Motor On Line
Notícias-

1º dia no CBTurismo o di Mauro crava o melhor tempo para a Shell Racing
Reportagem: Luis Ferrari / Rafael Valesi
Foto: José Mário Dias
Apesar de ser novato e com pouco conhecimento da pista, piloto da Academia Shell Racing brilha e termina treinos coletivos como o mais rápido na categoria de acesso à Stock Car.

O primeiro dia oficial de trabalhos do piloto paulista Gaetano di Mauro no Brasileiro de Turismo, no Autódromo Internacional de Goiânia (GO), não poderia ter sido melhor. O piloto da Academia Shell Racing já mostrou logo de cara seu talento e terminou os treinos coletivos para a etapa de abertura do calendário na primeira colocação.

Apesar de ser estreante na categoria e ter pouquíssimo conhecimento do traçado do circuito goiano, di Mauro foi o mais rápido do dia, em volta registrada na segunda sessão. Na primeira, pela manhã, o piloto da equipe W2 Racing na temporada 2017 ficou na quarta colocação, com o tempo de 1m32s718 - sendo o melhor calouro do grid.

No início da tarde, após ajustes no carro, di Mauro, de apenas 19 anos, conseguiu baixar seu tempo em quase um segundo. Sua melhor passagem registrada foi 1m31s823, perto de quatro décimos à frente do adversário mais próximo. Ele foi o único dos 17 pilotos da categoria a andar abaixo da marca de 1min32s.

A expectativa é que o representante da Academia Shell Racing melhore ainda mais ao longo do fim de semana, já que claramente há margem para evolução. A única vez em que ele havia guiado um carro do Brasileiro de Turismo antes de chegar a Goiânia foi na pré-temporada da categoria, em Londrina (PR), neste mês de março.

Di Mauro volta para a pista nesta sexta-feira (31), para a realização de outras duas sessões de treinos livres, às 9h25 e 13h20. No sábado (1° de abril), acontecerá a primeira corrida da rodada dupla, às 11h55 - o treino classificatório será às 9h45. A segunda prova, no domingo (2), terá largada às 8h35. As corridas terão transmissão ao vivo do canal Sportv.

O Brasileiro de Turismo terá oito etapas, sendo sete delas em rodadas duplas. O encerramento do campeonato será em Interlagos (SP), em 10 de dezembro.

Treinos coletivos Brasileiro de Turismo - Goiânia (GO)

1º. Gaetano di Mauro 1min31s823
2º. M. Cozzi 1min32s012
3º. V. Baptista 1min32s124
4º. R. Reis 1min32s223
5º. E. Coelho 1min32s299

O que eles disseram:

"Estou muito feliz. A equipe trabalhou bem de um treino para o outro e fez algumas mudanças no carro. Estou muito contente. Sobre a pista, fui me adaptando. Fiz uma corrida aqui em Goiânia em outra categoria, mas dei apenas três voltas, o carro quebrou. Meu contato era praticamente zero. Eu não tinha noção de freada. Consegui me adaptar muito bem à pista"

Gaetano di Mauro

"Os pneus estavam muito ruins no primeiro treino, e faltava acertar um pouco o carro. Fomos para o segundo treino com um pneu melhor, e a performance apareceu. Começar com P1 logo no dia da estreia do menino é muito bom! Não sabemos a condições dos pneus dos nossos adversários. Mas, quando andamos com os pneus velhos, ficamos satisfeitos"

Serafim Jr., chefe da W2 Racing

Sobre a plataforma da Raízen em motorsport:

A Raízen, por meio da marca Shell, promove a maior plataforma de patrocínio em esporte a motor no Brasil, a Academia de Pilotos Shell Racing. A marca apoia oito pilotos entre as modalidades do kart, Brasileiro de Turismo, Stock Car e Porsche Império GT3 Cup. O projeto está em linha com a estratégia global da marca, que, além do mais longevo patrocínio do automobilismo mundial com a Scuderia Ferrari na F1, está presente na Nascar, Indycar, V8 Australiana e Campeonato Mundial de Endurance. Em 2017, os representantes brasileiros da Shell Racing já disputaram nove corridas no Brasil, obtendo quatro vitórias, três poles e levando a marca cinco vezes ao pódio

Sobre a Raízen:

A Raízen se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 24 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2,1 bilhões de litros de etanol por ano, 4,5 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 66 bases de abastecimento em aeroportos, 63 terminais de distribuição de combustível e comercializa aproximadamente 25,2 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 5.900 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, a Fundação Raízen possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial