Motor On Line
Notícias-

Stock Car: um novo comešo para Thiago Camilo na corrida 500
Reportagem: Alexandre Kacelnik
Foto: Carsten Horst

A Stock Car abre nesse fim de semana a temporada 2019 comemorando sua corrida de número 500 no Velopark (RS). Os vencedores das corridas centenárias – Chico Serra da 100ª, em 1989, Xandy Negrão da 200ª, em 1998, Cacá Bueno da 300ª, em 2006, e Thiago Camilo da 400ª, em 2014 – estão sendo homenageados, mas para Camilo a corrida do próximo domingo (7) vale mais que a chance de reforçar sua presença na História da principal categoria do automobilismo brasileiro.

“Esse é um ano muito especial não somente para a Stock Car, como para mim e para a equipe Ipiranga Mattheis. É um ano em que estamos trabalhando muito duro para reconquistar um lugar de destaque e brigar pelo título. E nada como começar com uma vitória. Se for uma vitória na StockCar 500, que vai marcar a história da categoria, melhor ainda. Vamos pra cima!”, comentou Thiago Camilo, um craque em provas especiais, que venceu três vezes a Corrida do Milhão (2011, 2012 e 2015). Em 2018, o segundo maior vencedor de corridas em atividade (22 vitórias) – o primeiro é Cacá Bueno, com 37 – não subiu ao alto do pódio.

Hoje, na abertura dos treinos oficiais para a primeira etapa do ano em que a Stock completa 40 anos – a corrida inaugural aconteceu em Tarumã (RS) no dia 22 de abril de 1979 -, choveu durante as duas sessões extraordinárias de treinos livres. No treino livre oficial, a pista ainda estava molhada quando o primeiro grupo de pilotos foi para a pista de 2.278 metros, a menor do calendário, e todos usaram pneus de chuva. Bia Figueiredo, companheira de Thiago Camilo na Ipiranga Mattheis, estava nesse grupo.

“É muito difícil ter parâmetros confiáveis em sessões realizadas na chuva, onde a pista muitas vezes apresenta condições bem diferentes quando os pilotos fazem suas voltas rápidas. Mas deu para perceber que o trabalho desenvolvido pela equipe entre temporadas surtiu efeito. O carro estava com uma frente muito boa, que é fundamental numa pista como essa, onde é preciso apontar a frente e manter um bom equilíbrio para tracionar nas saídas de curva”, disse a piloto do Chevrolet número 3 da Ipiranga Mattheis.

Quando Thiago Camilo foi para a pista no treino livre, a pista estava úmida, mas os pilotos calçaram pneus slick. Mesmo atrapalhado em sua melhor volta, o piloto do Chevrolet número 21 ficou na quinta posição. “Com pneus de chuva estávamos sempre entre os mais rápidos. Em condição de pista mais seca e com pneus slick, estamos bem, mas precisamos melhorar para brigar pela pole position amanhã. Ainda que eu não tivesse sido atrapalhado, ainda faltaria um pouco”.

Notícias

Página inicial