Motor On Line
Notícias-

Rally: Piocerá terminou em Caucaia após 1000 km percorridos
Reportagem: Isis Moretti
Foto: Angelo Savastano
Liberdade de Ideias
Mais uma digna disputa off-road pelo sertão do Nordeste. Terminou neste sábado, 28, o Rally Piocerá 2017.

As dunas da Praia do Cumbuco, na cidade de Caucaia, CE, foi o ponto final da aventura de aproximadamente 1000 km do Rally Piocerá, que largou na última quarta-feira, 25, de Teresina (PI). Foram quatro dias de rally que apresentaram etapas bem distintas umas das outras. Com obstáculos variados e a temperatura sempre alta, pilotos e navegadores foram bastante exigidos e, ao cruzarem a linha de chegada, o desgaste físico era perceptível.

A categoria carros contou com um grid de 81 veículos. Eles estiveram distribuídos nas categorias Master, Graduados, Turismo, Junior e Expedição. O Rally Piocerá ainda teve as modalidades bikes, motos, quadriciclos e UTVs.

A largada do último dia de certame aconteceu às 06:00 hs de Sobral, CE, e foram mais de oito horas de navegação para concluir os 304 km, que passaram por Santo Antonio, Iraçuba, Itapajé e Pentecoste. A dupla da Araponga Rally, Roberto Bontempo e Leonardo Martins, esbanjou elogios a competição. "Prova espetacular. No balanço geral, foi nosso melhor dia (independente de resultado). Foi uma especial extremamente difícil, muito rápida e com médias de velocidade alta. O chão era bem arenoso, com cascalho e os carros derrapavam o tempo todo. Teve mata fechada, dunas... Uma grande festa!", contou feliz Bontempo, que completou. "Não teve muitos balaios, mas os que tiveram valeram por mil, pois eles eram grandes e complicados, e o veículo andava de atravessado o tempo inteiro". É válido lembrar que em 2015, o piloto foi campeão pela categoria Graduados.

No resultado acumulado, Bontempo e Martins conquistaram a 17ª posição da categoria Master. "Mais um rally para o currículo", comemorou o navegador Martins. "Pelo quinto ano consecutivo viemos ao Nordeste participar deste evento que é um dos maiores do Brasil. Esse ano não deu pódio (uma pena), mas completamos todo o roteiro. Tivemos problemas mecânicos no primeiro dia e isso nos tirou a chance de buscar nosso objetivo, porém, o mais importante foi o aprendizado adquirido", afirmou ele.

Outros representantes da Araponga Rally, Miguel Sono e Rosi Vasconcelos avaliaram este Rally Piocerá dos 30 anos como a melhor edição que eles participaram (desde 2013). "Cada dia teve suas características particulares e não podíamos prever o que viria pela frente. Neste último dia, por exemplo, os balaios tiverem um alto grau técnico, pois por conta das derrapagens, os navegadores precisavam aferir o hodometro a todo momento e em um ritmo insano. Enquanto isso, os pilotos encararam as retomadas de médias, diante dos cotovelos que exigiam reduções bruscas nas velocidades para serem feitos. Eles eram bem apertados", descreveu Miguel, dizendo ainda que o trajeto privilegiou passagem por uma bela serra, com um cenário magnífico. No resultado acumulado, o casal ocupou a 12ª posição da categoria Graduados.

Os integrantes da Araponga Rally têm agora diversos compromissos ao longo de 2017. Eles estão confirmados nas principais disputas nacionais, tais como: Mitsubishi Motors, Copa Troller, Rally Transcatarina, Rally Transbahia e Rally dos Sertões, entre outras.

As duas duplas da Araponga Rally tem patrocínio de Quality Grades, Tempore Engenharia e Guandú Mármores e Granitos. E apoio de Liberdade de Ideias Jornalismo e Comunicação Integrada e GRT 4x4.

Notícias

Página inicial