Motor On Line
Notícias-

Kart: Gianluca Petecof fecha 1ª metade temporada europeia do WSK
Reportagem: Luis Ferrari / Rafael Valesi
Foto: Divulgação
Na Itália, piloto da Academia Shell Racing quer fechar o campeonato em alta, e também se prepara para o início do Europeu.

O tradicional circuito de Sarno, em Nápoles - no sul da Itália -, é o palco da 4ª etapa do WSK Super Master Series neste fim de semana (6 a 9 de abril). Para Gianluca Petecof, o desafio marca o encerramento da primeira metade da temporada de competições europeias, na qual o piloto de 14 anos fez sua estreia com a equipe Tony Kart e também na categoria OK. Assim, o objetivo do representante da Academia Shell Racing é voltar a andar forte entre os primeiros colocados para fechar o campeonato com um bom resultado, e também aproveitar a disputa como preparação para o Europeu de Kart, que começa justamente em Sarno, daqui a 15 dias.

Neste ano, Petecof já disputou 25 corridas em cinco etapas na Europa - uma pelo WSK Champions Cup, três pelo WSK Master Series e uma no famoso Winter Cup, onde se destacou com o 5º lugar geral após largar em 17º na final. Um dos mais novos entre os estreantes da categoria OK, que costuma ter mais de 50 competidores por etapa, Gianluca ainda terá, no mínimo, mais seis compromissos no Velho Continente nesta temporada, com as cinco etapas do Campeonato Europeu (passando por Itália, Espanha, França, Finlândia e Suécia) e o Campeonato Mundial, que acontece em setembro, na Inglaterra. Em 2016, entre 100 pilotos da categoria OK Junior, o piloto da Shell Racing ficou com o 5º lugar no Mundial realizado no Bahrein.

De volta a Sarno, a pista de 1.547 metros não será uma novidade para Petecof, que correu lá em 2016 - ainda na categoria OK Junior e por outra equipe -, e também participou de testes particulares com a Tony Kart na semana passada, considerados muito positivos pelo piloto.

Os treinos oficiais para a etapa acontecem entre quinta e sexta-feira, quando também será realizada a classificação e a duas das baterias classificatórias. No sábado, seguem as disputas das corridas classificatórias entre os grupos (os competidores são divididos em cinco grupos após a tomada de tempos), enquanto no domingo (09) serão disputadas a pré-final e final - esta com transmissão ao vivo pelo site www.wsk.it a partir das 9h35 (horário de Brasília). No mesmo endereço, o live timing está disponível em todas as sessões.

O que ele pensa:

"Sarno é uma pista que já corri ano passado, foi uma das minhas primeiras corridas na Europa, e gosto bastante do circuito. Na semana passada, fizemos dois dias de treinos com a Tony Kart e foi ótimo, pois tiveram algumas mudanças no traçado, mas consegui me adaptar e virar rápido, e estou bem confiante para a etapa. Essa temporada tem sido ótima até aqui, pois decidimos subir de categoria para disputar com pilotos bem mais velhos e experientes, até mesmo alguns campeões mundiais que são profissionais do kart europeu, e mesmo assim conseguimos andar na frente em várias ocasiões, então, vamos seguir trabalhando e evoluindo a cada etapa".

Gianluca Petecof

Sobre a plataforma da Raízen em motorsport:

A Raízen, por meio da marca Shell, promove a maior plataforma de patrocínio em esporte a motor no Brasil, a Academia de Pilotos Shell Racing. A marca apoia oito pilotos entre as modalidades do kart, Brasileiro de Turismo, Stock Car e Porsche Império GT3 Cup. O projeto está em linha com a estratégia global da marca, que, além do mais longevo patrocínio do automobilismo mundial com a Scuderia Ferrari na F1, está presente na Nascar, Indycar, V8 Australiana e Campeonato Mundial de Endurance.

Em 2017, os representantes brasileiros da Shell Racing já disputaram quinze corridas no Brasil, obtendo sete vitórias, quatro poles e levando a marca 11 vezes ao pódio.

Sobre a Raízen:

A Raízen se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 24 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2,1 bilhões de litros de etanol por ano, 4,5 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 66 bases de abastecimento em aeroportos, 63 terminais de distribuição de combustível e comercializa aproximadamente 25,2 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 5.900 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, a Fundação Raízen possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial