Motor On Line
Notícias-

Vitória escapa na IMSA mas Derani encerra de forma positiva na Tequila Patrón ESM
Reportagem: Fernanda Gonçalves
Foto: BigTom O´Connor
FGCom
Brasileiro conquistou pole position e era o líder das 10 Horas de Petit Le Mans até os minutos finais, quando foi obrigado a fazer um pit stop inesperado.

O brasileiro Pipo Derani encerrou no último sábado (dia 13) sua participação na temporada 2018 do IMSA WeatherTech SportsCar Championship na disputa das 10 Horas de Petit Le Mans, em Road Atlanta (EUA). A prova também marcou a despedida do piloto de 25 anos da equipe Tequila Patrón ESM, já que em 2019 ele correrá na Action Express Racing, ao lado de Felipe Nasr, que se sagrou campeão da categoria este ano.

A bordo do #22 Nissan Onroak DPi, Derani foi a grande sensação do treino classificatório e conquistou de forma memorável a pole positon. Na corrida, o brasileiro liderou o pelotão assim que a luz verde se acendeu e foi abrindo vantagem até ter o pneu traseiro esquerdo furado, com menos de 30 minutos de disputa.

Derani parou nos boxes, fez a troca do pneu e logo voltou para a prova. Ao lado dos companheiros Timo Bernhard e Johannes van Overbeek, o piloto foi escalando o pelotão, para voltar a brigar na frente.

Reconhecido por ser um dos pilotos que melhor sabe lidar com o tráfego na categoria, o brasileiro realizou grandes stints até chegar ao Top-3 na metade da disputa.

Com oito das 10 horas completadas, Bernhard fez o pit stop em segundo, dando a Derani a chance de brigar pela vitória na reta final. O brasileiro foi pra cima e logo assumiu a ponta.

No entanto, um novo pneu furado uma hora antes do encerramento forçou Derani a parar nos boxes para a troca, antes do previsto. Mesmo reabastecendo neste momento, faltando três voltas para o final, o piloto precisou parar novamente para um splash and go. O pit stop deixou a equipe na sexta posição, depois do grande esforço do brasileiro e seus companheiros.

“Infelizmente, não foi o nosso dia. Mas encerro este ciclo muito agradecido por ter trabalhado com estes caras nos últimos três anos”, disse Derani.

“Foi incrível. Tenho muitas memórias inesquecíveis e a amizade que irá continuar pra sempre. Petit Le Mans foi uma corrida difícil. Tínhamos tudo para vencer. Estávamos na mesma estratégia do carro que venceu, mas tivemos de parar por conta do furo no pneu e isso nos custou a vitória”, lamentou o brasileiro.

“Mas corridas são assim. Espero numa próxima oportunidade vencer esta corrida, porque não tem sido fácil pra mim nos últimos anos. Mas a etapa também teve o lado bom da pole para encerrar estes três anos incríveis com a equipe”, completou Derani, que em 2018 venceu as 12 Horas de Sebring pela segunda vez e também subiu ao lugar mais alto do pódio em Laguna Seca.

Em 2019, a temporada terá início no final de janeiro com a disputa das 24 Horas de Daytona, prova que Derani já venceu em 2016.

Notícias

Página inicial