Motor On Line
Notícias-

Stock Car: Julio Campos é o melhor paranaense no grid em Londrina
Reportagem: Rafaella Malucelli
Foto: Rodrigo Guimarães
Tabloid Comunicação
Piloto da equipe Prati-Donaduzzi larga em quinto na primeira corrida neste domingo, 21.

Um carro veloz e equilibrado deu ótimas oportunidades ao piloto paranaense Julio Campos no treino classificatório da décima etapa da Stock Car, disputado neste sábado, 20. Na primeira fase (o chamado Q1, em que todos os pilotos participam), Julio foi o mais rápido. Depois, nas duas fases seguintes (Q2 & Q3) esteve sempre entre os mais velozes.

Vai largar na quinta posição na primeira corrida deste domingo, 21, marcada para 12h00. É a sétima vez em dez corridas que Julio larga entre os dez primeiros colocados. “Estamos mantendo bons resultados e evoluindo bastante nesta temporada. Aqui em Londrina, o carro está muito bom e rápido”, comentou Julio.

“No Q3 (terceira fase do treino), o volante entortou quando passei pela zebra e perdi a noção de quanto precisava esterçar para cada curva. Por isso, acabamos perdendo a briga pela pole position. Mas a equipe já está trabalhando nisso e voltaremos pra corrida com gás total”, acrescentou o piloto.

O chefe de equipe Rodolpho Mattheis reforça a sensação de que a pole passou mesmo muito perto. “Teve a frustração, pois terminamos com 0s3 de diferença do primeiro colocado, o que mostra que se o carro não tivesse tido esse problema poderíamos ter conseguindo a pole. Mas vamos fazer uma grande revisão para descobrir o que houve”, afirmou Rodolpho.

Briga por mais pontos esquenta na corrida deste domingo

A estratégia da equipe Prati-Donaduzzi continua pela melhor pontuação possível. No caso de Julio, a briga direta no campeonato é com Max Wilson, Cacá Bueno e Rubens Barrichello. Já o outro piloto da equipe, o amazonense Antonio Pizzonia, teve um acidente nos treinos da manhã, sem tempo suficiente para recuperar o carro para o classificatório.

“Tentamos recuperar o máximo possível do carro, mas o Pizzonia perdeu em quilometragem e tempo de pista. Isso compromete, pois o piloto não consegue testar os limites do carro. Então amanhã teremos uma corrida de recuperação com o Antonio para avançarmos também na pontuação de equipes”, concluiu Rodolpho Mattheis.

Sobre a Prati-Donaduzzi

A Prati-Donaduzzi, indústria farmacêutica especializada no desenvolvimento e produção de medicamentos genéricos e similares, é a primeira no país a comercializar os medicamentos fracionáveis. Com sede em Toledo, oeste do Paraná, tem mais de 4 mil colaboradores e possui um dos maiores portfólios de medicamentos genéricos do Brasil. Produz, em média, 12 bilhões de doses terapêuticas por ano. Estreou na Stock Car como patrocinadora em 2012.

Notícias

Página inicial