Motor On Line
Notícias-

Cardoso bate na trave do pódio em Londrina e se mantém na briga na Stock Light
Reportagem: Mariana Viegas
Foto: Vanderley Soares
Eversports
Brasiliense terminou em 4º na corrida deste domingo e vai à final da temporada com chances matemáticas de ser campeão na geral.

O Autódromo de Londrina recebeu neste fim de semana a penúltima etapa da Stock Light 2018, com provas cheias de emoção, e que deram os contornos finais para a briga do título, faltando apenas a disputa da decisão, que acontece em dezembro, em Interlagos. Com dois 4º lugares na rodada dupla paranaense, Pedro Cardoso se confirmou entre os pilotos que ainda têm chances matemáticas de ser campeão, em sua temporada de estreia na categoria.

Após uma bela corrida de recuperação em meio a uma prova turbulenta no sábado, quando largou em 12º e terminou em 4º, o piloto da Carlos Alves Competições teve novamente um bom desempenho neste domingo (21). Pedro saiu de 6º para 5º na largada, mas na primeira metade da prova houve poucas trocas de posições entre os primeiros colocados, após Raphael Abbate assumir a liderança. Porém, um safety-car na volta 11 acabou reagrupando o grid, e intensificando as brigas por posições na sequência. Numa disputa acirrada, Cardoso chegou a estar em 3º, mas completou as 22 voltas na 4ª posição.

Com os resultados do fim de semana, Pedro Cardoso subiu para a 4ª posição na classificação geral do campeonato. Ele está a 55 pontos do líder Raphael Reis, com 60 em jogo na etapa final. Apesar da disputa ser realizada em apenas uma corrida, a mesma vale pontuação dobrada. Na classificação entre os estreantes, o brasiliense está em 3º, a 37 pontos do primeiro.

A Stock Light volta a se reunir entre os dias 7 e 9 de dezembro para a grande decisão, em São Paulo, no Autódromo de Interlagos.

Pedro Cardoso:

“Tivemos uma corrida boa hoje também, tão movimentada quanto a primeira, e consegui escalar mais algumas posições. Dois 4º lugares no fim de semana foi um saldo bom, considerando da onde largamos no sábado, deu para pontuarmos bem, foi um resultado importante para o campeonato. Agora temos um bom tempo para seguirmos trabalhando para darmos nosso máximo na etapa final em busca do melhor resultado possível”.

Confira o resultado final da segunda prova*:

1. 26 Raphael Abbate (L3 Motorsports) - 22 voltas em 31:22.739

2. 7 Vinicius Margiota (KTF Sports) - a 4.053
3. 23 Marco Cozzi (Rsports Team) - a 9.510
4. 43 Pedro Cardoso (Carlos Alves Competições) - a 10.119
5. 27 Renan Guerra (SG Racing) - a 10.762
6. 18 Gustavo Myasava (MRF Racing) - a 11.514
7. 86 Gustavo Frigotto (RKL Motorsports) - a 11.797
8. 77 Raphael Reis (W2 Racing) - a 12.011
9. 13 Diego Ramos (RKL Motorsports) - a 12.756
10. 0 Pedro Saderi (SG Racing) - a 13.243
11. 35 Gabriel Robe (Motortech Competições) - a 13.480
12. 1 Erik Mayrink (TMG Light Team) - a 20.097
13. 22 Gabriel Lusquiños (Motortech Competições) - a 20.366
14. 58 João Rosate (Carlos Alves Competições) - a 32.240
15. 12 Lauro Traldi (MRF Motorsport) - a 44.480
16. 8 Matheus Coletta (Cimed Racing Júnior) - a 3 voltas
Não completaram
17. 85 Enzo Bortoleto (KTF Sports) - a 7 voltas
18. 46 Tuca Antoniazzi (Motortech Motorsport) - a 9 voltas
19. 10 Murilo Coletta (W2 Racing) - a 12 voltas
20. 71 Lucas Daleffe (MRF Motorsport) - a 17 voltas
21. 74 Odair dos Santos (Motor Fast Racing) - a 19 voltas
22. 33 Antonio Matiazzi (TMG Light Team) - não largou
23. 9 Marcel Coletta (Cimed Racing Júnior) - não largou
*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Os dez melhores no campeonato restando uma etapa:


1. Raphael Reis, 195 pontos
2. Enzo Bortoleto, 163
3. Gustavo Frigotto, 142
4. Pedro Cardoso, 140
5. João Rosate, 127
6. Gabriel Robe, 122
7. Marco Cozzi, 114
8. Raphael Abbate, 94
9. Pedro Boesel, 94
10. Pietro Rimbano, 93

Notícias

Página inicial