Motor On Line
Notícias-

RCHLO Racing vence mais uma Porsche GT3 Cup Endurance Series em Goiânia
Reportagem: MS2 Comunicação
Foto: Bruno Terena
Werner Neugebauer e Sérgio Jimenez venceu em prova sensacional e alavancam ainda mais a liderança da competição.

Mais líderes do que nunca Werner Neugebauer e Sérgio Jimenez venceram a segunda etapa da Porsche GT3 Cup Endurance Series, neste sábado (13), em Goiânia (GO), ao vencerem os 300 Quilômetros de Goiânia. Foram duas etapas e duas vitórias da dupla da RCHLO Racing nas provas de longa duração, que mostrou desde os primeiros treinos e da conquista da pole position, que seria o time a ser batido.

Se a capital de Goiás estava um calor escaldante, dentro da pista a prova pegou fogo, onde o jogo de estratégias foi o ponto alto da prova, com o carro #08 cruzando a linha de chegada na primeira colocação a apenas 1s445 à frente de Lico Kaesemodel e Ricardo Zonta, em uma vitória suada, depois que o carro perdeu performance nas voltas finais.

Neugebauer fez uma ótima largada não dando a menor chance os adversários e abrindo uma boa vantagem. Depois de nove voltas, o piloto fez o pit stop, mas permaneceu no carro #8 para seu segundo stint consecutivo, saindo na quarta colocação dos boxes, mas logo nas primeiras voltas recuperou a primeira colocação, seguido por Zonta e Nelsinho Piquet.

Com pouco mais de uma hora de corrida, Neugebauer entrou nos boxes para mais um pit stop, e foi substituído por Sérgio Jimenez, que seria o único entre os ponteiros a partir para dois stints consecutivos para encerrar a corrida. Depois de cumprir os seis minutos obrigatórios nos boxes, Lico voltou à frente de Jimenez, onde nesse momento ocupava o décimo lugar, mas que poderia definir a liderança da prova. Com mais ação, Jimenez levou a melhor na saída da curva 1 e deixou Kaesemodel para trás.

Com duas horas de corrida, onde 71 voltas já haviam sido completadas, Jimenez liderava com quase dez segundos de vantagem, mas nas voltas finais, Zonta reduziu drasticamente a desvantagem e o que não faltou foi emoção no final da corrida, mas Jimenez resistiu até o fim e cruzou a linha de chegada com apenas 1s4 de vantagem para o ex-F1.

A vitória foi muito comemorada pelo experiente Jimenez. “Estávamos com uma estratégia diferente de calibragem, atacando no começo e tentando manter no fim. Foi um risco, mas em corrida é preciso correr riscos, e deu certo”, descreveu.

O “cara” da temporada 2018 da Porsche Cup – Werner Neugebauer conquistou a marca de cinco vitórias em 12 provas disputadas e ocupa a liderança da tabela na Endurance, na Sprint e na “Overall”. “Foi emocionante demais, a gente achou que tinha um furo no pneu, e o Sérgio acabou administrando. Eles vinham tirando quase um segundo no final, que bom que não tinha nenhum problema no nosso carro. Foi muito bom, esse campeonato é nosso!”, comemorou o gaúcho radicado em São Paulo.

No último stint um pitstop perfeito fez mais uma vez Jimenez sair na frente do seu principal adversário Zonta. “O tempo todo treinamos o pit. A gente tinha feito 0,005, mas eu disse para eles que não precisava ser tão justo assim. No final acabamos arriscando e foi muito no limite, mas graças a Deus e aos treinos deu tudo certo, tirando o susto no final foi uma corrida tranquila. O Werner fez uma primeira metade sensacional. E o Jimenez fez tudo que esperávamos dele, foi muito bom”, explicou o engenheiro Guilherme Ferro, estrategista da RCHLO Racing.

Na classe 3.8, Patrick Choate, que correu com Marcelo Brisac, também foram para o pódio na quinta colocação e segundo na Endurance 38. Sport em uma prova de muita evolução, onde na primeira meia hora de prova, Choate ocupava a terceira posição. Na 34ª volta, Brisac era o vice-líder na categoria. “Mais uma vez foi uma grande prova, onde mostramos muita evolução. Esse é meu primeiro ano na Porsche e, tanto, na Sprint, quanto na Endurance estamos cada vez mais competitivos. Saio de Goiânia, esse autódromo que eu tanto gosto, muito feliz com o resultado”, relatou Choate.

A Porsche Cup Sprint volta à pista para a definição do campeonato rodada dupla que integra a programação do GP Brasil de F1, nos dias 10 e 11 de novembro. O campeonato de endurance e os títulos “overall” serão definidos também em Interlagos, na última etapa das provas de longa duração, nos 500 km, no dia 24 de novembro.

Resultado – 300 km de Goiânia

1. Werner Neugebauer e Sérgio Jimenez – 2h11min23s546
2. Lico Kaesemodel e Ricardo Zonta + 1s445
3. Luca Seripieri e Dennis Dirani (S) +26s727
4. Sylvio de Barros e Cacá Bueno + 31s293
5. Pedro Queirolo e Vitor Baptista +34s442
6. Ricardo Baptista e Nonô Figueiredo +35s453
7. Enzo Elias e Max Papis +42s642
8. Daniel Schneider e Nelson Piquet Jr. + 1 volta
9. Carlos Ambrósio e Popó Bueno (S) + 1 volta
10. Dominique Teysseyre e Fabio Carbone (S) + 1 volta
11. Maurizio Billi e Marco Billi (3.8 S) + 4 voltas
12. Miguel Paludo e Justin Allgaier + 4 voltas
13. Kreis Jr. e Pedro Aguiar (3.8) + 5 voltas
14. Rodolfo Toni e JP Mauro (S) + 5 voltas
15. Francisco Horta e William Freire (3.8) + 6 voltas
16. Carlos Renaux e Matheus Iorio (3.8) + 7 voltas
17. Patrick Choate e Marcelo Brisac (3.8 S) + 10 voltas
18. Fernando Fortes e Pedro Piquet + 15 voltas
19. Paulo Totaro e Renan Guerra (3.8) + 21 voltas
Não completaram
20. Tom Valle e Beto Gresse (S) + 38 voltas
21. Adalberto Baptista e Rodrigo Baptista (S) + 78 voltas
22. Tom Filho e Rodrigo Mello (S) + 78 voltas

Os campeonatos

Categoria 4.0
1. Werner Neugebauer, 136 pontos
    Sérgio Jimenez, 136
2. Ricardo Baptista, 101
3. Lico Kaesemodel, 97
    Ricardo Zonta, 97
4. Pedro Queirolo, 95
    Vitor Baptista, 95
5. Sylvio de Barros, 90
    Cacá Bueno, 90

Categoria 3.8
1. Francisco Horta, 123 pontos
    William Freire, 123
2. Maurizio Billi, 104
    Marco Billi, 104
3. Kreis Jr. 101
    Pedro Aguiar, 101
4. Marcelo Brisac, 100
5. Carlos Renaux, 79
6. Patrick Choate, 78

Este é um projeto incentivado pela Lei 1.924/92 - Estadual de Incentivo ao Esporte, da Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude – SEELJE, do Estado do Rio de Janeiro.

Notícias

Página inicial