Motor On Line
Notícias-

Shell Racing sobe ao pódio com Diego Ramos na 3ª etapa da Sprint Race
Reportagem: Paulo Giamarusti
Foto: Divulgação
Em sua estreia no circuito paulistano, piloto fatura o primeiro pódio na categoria.

A Academia Shell Racing voltou às pistas neste sábado (16), para a disputa da terceira etapa da Sprint Race Brasil, no Autódromo de Interlagos, com Diego Ramos como seu único representante.

Superando muitos problemas durante todo o fim de semana, Diego Ramos teve uma boa estreia, em Interlagos. Com um problema no motor do carro, o piloto de 16 anos não conseguiu uma boa classificação no treino oficial e largou na 12ª posição na primeira corrida.

Tentando solucionar o imprevisto, a equipe optou pela troca do motor do carro #113 entre o treino classificatório e a corrida 1, mas não foi o bastante. Com baixo rendimento nas retas, o tricampeão brasileiro de kart não conseguiu brigar com seus adversários e terminou a prova na 14ª posição.

Após nova troca de motor e de toda a parte elétrica do carro, o piloto da Academia Shell partiu da última posição do grid para a segunda prova e fez uma corrida brilhante.

Após a largada, Diego Ramos saiu da 14ª posição para o terceiro lugar em meia volta porém, ao tentar ultrapassar o segundo colocado, Diego foi tocado e caiu para o último lugar, iniciando uma incrível corrida de recuperação.

Com os problemas de desempenho solucionados, Diego foi passando um a um seus adversários e já aparecia em quinto lugar na sétima volta, colado no pelotão da frente. Em linda ultrapassagem, por fora, na reta dos boxes, o piloto da Academia Shell assumia a quarta posição na decima volta, acompanhando de perto o terceiro colocado. Na última volta, em mais uma bela manobra, Ramos supera seu concorrente e termina a corrida em terceiro lugar, subindo ao pódio na sua estreia em Interlagos, em sua terceira corrida de carros na carreira.

A próxima etapa da Sprint Race acontece no dia 21 de julho, em Londrina.

O que ele disse:

"A segunda corrida foi muito boa. Infelizmente tivemos um problema na classificação e na primeira corrida e por isso, largamos em último na segunda. Consegui fazer uma boa largada, fui para terceiro, recebi um toque e cai para último. Fiz uma boa corrida de recuperação, consegui meu primeiro pódio na categoria e na minha primeira corrida em Interlagos, graças a Deus deu tudo certo, estou bem feliz".

Sobre a Raízen:

A Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 26 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2,0 bilhões de litros de etanol por ano, 4,2 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 66 bases de abastecimento em aeroportos, 67 terminais de distribuição de combustível e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 6.000 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, a Fundação Raízen possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial