Motor On Line
Notícias-

Rally: prova técnica marcou a segunda etapa Polaris Cup NE 2018 em Alagoas
Reportagem: Deco Muniz
Foto: Doni Castilho

Pilotos de diferentes lugares do Brasil se reuniram em uma grande festa para disputar as 5 categorias da competição. Como sempre a POLARIS surpreende seus clientes e faz acontecer uma disputa muito saudável e com clima extremamente familiar.

Após 4 anos desde a última visita da Polaris Cup a região do litoral norte de Maceió (AL), em traçado montado dentro do condomínio Aldeias do Mar Eco Resort, junto ao complexo Pratagy, o último fim de semana de setembro foi marcado pela 2ª etapa da competição.

Cenário desenhado por belezas naturais, sol e calor com conforto de Resort, vista para a praia e o prato principal, o ronco dos UTV’s Polaris. Do café da manha ao briefing o clima era de descontração, mas conforme chegava a hora da largada o ambiente era só concentração.

Com mais de 20 participantes inscritos, em formato de 4 baterias sendo 1 para descarte e divisão das classes por modelo e motorização, a 2ª etapa do campeonato trouxe inúmeros desafios aos competidores. “Fizemos um circuito inédito, construído em área de reflorestamento, cercado por eucaliptos que, diferentemente das pistas abertas como as de canavial e pasto, tem trechos estreitos e exige precisão e técnica na pilotagem”, comenta Deco Muniz, organizador da prova. O piso duro com poucos trechos de areia, velocidades de média para alta e traçado técnico que beirava a mata exigiram atenção máxima dos pilotos.

Vindos das mais diferentes regiões do país, como Pernambuco, Alagoas, Ceará e até Roraima, especificamente Boa Vista, de onde Marcio Santiago, 3º colocado na RZR XP 1000 viajou mais de 5 mil quilômetros para participar da prova. “Tive que enviar meu UTV por cegonha 40 dias antes, num deslocamento que teve até pegar balsa de Manaus até Belém, foram 8 dias somente nessa travessia para meu carro chegar até aqui. Viemos eu, minha esposa e meu filho, mas todo esforço valeu a pena e eu volto para o meu estado com a certeza de estar entre as melhores pessoas e a melhor marca de UTV’s”, conta Marcio, que completa, “queria poder participar de eventos deste nível todos os meses ou quem sabe receber a Polaris Cup na minha terra”.

Lembrando que a pontuação é registrada a cada bateria e no somatório é definido o campeão da prova, são 15 pontos para o primeiro, 12 para o segundo, 10 para o terceiro, 8 para o quarto e dos 6 pontos para o quinto em diante decrescendo de um em um ponto. Na categoria RZR XP Turbo Master o 1º lugar ficou com Leonardo Beleza que completou a prova e faturou 45 pontos, seguido por Gustavo Xavier, na segunda posição somando 39 pontos. Já na RZR XP Turbo a 1ª colocação foi de Antônio Cavalcante, abaixo do 2º lugar, Charles Borges de Mesquita. Cavalcante somou 45 e Charles 39 pontos.

Pela categoria RZR XP 1000, Ricardo Henrique Torres foi quem subiu no lugar mais alto do pódio e somou 42 pontos. Atrás dele vieram Armando Bispo da Cruz, em segundo também com 42 pontos, o 3º colocado, Marcio Santiago fez 24 pontos.

Entre os experientes pilotos da RZR 900 Master, Marcos Paulo Jatobá voou baixo com e garantiu o 1º lugar, com três vitórias em baterias e 45 pontos que o levaram a vice liderança do campeonato. Seguido de perto por Marcos Augusto Fidelis de Moura, que somou 39 pontos e ficou na 2ª posição e André Beleza completando a escadinha no 3º lugar com 32 pontos. Em 4º lugar, Flavio Correia Viana faturou 26 pontos. Com o apetite de quem está começando, a galera da RZR 900 Light teve Eri Rogerio Aguiar Malta como vencedor, levando para casa 42 pontos, Jose Milton Ferreira da Silva Junior em segundo com 39 pontos e David Gama Reys na 3ª posição com 37 pontos. Quarto colocado, Caio Lucena Marinho somou 26 pontos, Rodrigo Alvarez Francisco foi o quinto com 24 pontos.

A próxima etapa da Polaris Cup Nordeste será em 10/11, Fortaleza (CE) e a próxima etapa da competição Sudeste acontece em 27/10 em Minas Gerais.

Classificação geral do campeonato após 2 etapas Polaris Cup NE

RZR XP Turbo Master
1º — Gustavo Xavier — 84 pontos
2º — Leonardo Beleza — 72 pontos
3º — Thiago Pereira — 36 pontos
4º — Luiz Alberto Faco — 30 pontos

RZR XP Turbo
1º — Charles Borges de Mesquita — 84 pontos
2º — Antônio Jose Cavalcante Rangel — 77 pontos
3º — Fellipe Barroso Praciano —39 pontos
4º — Anderson Gomes de Queiroz —28 pontos

RZR XP 1000
1º — Armando Bispo da Cruz —87 pontos
2º — Ricardo Henrique Torres — 42 pontos
3º — Regis Ximenes Dias Junior — 36 pontos
4º — Marcio Santiago de Morais Filho — 24 pontos
5º — Ailton Albuquerque Feijo — 22 pontos

RZR 900 Master
1º — Marcos Augusto Fidelis de Moura — 81 pontos
2º — Marcos Paulo — 45 pontos
3º — Thales Cavalcante Novais de Castro — 42 pontos
4º — André Guilherme Beleza — 32 pontos
5º — Flavio Correia Viana —26 pontos

RZR 900 Light
1º — Eri Rogerio Aguiar Malta — 42 pontos
2º — Humberto Ribeiro — 42 pontos
3º — Jose Milton Ferreira da Silva Junior — 39 pontos
4º — Robson Santos — 39 pontos
5º — David Gama Reys — 37 pontos

Informações Adicionais: PolarisDoBrasil.com

Sobre a Polaris:

Com faturamento de US$ 5,4 bilhões em 2017, a Polaris desenvolve, produz e comercializa veículos off-road inovadores e de alta qualidade, incluindo quadriciclos (ATVs) e side-by-sides (UTVs). Com 62 anos de história, possui 8.000 funcionários diretos e está presente em mais de 130 países, com 11 subsidiárias (Alemanha, Austrália, Brasil, China, Espanha, França, Índia, Inglaterra, México, Noruega e Suécia). Atualmente seus produtos são distribuídos através de 1.850 revendedores nos Estados Unidos e por mais de 1.400 no restante do mundo. A empresa norte-americana está entre os líderes globais no segmento de powersports (ATVs, UTVs e Snowmobile) e é detentora da marca de motocicleta de alta cilindradas Indian Motorcycle® e do inovador SlingShot®. A Polaris também está presente no segmento de veículos elétricos com as marcas GEM, Goupil e Aixam Mega, além de uma linha completa de acessórios e vestuário com as marcas Klim®, Kolpin®, Cycle Country® e Pro Armor®.

Notícias

Página inicial