Motor On Line
Notícias-

F-Truck: pilotos se adaptam ao circuito de Rivera
Reportagem: F-Truck Comunicação
Foto: Rodrigo Ruiz
Cirino faz melhor tempo do dia.

Está encerrado o primeiro dia de atividades no autódromo Eduardo Cabrera, em Rivera, Uruguai, válido pela segunda etapa da Fórmula Truck de 2017. Após o café da manhã com a imprensa e a entrevista coletiva, repleta de expectativa dado ao primeiro contato e ao caráter técnico e desafiador das curvas do trajeto, os pilotos acertaram os últimos detalhes nas máquinas para as duas sessões de treinos livres programadas para o período da tarde.

Na estreia da F-Truck nos Pampas uruguaios, Wellington Cirino, tetracampeão na categoria e segundo colocado na primeira corrida, obteve o melhor desempenho cumprindo o traçado em 1:38.073s. Durante a coletiva, Cirino já destacava a necessidade de rápida adaptação: " É necessário perceber os ângulos, utilizar a técnica. A curva da Turquia, por exemplo, vai definir muita coisa". Centésimos atrás apareceu Paulo Salustiano, líder da competição até o momento, cravando 1:38.073 e 115.3 Km/h. Apesar de uma primeira experiência positiva, Salu ressaltou o grau de desafio do percurso: "É um circuito com pontos cegos, com reta oposta, de muita velocidade. Teremos que trabalhar em acertos para um excelente final", comentou o piloto da ABF Mercedes Benz.

Após a dupla aparece Witold Ramasauskas, arrancando 1:39.858s com uma média de dois Km/h a menos que o mais rápido. Já na casa do 1:40s ficaram Joel Mendes Jr, Fabricio Larrateia e Cristina Rosito, que também alcançaram a casa das 30 voltas. Finalizando a lista aparecem Rogerio Castro, Gabriel Cato, Alan Chanoski e Carolina Cánepa.

Amanhã (08/04) os competidores voltam para mais uma bateria de treinos livres durante a manhã e encerram com os treinos classificatórios, que definem o grid para a primeira corrida internacional da temporada.

Notícias

Página inicial