso pegar mais confiança neste carro que é bem diferente do Fórmula 1600, para ficar mais rápido. A corrida será longa e cansativa e vai exigir muito preparo físico", aponta o piloto que estabeleceu a terceira marca para a largada da prova que terá 40 minutos de duração. "É a primeira vez que ando com a viseira fechada e com pneus slicks no asfalto. O carro é sensacional e vou conhecendo as suas reações e performance a cada volta que dou. Procurei fazer o traçado correto orientado pelos coachs da categoria. Quero fazer uma corrida segura para ir me desenvolvendo nesta nova experiência", emendou o experiente ralizeiro.

Piloto de Americana (SP), com pouca experiência em kart e Fórmula Vê, Pedro Aguiar (21 anos) estava encantado com o seu Fórmula Inter. "Carro sensacional, chão muito bom e dá pra sentir bem o carro. Tudo perfeito, elogiou o responsável por abrir a terceira fila do grid. "O sentimento pra mim é como se tivesse participado de outro treino livre, para descobrir mais sobre o carro e com isto fui baixando o tempo volta a volta. Na corrida serão novas descobertas e tenho certeza que a evolução será grande", dividiu o mais jovem piloto da categoria, Alexandre Galassi, que acabou de completar 21 anos de idade e vai largar em quarto. O fluminense Rafael Figueiredo (30 anos), de Magé, realizou o seu sonho de andar em um carro de corridas pela primeira vez direto no treino de classificação. "O carro é dócil, muito estável e não senti dificuldade. Agora só preciso de tempo de voo para melhorar", comemorou.

Os mais rápidos no treino de classificação foram:

1) Marcelo Henriques (MG), 1min50s283;
2) Gustavo Coelho (RJ), 1min52s657;
3) Luiz Menezes Junior (SP), 1min52s903;
4) Alexandre Galassi (SP), 1min53s274;
5) Pedro Aguiar (SP), 1min53s387;
6) Rafael Figueiredo (RJ), 1min55s884;
7) Marcelo Zebra, 1min59s567.

Fórmula Inter, a novidade

A Fórmula Inter tem excelente relação custo/benefício, já que adota o modelo em que o competidor paga pelo aluguel do equipamento e dos serviços, e ao chegar à pista para competir encontra o carro pronto para sentar e pilotar. Todos os monopostos são propriedades da Formula Inter, e portando, são mantidos pela mesma, garantindo qualidade, segurança e equilíbrio através do sorteio dos carros a cada corrida. O custo da temporada é equivalente a R$ 13.990 por prova. A modalidade oferece a todos os seus participantes acesso à Academia F.Inter, que ministra aulas de mecânica, dados, pilotagem, media training, marketing, entre outras disciplinas complementares para quem deseja se aprimorar na profissão.

O F-Inter MG-15 foi projetado e construído por José Minelli, com a experiência de mais de 45 anos no automobilismo brasileiro, e certificado por engenheiros de universidade nacional, que se valeram das melhores práticas construtivas e dos mesmos softwares utilizados pelos principais fabricantes de veículos de competição em todo o mundo, e dos mais resistentes e avançados materiais, privilegiando a segurança, performance e competitividade. Cerca de 95% dos componentes do carro foram desenvolvidos e produzidos na fábrica da Formula Inter na região do Autódromo de Interlagos, e foram adotadas soluções sustentáveis como combustível etanol e tinta à base de água.

O Fórmula Inter utiliza rodas de fabricação própria em magnésio de aro 13 polegadas, com tala 8" na dianteira e 11" na traseira, que recebem pneus slick Pirelli PZero Slick, 225/40 VR13 dianteiros e 265/540 VR13 traseiros. O Power train é composto por motor 2.0, quatro cilindros, 16 válvulas, injeção direta, que gera 191 hp e torque máximo de 21 kgfm a 6.000 rpm, alimentado por etanol, acoplado a caixa de câmbio nacional com 5 marchas em "h". A velocidade máxima projetada em Interlagos é de 240 km/h. Nesta estreia todos os monoposto estão com a potência limitada a 160 hp.

A Fórmula Inter tem parceria com a Unica - União da Indústria de Cana de Açucar, Bosch do Brasil, Sparco e Pirelli.

Notícias

Página inicial