Motor On Line
Notícias-

Rally: Bianchini fecha temporada com saldo positivo e vem com tudo 2017
Reportagem: Mércia Suzuki
Foto: Victor Eleutério
MSuzuki Comunicação
Após estrear nos carros, em 2016, no Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country e no Rally dos Sertões, Fabrício Bianchini está com planos promissores para o próximo ano.

Finalizar a temporada com dever cumprido, ótimas conquistas e planos promissores para 2017 é este o balanço da Bianchini Rally que subiu ao pódio em importantes campeonatos e provas de Rally Cross Country e Rally Baja em 2016, seja na categoria carros, como nas motos. Ao longo do ano, a equipe marcou presença no Rally de Barretos, no RN 1500, no Rally Cuesta Off-Road, no Rally dos Amigos, no Baja Jalapão 500 e na Mitsubishi Cup. Uma das veteranas do grid e reconhecida pelo profissionalismo, sobretudo, no segmento de duas rodas, após uma década, o time estreou neste ano na categoria carros no Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country e subiu ao pódio na maior prova off-road do país.

Em setembro, a equipe preparou uma infraestrutura diferenciada e foi única do grid do Rally dos Sertões que teve pilotos em três das quatro categorias - motos, quadris e carros, entre eles, o uruguaio Javier Fernandes nos quadriciclos. Foi sua quinta participação na prova e já tendo participado dois Rally Dakar. O time conquistou pódios nas motos, com o paulista Richard Fliter, que fechou em quinto na Production Aberta e brigava com os ponteiros da categoria. Já nos carros, a dupla Fabrício Bianchini e Caio Santos, venceu três das sete etapas, chegou a liderar na categoria, terminou em segundo na Protótipos T1 e foi a sexta dupla mais rápida na geral dos carros na edição considera uma das mais duras dos 24 anos de história da competição.

"Sem dúvida foi um ano de muito aprendizado e da realização de um sonho. O resultado foi a cereja do bolo. E isso só foi o começo, pois tenho muito gás para queimar nos próximos anos", afirma Bianchini, que após 11 participações nas motos no Rally dos Sertões, neste ano, estreou como piloto na categoria carros. Mais conhecido como "Gaúcho" (é natural de Porto Alegre / RS, mas reside em São Paulo há mais de 20 anos), Bianchini pilotou um T-Rex (MEM). "A experiência foi fantástica e não poderia ser melhor. Nosso desempenho foi muito aquém do que eu imaginava, fazendo com que os planos para 2017 se intensifiquem", ressalta o piloto, que está trabalhando para viabilizar sua participação na edição de 25 anos do Rally dos Sertões, novamente na categoria carros.

Para Santos, que estreou no Rally dos Sertões, após mais de três temporadas na Mitsubishi Cup, a experiência desta temporada foi única. "O Sertões é diferente de tudo que fiz na vida. O sentimento é fantástico de poder terminar em sexto, um rali respeitado mundo afora, além de o T-Rex ser uma máquina! Desde que o Fabrício me colocou "nessa" me apaixonei pelo rali e quero voltar para as próximas edições", explica o navegador que também disputou o Rally RN 1500, no Rio Grande do Norte.

"Terminamos mais uma temporada com o balanço exemplar. Contamos com profissionais muito qualificados e graças a essas pessoas que nos cercam nos últimos anos, a equipe tem vida própria e a sintonia é perfeita, mesmo que eu não consiga estar presente em algumas provas", finaliza Gaúcho.

Para encerrar a temporada, no início de dezembro, a Bianchini Rally participou mais uma vez do Brasil Moto Tour (BMT), nos Lençóis Maranhenses (MA). Um passeio off-road de grande estilo, com clima de competição, que durante quatro dias misturou aventura, velocidade e muita diversão. Entre os pilotos do Cross Country nacional participaram pela equipe: Fabrício Bianchini, Marcos Finato, Rodrigo Terpins, Michel Terpins, Marcos Baumgart, Beco Andreotti, Rafael Cassol e Allan Goldberg.

A Equipe

Com sede na região de Alphaville/ Barueri (SP), a Bianchini Rally nasceu em 2005, quando o piloto Fabrício Bianchini decidiu montar a sua própria equipe. Dois anos depois, com patrocínio do Grupo Infinity Bio Energy, desenvolveu as primeiras motos de rali movidas a álcool no Brasil. Pioneira com o projeto, tornou-se a única equipe Carbon Free na época. Entre 2007 e 2010 ficou conhecida como Infinity Rally Team, mas foi em 2012 que a passou a adotar o nome Bianchini Rally. Ao longo de uma década e pelo profissionalismo conquistado, o time trabalha com pilotos campeões do segmento duas rodas durante o Rally dos Sertões, Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country e Baja. Por dois anos consecutivos (2007 e 2008) foi premiada como Melhor Equipe do Rally dos Sertões. Entre 2013 e 2015, passou a contar também com duplas (carros), no grid da Mitsubishi Cup. E marcando um novo ciclo, partir de 2016 na categoria carros no Rally dos Sertões. Vale destacar ainda, que a Bianchini Rally pratica a compensação e a neutralização de carbono, por meio da Iniciativa Verde, que concedeu pelo oitavo ano consecutivo o selo Carbon Free. Mais informações no www.bianchinirally.com.br.

A Equipe Bianchini Rally conta com patrocínio da McDonald Pelz e Vedacit e apoio da Madeira Energy, KTNY Racing, O Mundo de Maria, QT Engenharia, Melnick Even, Level Assessoria, equipes MEM e Bull Sertões Rally Team.

Notícias

Página inicial