Motor On Line
Notícias-

Quebra de motor tira Sérgio Sette da corrida deste sábado no Mundial de F2
Reportagem: Flávio Quick
Foto: James Gasperotti
Quick Comunicação
Piloto brasileiro lutava pela terceira posição quando viu o motor de seu carro pegando fogo.

Neste fim de semana o Campeonato Mundial de F-2 chegou à Inglaterra para a sétima rodada dupla da temporada. A corrida de casa para a equipe Carlin começou de forma desastrosa para o brasileiro Sérgio Sette Câmara (YOUSE | Banco BMG | MRV | CCR | CEMIG | GASMIG | Usiminas). A seis voltas para o fim da corrida deste sábado, quando lutava pela terceira posição, o motor de seu carro estourou e começou a pegar fogo fazendo-o abandonar a prova.

Sérgio começou o fim de semana em Silverstone de forma tranquila. No treino livre, realizado na manhã de ontem, o piloto e equipe fizeram ajustes em detalhes do carro e, ao final da sessão, o piloto brasileiro ficou com a sétima marca. Na tomada de tempos, realizada algumas horas depois, o que se viu foi uma grande similaridade entre os principais pilotos do Campeonato. Com a marca de 1m40s234 Sette se garantiu na quinta posição do grid de largada, porém, a apenas dois décimos do pole-position.

Assim como nas provas da Áustria, na semana passada, a corrida de hoje foi autorizada com o safety-car liderando o pelotão. Sérgio manteve-se na quinta posição e, nas primeiras voltas, se defendeu como pôde para se manter neste posto. Com sete voltas completadas o piloto do carro #18 foi chamado para o pit-stop. Em um trabalho perfeito da equipe o piloto voltou para a pista e, daí por diante, passou a impor um ritmo fortíssimo.

Com 15 voltas completadas, ele superou o suíço Louis Deletraz, ultrapassando-o por fora e assumindo, assim, a quarta posição. Ele seguiu muito rápido e não demorou para chegar em Antônio Fuoco, que vinha em terceiro. Sette pressionou muito o piloto italiano e vinha estudando, claramente, o melhor ponto para a ultrapassagem. De repente, um tufo de fumaça saiu de seu carro evidenciando um problema de motor. Sérgio encostou em uma área de escape já com o motor em chamas e, desta forma, teve de abandonar a prova.

“Estou muito decepcionado com isso, foi um dia frustrante. Nosso carro estava rápido e eu estava lutando pelo terceiro lugar, mas, a quarta posição não era ruim para o Campeonato. Meus concorrentes diretos fizeram muitos pontos. Acredito que a equipe não teve culpa neste problema uma vez que todos os motores são fornecidos pela organização. Infelizmente os problemas técnicos tem marcado esta temporada. Vários pilotos já tiveram problemas eletrônicos, de motores e principalmente de embreagem. Este último, motivo pelo qual estamos tendo de largar com o safety-car. Espero realmente que os organizadores utilizem estas próximas três semanas para sanar de uma vez por todas estes problemas e possamos ter um final de campeonato marcado pela competência de cada um na pista e não pela sorte de conseguir terminar as provas”, desabafou o brasileiro de 20 anos.

Neste domingo a segunda prova do fim de semana será transmitida ao vivo pelo canal FoxSports2 às 5:20 da manhã. O Sportv2 apresentará também a prova, em horário alternativo, às 8:35 da manhã.

Notícias

Página inicial