Motor On Line
Notícias-

Rally: X Team sobrevive à quinta dos infernos
Reportagem: Cleber Bernuci
Foto: Marcelo Machado de Melo
P1 Media Relations
Especial longa, pesada, arenosa e extremamente difícil, aliada ao calor, fez várias vítimas nesta quinta-feira no trajeto entre Barra (BA) e São Raimundo Nonato (PI).

Os 401 quilômetros cronometrados que trouxeram os competidores do Rally dos Sertões da Bahia ao Piauí foram os mais difíceis desta edição. Palavra dos próprios pilotos da equipe X Rally Team, que sobreviveram a uma verdadeira guerra – apesar dos “ferimentos” de seus carros, todos se salvaram.

“Muito quente, muito pesada, muito arenosa, com muita quebradeira. Por ser o complemento da etapa maratona, foi um verdadeiro inferno”, destacou Cristian Baumgart, terceiro nos tempos desta quinta-feira (23) depois de perder tempo com a troca de um pneu furado. A vitória ficou “em casa”: Sylvio de Barros e Rafael Capoani foram os mais rápidos do dia com o Ford Ranger número 315 e o tempo de 4h41min58s.

Sylvio, assim, tirou uma boa parte da diferença que o separa de Cristian na luta pela liderança geral no acumulado do Sertões. Na chegada a Barra (BA), a vantagem do atual bicampeão era de 13 minutos; hoje, voltou a oito minutos. “O que menos podíamos fazer hoje era arriscar: uma especial dificílima, muito quente, em que entramos com os carros praticamente sem manutenção de um dia para o outro. Uma prova de fogo para carros e pilotos”, acrescentou Baumgart.

Gunter Hinkelmann finalizou o difícil trecho de hoje na sexta posição depois de parar para ajudar Gareth Woolridge e Marcelo Haseyama, que sofreram uma quebra na suspensão após caírem em uma erosão. O sul-africano, que até então vinha liderando a especial, não completou a etapa. A equipe X Rally Team já trabalha no carro do piloto de 24 para que ele retorne à prova nesta sexta.

Marcos Baumgart e Kleber Cincea completaram a prova de hoje, mas a duras penas. A dupla da Ford Ranger V8 4x4 número 303 atingiu uma vaca na altura do quilômetro 173 da especial. Com o impacto, o carro teve um vazamento de óleo. A dupla fez os reparos necessários – além da troca de um pneu furado, pouco adiante – e fechou o dia na 11ª colocação no geral, quase duas horas atrás de Sylvio de Barros, o vencedor do dia.

A sexta-feira apresenta a penúltima das sete etapas do Rally dos Sertões. Os competidores deixarão a cidade de São Raimundo Nonato, no Piauí, e partem para Juazeiro do Norte, já em território cearense. A especial cronometrada terá 226 quilômetros de um total de 603.

Resultado do quarto dia (X Rally Team): ETAPA MARATONA

LUÍS EDUARDO MAGALHÃES (BA) – BARRA (BA)
1. 315 Sylvio de Barros/Rafael Capoani (Ford Ranger) – 4:41:58
3. 301 Cristian Baumgart/Beco Andreotti (Ford Ranger) – 4:47:22
6. 348 Gunter Hinkelmann/Fábio Pedroso (Ford Ranger) – 5:08:50
11. 303 Marcos Baumgart/Kleber Cincea (Ford Ranger) – 6:31:36
-. 319 Gareth Woolridge/Marcelo Haseyama (Ford Ranger) – não completou

Geral acumulado entre os carros (X Rally Team – T1 FIA):

1. Cristian Baumgart/Beco Andreotti – 16:28:51
2. Sylvio de Barros/Rafael Capoani – a 08:13
4. Marcos Baumgart/Kleber Cincea – a 1:58:15

Confira as etapas restantes Rally dos Sertões 2018:

6ª Etapa: SÃO RAIMUNDO NONATO (PI) – JUAZEIRO DO NORTE (CE)
24/08 – Sexta-feira
DI: 39 km
Especial: 226 km
DF: 338 km
Total: 603 km

7ª Etapa: JUAZEIRO DO NORTE (CE) – FORTALEZA (CE)
25/08 – Sábado
DI: 166 km
Especial: 200 km
DF: 288 km
Total: 654 km

Total de Especiais: 2.043 km (56% da prova)
Total de Prova: 3.607 km

Notícias

Página inicial