Motor On Line
Notícias-

Rally: vitória dos gaúchos Franz / Nardi nas 1000 Milhas Históricas Brasileiras
Reportagem: João Alberto Otazú
Foto: Vera Lambiasi
MasterMidia
44 duplas percorreram 1.730 km em quatro dias, passando pelas mais famosas serras de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Os gaúchos Rogério Franz/Mário Nardi (Mercedes-Benz 280 SL Pagoda 1971) venceram o 6º Rallye Internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras, que terminou no último final de semana (23/6) em Gramado, depois de percorrerem 1.730 km em quatro dias, passando pelas mais famosas serras de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

“A gente gosta muito desta prova, pois é longa e exige tanto do carro, como do piloto e navegador. Temos que ter muita garra e concentração, é uma das provas mais exigentes do Brasil. Passamos por ótimos momentos em estradas maravilhosas”, comentou Franz, que venceu esta prova pela quarta vez.

“Arranjamos um grande problema”, admite Eduardo Lambiasi. “Vai ser difícil fazermos um rali melhor do que este, com paisagens tão bonitas, excelente gastronomia, alto nível dos carros e excelentes pilotos e navegadores. Esta sexta edição superou todas as nossas expectativas”, completou o presidente do MG Clube do Brasil, promotor e organizador do evento.

Assíduo participante e uma das grandes atrações do Rallye Internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras, rodeado pelos seus amigos Nelson Piquet estava feliz e sorridente durante a premiação, quando foi homenageado como sócio benemérito do MG Clube do Brasil. “É um evento que encaro sem muito compromisso. Gosto de preparar os meus carros para participar, o que me dá um prazer muito grande. O ambiente é bacana e uma boa oportunidade de ficar com os meus amigos, fazendo o que gosto e relaxando”, assinala o tricampeão mundial de Fórmula 1, que participou com Cadillac 1959.

Vencedores por categoria

Além da quarta vitória na classificação geral, o piloto Rogério Franz e o navegador Mário Nardi venceram na categoria G. Em segundo lugar na geral e nesta classe de carros de 1971 a 1988 ficou a dupla paulista Fernando Camps/Alberto Zoffmann E. Santo. “Independentemente do resultado, o mais legal é o espírito do rali, a confraternização, todos se ajudando. Acho espetacular a dedicação do MG Clube para fazer uma prova tão legal”, afirma o piloto do Porsche 911 T Targa 1972.

Na categoria E – Pós-Guerra (1946 a 1960), a vitória foi dos paranaenses Luiz Leão/Vânia Leão (Volkswagen 1959). “A vitória foi um acontecimento secundário. Eu tive uma participação emocionante em 2011 com o meu pai, com 88 anos de idade. E sete anos depois venho com a minha esposa, que navegou maravilhosamente. Passeamos com todos amigos maravilhosos”, considera o colecionador que administra o Museu de Automóveis Antigos, em Curitiba.

Na categoria F, de 1961 a 1970, os vencedores foram os paulistas Christian Casal de Rey/Frederico Macedo (Corvette Sting Ray 1963), que em quatro participações, obtiveram duas segunda colocações e agora pela segunda vez a terceira posição na classificação geral. “O rali foi muito bom, diferente dos outros, divertido e desafiador, exigiu muita concentração. Vamos continuar tentando chegar lá em cima”, avisa o piloto que venceu os três últimos dias para se recuperar da oitava posição no dia inicial. Finalmente, na categoria Motocicleta a vitória ficou com José Carlos Bartholi (Indian).

O Rallye Internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras é uma realização do MG Club do Brasil, com apoio institucional da Federação Brasileira de Veículos Antigos (FBVA), da Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores (ABEIFA) e da Associação Brasileira de Imprensa Automotiva (ABIAUTO). O evento apoia as ações da campanha MAIO AMARELO.

O 6º Rallye Internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras (www.1000milhashistoricas.com.br) tem o apoio de CDL Shopping Iguatemi de São Paulo, Mercedes-Benz, Toyota, Joalheria Taj, Farinha de Trigo Santa Clara, Brunelli Veículos Antigos, Valisere/Body for Sure, Casa Valduga, Braclean, Aldeia da Serra Biscoitos.

Os dez primeiros no 6º Rallye Internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras foram:

1) Rogério Franz / Mário Nardi (Mercedes-Benz 280 SL Pagoda 1971), 241 pp;
2) Fernando Camps / Alberto Zoffmann E. Santo (Porsche 911 T Targa 1972), 340 pp;
3) Christian Casal de Rey / Frederico Macedo (Corvette Sting Ray 1963), 400 pp;
4) Ricardo Marujo / Felipe Marujo (Porsche 356 C 1965), 712 pp;
5) Maurício Marx / Carolina Costa (Renault R8 Gordini 1965), 1.150 pp;
6) Fernando Leibel / Leonardo Forestieri (Mustang Fasback 1969), 1.394 pp;
7) Leandro Mazzocatto / Lizandra Mazzocatto (Ferrari 308 GTS. 1978), 1.834 pp;
8) Alexandre Zaninoto / Paulo Ferrari (Corvette 1972), 1.851;
9) Luizinho Leão / Vânia Leão (Volkswagen 1959), 2.988;
10) Marcel Gitelman / Maurice Levi (Porsche 911 Targa 1977), 3.616 pp.

Notícias

Página inicial