Motor On Line
Notícias-

Rally: Ricardo Martins encerra participação no Dakar 2017
Reportagem: Mundo Press
Foto: Victor Eleuterio
Após etapa complicada e desidratação nas dunas, piloto do Team Rinaldi abandona a disputa das motos a dois dias da chegada na Argentina.

Ricardo Martins encerrou a participação no Rally Dakar 2017. A décima etapa da prova, realizada nesta quinta-feira (12) entre Chilecito e San Juan, na Argentina, foi crucial para o catarinense. Ele passou por muitas dificuldades até sofrer desidratação nas dunas. Melhor brasileiro das motocicletas até o incidente, o piloto do Team Rinaldi confirmou o abandono a apenas dois dias da chegada do maior rally do mundo, programada para este sábado (14) em Buenos Aires, Argentina.

Martins estava em 58º lugar no ranking das motos, além de ocupar a 11ª colocação da categoria G2 (Marathon até 450cc). “A décima etapa foi muito tensa para mim. Fiquei travado em um lugar fora do roteiro e fiz muito esforço para tirar a moto de lá. Consegui seguir na prova, mas depois tive problemas nas dunas. Sofri desidratação e cheguei ao ponto de não conseguir mais levantar. O socorro chegou rápido e logo me recuperei”, relatou.

“Estou bem, mas fora da prova. Obrigado a todos que torceram por mim. O Rally Dakar, sem dúvidas, é uma prova para loucos”, continuou, com bom humor. Martins utilizou os pneus Rinadi HE 42 em mais de sete mil quiômetros de desafios e fazia uma prova consistente, mesmo sendo estreante na prova. A jornada teve início no último dia 2 em Assunção, no Paraguai, e passou pelas altitudes da Bolívia.

As variações de temperatura e condições climáticas dificultaram ainda mais o caminho, tanto que a organização cancelou a sexta e a nona etapas por conta da chuva e de deslizamentos de terra. O Rally Dakar ainda inclui categorias para quadriciclos, UTVs, carros e caminhões.

Sobre a Rinaldi

A Rinaldi iniciou as atividades em 1969 com 60 colaboradores e 15 mil m² de área fabril para produção de materiais de recauchutagem em Bento Gonçalves (RS). A empresa ampliou a produção com as câmaras de ar para as linhas automotiva, transporte e industrial na década de 80, além de introduzir a fabricação de pneus e câmaras de ar para as linhas de motocicletas, agrícola, industrial (não motorizada) e charretes.

A busca pela excelência refletiu em credibilidade no mercado e fortes parcerias. Muito mais que em espaço físico, com área fabril de 35 mil m², a Rinaldi cresceu na geração de empregos diretos, atualmente com 700 colaboradores, e conquistou reconhecimento no mercado.

A fábrica conta com a Certificação da Gestão de Qualidade ISO 9001:2008 e com o aval do INMETRO nos seus produtos da linha de motocicletas. Na área ambiental, a empresa possui o Certificado de Destruição Térmica, por destinar 100% dos seus resíduos sólidos a uma cimenteira para geração de energia. Para conhecer os produtos da Rinaldi, acesse o site oficial.

Notícias

Página inicial