Motor On Line
Notícias-

F-3 Brasil: irmãos Coletta dão show em Curitiba e estreiam com vitórias
Reportagem: Claudio Reis
Foto: Marcus Cicarello
PlanetKart
Dentro do cockpit dos mais velozes monopostos do Brasil, Murilo Coletta e Marcel Coletta venceram e são lideres de suas respectivas categorias.

A F3 Brasil fez no sábado (18/03) sua primeira rodada dupla da temporada 2017, tendo como palco o Circuito Raul Boesel, do Autódromo Internacional de Curitiba, no Paraná. A categoria voltou a se firmar e agora vem com boas novidades para a nova época, começando pela mudança de "circo", já que estará mais acompanhando a programação da Stock Car e sim o grupo da Porsche Imperio GT3 Cup.

A temporada 2017 será formada por 16 provas em regime de rodada dupla, ou seja, duas corridas à cada etapa da F3 Brasil. A categoria principal, a F3 A não sofreu modificações, porém a antiga F3 Light está muito diferente e agora recebe o nome de F3 Academy.

As mudanças começam pela redução de potencia de seus motores - em aproximadamente 25hp - para se adequar às exigências FIA para que pilotos com 15 anos de idade possam competir e integrem o bom projeto da CBA- Confederação Brasileira de Automobilismo, que dará suporte aos pilotos da Academy em um projeto de preparação dos jovens pilotos oriundos do kart para suas inserções no automobilismo internacional. Serão aulas, workshops e treinamento intenso no aspecto da preparação física, nutricional, normas e regulamentos, técnica de pilotagem, mídia training e muito mais.

Foi dentro desse panorama que os irmãos Murilo e Marcel Coletta (Cesario Formula / Bifarma) fizeram seu primeiro contato com as corridas de monopostos. Kartistas de reconhecido talento e com carreiras repletas de conquistas, passaram a integrar o staff dos "fast drivers" da F3 Brasil, que nesta temporada está aliando a experiência internacional e nacional de renomados pilotos de veículos de fórmula, com jovens kartistas que dão os primeiros passos nas corridas com carros monologares.

Mesmo sendo estreantes, "Rookies" como são conhecidos no meio, Murilo e Marcel aprenderam rápido e esbanjaram talento, não apenas porque chamaram a atenção de todos por seus desempenhos digno de pilotos mais experientes, como porque saíram de Curitiba como vencedores. Marcel Coletta, que correu na classe F3 Academy, venceu as duas corridas e é o líder isolado na tabela de pontos do campeonato. Murilo Coletta foi P3 na primeira corrida, mesmo largando do final do pelotão e, não deixou por menos, vencendo com categoria a segunda prova, disputada parte no seco, parte na chuva.

Prova 1: Primeira corrida e primeira vitória de Marcel e um show de pilotagem de Murilo

Nos treinos livres oficiais na sexta-feira (17), Murilo e Marcel buscaram trabalhar com seus engenheiros para encontrar o melhor ajuste para os carros #7 e #177 da Cesário Fórmula/ Bifarma. Claro, como bons "rookies" aproveitaram para aprenderem o máximo possível, já que não houve treinos pré-temporada e estavam ali, praticamente, dizendo "muito prazer" para seus carros.

No meio da tarde o "qualy" que definiria as posições dos bólidos no grid de largada da primeira corrida, na manhã do sábado (18). Disparados os cronômetros para a tomada de tempos classificatórios, Marcel procurou não errar com o #177 da classe Academy e conseguiu ir bem, colocando seu carro no sétimo posto do grid, que lhe rendia, também, a segunda posição de sua classe. Murilo andou forte e virava tempos que lhe garantiria largar entre os três primeiros, todavia acabou punido com desclassificação, por não ter obedecido a ordem de parada por bandeira vermelha. De resultado, teria de alinhar na última posição do grid.

Na manhã de sábado tudo pronto. Carros reluzentes e um bom público pronto para acompanhar a etapa de abertura do campeonato da F3 Brasil no Circuito Raul Boesel do Autódromo de Pinhais (PR), conhecido do grande público como Autódromo Internacional de Curitiba.

Autorizada a partida, Murilo Coletta nem fez pose de estreante. De pé embaixo, largou de forma magnífica, costurando em meio aos carros da frente, para fechar a primeira passagem já ocupando a quinta posição e pressionando Giuliano Raucci, o quarto colocado. Mais conservador, seu irmão Marcel manteve a posição de largada e fechou a primeira volta na sétima colocação.

Na segunda volta Igor Fraga, pole e líder da prova na classe Academy, deixou a corrida com problemas em seu carro. Com isso, Marcelo Colleta ganhou a sexta posição, ficando logo atrás de seu irmão Marcel e, agora, como líder a F3 B, a Academy.

A grande disputa da prova era justamente a briga pela P4, entre Murilo

Coletta e o experiente Giuliano Raucci, piloto que nas duas últimas temporadas competiu na F4 italiana. Na quinta passagem e no final da reta dos boxes, Murilo conseguiu a aproximação correta, tirou para a linha interna e ultrapassou Raucci, tomando a quarta colocação.

Seu irmão Marcel também parecia um veterano. Impunha um bom ritmo de prova e mostrava estar mais preocupado em manter a vantagem para o P2 na classe Academy, do que andar próximo aos lideres da corrida.

Murilo não arrefecia o pé do fundo do acelerador e com um ritmo avassalador foi descontando a desvantagem que tinha para o terceiro colocado, o veterano Leonardo de Souza. Na nona volta Murilo encostou e passou a pressionar fortemente o piloto do carro #91. Na volta seguinte a experiência de Souza falou alto no final da reta, fazendo o traçado defensivo e deixando espaço para Coletta apenas pela linha externa. Coletta ladeou o carro de Souza, mas recolheu, para duas curvas depois não dar qualquer chance ao concorrente e fazer a ultrapassagem no miolo da pista. Uma ultrapassagem digna de aplauso, porque inteligentemente pensada, ao fazer pelo traçado externo o "S" de baixa, para sair mais lançado e não dar qualquer chance de defesa à Leonardo de Souza. Um show de pilotagem!

Marcel manteve seu ritmo seguro e cerebral. Na 15ª volta assumiu a sexta posição, com o abandono de Vitor Baptista, o pole position, que ficou parado na largada e vinha em prova de recuperação. Na 19ª volta Raucci também abandonou, entregando a P5 para o piloto da Cesário Formula / Bifarma.

Completadas as 26 voltas regulamentares de corrida, Murilo Colleta recebeu a bandeira a quadros na terceira colocação, garantindo uma vaga no pódio em sua primeira corrida fora do kart. Marcelo Coletta veio logo depois, para divisar a linha de chegada na P5 da geral, mas como vencedor na F3 Academy em sua estreia no automobilismo. O detalhe importante é que Marcel chegou com o cambio travado na terceira marcha, pelo que conseguiu receber a checkered flag com apenas 86 centésimos de segundo de vantagem para Enzo Elias, o segundo colocado na Academy.

Prova 2: Hegemonia dos Coletta no alto do pódio

Na segunda corrida o grid observou a inversão regulamentar dos seis primeiro colocados, pelo que Marcel Coletta alinhou na parte externa da primeira fila do grid, na P2 e Murilo Coletta partiu da quarta posição da grelha.

Chovera forte durante a corrida da Porsche GT3 Challenge, no início da tarde, mas, embora ainda úmida, a pista estava praticamente seca, pelo que a maioria dos pilotos optou por largar com pneus "slick", próprios para pista seca. Porém, como pesadas nuvens ainda pairavam sobre o autódromo de Curitiba, os "Coletta Brothers" optaram por arriscar na estratégia de corrida, acreditaram na volta da chuva e equiparam os carros #7, de Murilo e #177, de Marcel com pneus "biscoito", para as 23 voltas de prova.

Luz verde e antes de o compacto pelotão chegar na primeira curva do circuito, com uma largada fantástica, Murilo já era o segundo colocado.

Enquanto Murilo pressionava Pedro Caland - o líder da prova - buscando assumir a dianteira da corrida, Marcel encontrava dificuldades e perdia algumas posições, até ficar na P6 na quinta volta. Em sua classe, a F3 Academy, Marcel era o segundo, mas queria repetir a vitória da primeira corrida. Apertou o ritmo para encostar e atacar no líder de sua classe, mas acabou recuperando duas posições - e a liderança da Academy - após a punição de dois competidores, que trocaram os pneus com menos de cinco minutos para a largada.

Murilo superou o líder, mas foi superado por Vitor Baptista, competidor que tinha o carro "calçado" com pneus slick, e acabou permanecendo na P2. Porém, na 11ª passagem a aposta dos irmãos Colleta se confirmou a mais acertada. A chuva voltou a cair e mudou totalmente o panorama da prova. A desvantagem de duas voltas antes, por estar com pneus de chuva em seu #7, se tornou vantagem e, na volta seguinte, Murilo já era o ponteiro da corrida.

Marcel Colleta mantinha a quarta posição na geral, com o carro de configuração da classe Academy, que conta com menor potencia e pressão aerodinâmica. Mesmo assim, o piloto da Cesário Formula/ Bifarma era novamente o líder da prova em sua categoria.

É importante ressaltar que os irmãos Coletta andaram dez voltas de corrida com pneus de chuva na pista seca. Souberam manter um bom ritmo de corrida, porém pilotando com suavidade, para não destruir os pneus tipo "Wet", de composição mais macia que os slick.

A desvantagem de Murilo para o P2 era impossível de ser descontada nas poucas voltas restantes, pelo que arrefeceu o ritmo e soube administrar sua vantagem sobre o segundo colocado, Pedro Caland, para receber a consagradora "checkered flag" na primeira colocação. Na sequência, seu irmão Marcel cruzou a linha de chegada na terceira posição geral e bisando a vitória na F3 Academy.

Pilotos de reconhecido talento em suas vitoriosas carreiras no kartismo, Murilo e Marcel Coletta (Cesario Formula/ Bifarma) tiveram neste final de semana seu primeiro contato com um monoposto de corrida e saíram mais que no lucro de um bom aprendizado. Esbanjaram talento e venceram três corridas, subiram em todos os pódios e voltaram para casa como líderes da F3 Brasil "A" e F3 Brasil "B", a Academy, como agora é chamada a antiga classe F3 Light.

"Eu achei a F3 uma categoria muito legal e muito rápida. O carro é muito forte, tem potência e muita aerodinâmica. Achei super legal e ajuda a aprender bastante. Por isso, é uma categoria que, aqui no Brasil, acho que forma pilotos", esclareceu Murilo Coletta, que ainda ressaltou a diferença de pilotagem entre os Shifter Kart, micronomopostos com marchas e o F3. "A diferença do kart para um F3 é gritante. É completamente diferente um do outro. O carro é preso (no chão) e é muito mais forte. O contorno de curva tem downforce que te empurra para baixo, a pressão aerodinâmica é muito mais forte e, por isso, é muito mais difícil (pilotar). Assim, é muito mais fácil você rodar com um fórmula do que com kart".

Seu irmão Marcel, o caçula de três irmãos pilotos campeões, estava exultante com a conquista de duas vitórias - com 100% de aproveitamento - na sua estreia no automobilismo com monopostos: "Foi minha estreia na Formula 3 e foi bem difícil me adaptar com o câmbio. O câmbio do kart, no Shifter Kart, é muito mais fácil porque é sequencial e no Formula 3 B é em "H", então eu tive um pouco de dificuldade nos primeiros treinos, mas no final deu tudo certo e a gente acabou ganhando logo na estreia. Eu me surpreendi com o resultado e estou muito feliz, muito contente com meu desempenho no carro. Gostei muito da categoria F3 Academy".

Murilo também contou como foram a tomada de tempos classificatórios e suas duas corridas: "Foi um final de semana de estreia muito bom. Na tomada de tempo a gente oi desclassificado por ter dado uma volta a mais na tomada de tempo, por causa de uma bandeira vermelha. Acho que foi uma falta de comunicação com o engenheiro, mas acontece. A principal culpa foi minha, que deveria ter entrado direto para o box", explicou sobre a desclassificação na tomada de tempos. "Largamos de último na primeira corrida, fiz uma boa largada e pulei para sexto, se não me engano e chegamos em terceiro, passando muitos pilotos. Para a segunda corrida o grid é invertido entre os seis primeiros, então eu larguei de quarto e escolhi o pneu de chuva, enquanto os outros escolheram (correr) de slick. Essa foi a melhor estratégia para conseguir ganhar", detalhou o piloto da Cesário Fórmula.

Antes de encerrar Murilo deixou escapar uma pequena confidencia, mas que deixava claro o montante das emoções vividas: "Esse foi um final de semana inexplicável e eu nunca vou esquecer disso. Eu acho que é a segunda vez que eu choro (na pista). É a primeira vez que eu choro depois do título no Brasileiro de Kart. É uma emoção única e vai ficar para sempre na memória".

A segunda etapa da F3 Brasil será nos dias 5 e 6 de maio, no Autódromo José Carlos Pace - Interlagos -, em São Paulo.

Confira o resultado completo das duas primeiras etapas da F3 Brasil 2017 e classificação do campeonato:

Corrida 1:
01.- #77 F3A Guilherme Samaia, com 26 voltas em 31:58.918
02.- #52 F3A Pedro Caland, a 27.305
03.- #7 F3A Murilo Coletta (Cesario Formula/ Bifarma), 53.663
04.- #91 F3A Leonardo Souza, a 1:14.355
05.- #177 F3B Marcel Coletta (Cesario Formula/ Bifarma), a 1 Lap
06.- #73 F3B Enzo Elias, a 1 Lap (+0.086)
07.- #119 F3B Pedro Goulart, a 2 Laps
80.- #55 F3B Leonardo Barbosa, a 3 Laps
09.- #12 F3A Giuliano Raucci, a 5 Laps
10.- #45 F3B Sergio Henrique, a 9 Laps
11.- #5 F3A Vitor Baptista, a 12 Laps
12.- #54 F3B Igor Fraga, a 25 Laps
13.- #67 F3B Rafael Barranco, a 25 Laps (+7.277)
Melhor Volta: #77 Guilherme Samaia, com 1:12.598 na 26ª volta (média 196,617 Km/h)

Corrida 2:
01.- #7 F3A Murilo Coletta (Cesario Formula/ Bifarma), com 23 voltas em 32:29.055
02.- #52 F3A Pedro Caland, a 2.015
03.- #177 F3B Marcel Coletta (Cesario Formula/ Bifarma), a 1 Lap
04.- #5 F3A Vitor Baptista, a 1 Lap (+9.721)
05.- #91 F3A Leonardo Souza, a 1 Lap (+28.238)
06.- #77 F3A Guilherme Samaia, com 1 Lap (+21.964)
07.- #54 F3B Igor Fraga, a 1 Lap (+19.077)
08.- #67 F3B Rafael Barranco, a 2 Laps
09.- #45 F3B Sergio Henrique, a 2 Laps (+8.792)
10.- #119 F3B Pedro Goulart, a 2 Laps (+26.543)
11.- #55 F3B Leonardo Barbosa, a 5 Laps
12.- #73 F3B Enzo Elias, a 7 Laps
13.- #12 F3A Giuliano Raucci, a 9 Laps
Melhor Volta: #5 Vitor Baptista, com 1:17.428, na 8ª volta (média de 171,798 Km/h)

F3 Brasil - BRA - 2017 - 1ª - Pinhais - PR - 17/03/2017 -

Classificação

01.- #5 F3A Vitor Baptista, 1:27.852
02.- #77 F3A Guilherme Samaia, a 0.681
03.- #12 F3A Giuliano Raucci, a 4.596
04.- #54 F3B Igor Fraga, a 4.828
05.- #52 F3A Pedro Caland, a 4.953
06.- #91 F3A Leonardo Souza, a 5.699
07.- #177 F3B Marcel Coletta, a 6.445
08.- #67 F3B Rafael Barranco, a 9.366
09.- #73 F3B Enzo Elias, a 11.121
10.- #45 F3B Sergio Henrique, a 14.883
11.- #119 F3B Pedro Goulart, a 18.535
12.- #7 F3A Murilo Coletta, desclassificado

Classificação da F-3 Brasil:

1° Murilo Coletta - 24
2° P. Caland - 24
3° G. Samaia - 20
4° L. Souza - 14
5° V. Baptista - 9

Classificação da F-3 Academy

1° Marcel Coletta - 30
2° P. Goulart - 14
3° E. Elias - 12
4° I. Fraga - 12
5° L. Barbosa - 12
6° R. Barranco - 9
7° S. Henrique - 7

Notícias

Página inicial