Motor On Line
Notícias-

Pedro Piquet é vice-campeão da Toyota Racing Series
Reportagem: Luis Ferrari
Brasiliense fecha pré-temporada com terceiro e quarto lugares na Nova Zelândia.

O título esteve em suas mãos nas primeiras cinco voltas da corrida decisiva, mas Pedro Piquet encerrou sua participação na Toyota Racing Series com o vice-campeonato.

Depois de triunfar na primeira prova da rodada tripla em Manfeild, o brasiliense de 18 anos de idade foi terceiro colocado na segunda corrida.

Com isso, entrou na bateria final na liderança do campeonato um ponto à frente do australiano Thomas Randle e com dois de vantagem sobre o holandês Richard Verschoor. Na prática, o título ficaria com o piloto mais bem colocado do trio na corrida decisiva.

E começou nas mãos do competidor do carro #5.

Pedro largou em segundo e, a exemplo da primeira corrida do fim de semana, tentou passar o pole Jehan Daruvala na primeira curva. O ataque foi neutralizado, e ele sustentou o segundo lugar, entre o indiano e o neozelandês Marcus Armstrong, que vinha em terceiro. Randle era quarto, Verschoor quinto.

A corrida então foi interrompida com bandeira vermelha na abertura da segunda volta.

Depois foi acionado o safety-car para comboiar os carros até a relargada, na volta 6 das 35 programadas.

Na relargada Armstrong pressionou Piquet, que acabou ficando pelo lado sujo da pista. O neozelandês concretizou a ultrapassagem e Randle arriscou um mergulho a seguir, para assumir o terceiro lugar que valia o título.

O bicampeão da F3 Brasil insistiu até o final. No último trecho da corrida chegou a fazer seus melhores tempos, mas não conseguiu desbancar o adversário australiano do pódio e finalizou a temporada em quarto lugar na pista e segundo no campeonato, por cinco pontos de diferença.

Foi a performance mais consistente da categoria, com 13 top5s consecutivos (incluindo três vitórias). A série só não foi mais expressiva porque na segunda corrida do ano, em Ruapuna, o bicampeão da F3 Brasil teve 30s acrescidos ao seu tempo de prova por mudança de linha ao defender a posição –em manobra que o piloto avaliou como regular no automobilismo europeu. Sem esta punição, Pedro teria vencido aquela corrida, mais 57 pontos no campeonato e o título.

Ele agora volta suas atenções para a FIA F3 Euro. Piquet parte para seu segundo ano na categoria, que tem início em 15 e 16 de abril em Silverstone.

Toyota Racing Series – Classificação final (top5):

1. T. Randle 855
2. P. Piquet 850
3. R. Verschoor 843
4. M. Armstrong 792
5. J. Daruvala 781

Notícias

Página inicial