Motor On Line
Notícias-

Rally: SC Racing divulga detalhes do roteiro do Transcatarina 2019
Reportagem: Isis Moretti
Foto: Doni Castilho
Liberdade de Ideias
De Fraiburgo a Blumenau serão 270 quilômetros de trechos navegados, com pernoites em Caçador e Rio Negrinho.

Estamos na contagem regressiva para o 11º Transcatarina... Faltam 32 dias para que pilotos e navegadores se encontrem na cidade de Fraiburgo (SC), e dar início à um dos maiores eventos off-road do País. E vem aí uma edição que vai entrar para a história, com direito a show de encerramento com os cantores sertanejos Fernando e Sorocaba, na Vila Germânica, em Blumenau (SC).

Seja com lama ou poeira, entre os dias 09 e 13 de julho, aventura está garantida para as categorias Máster, Graduados, Turismo, Turismo Light, Turismo Iniciante e Pais e Filhos (de competição). E tem também as categorias de passeio, mas apenas a Passeio Radical ainda possui vagas (apenas cinco); a Adventure já está lotada. Quem quiser entrar para esse comboio, basta se inscrever pelo site www.transcatarina.com.br.

A SC Racing – organizadora do 11º Transcatarina – divulgou os primeiros detalhes do trajeto para as categorias de competição. De acordo com o diretor geral do evento, Edson João da Costa, a prova passará por propriedades de reflorestamento de eucaliptos e pinus, pomares de maçã e bananais. Estão confirmados o Autódromo de São Bento, a Expoama, Autódromo Municipal Lourenço Schreiner e, não poderia ficar de fora, as trilhas da Mineração Veiga.

“Reunimos na 11ª edição tudo o que pilotos e navegadores mais gostam no rali de regularidade. Além das fazendas que sempre utilizamos (e o pessoal adora), fechamos parceria com oito novas fazendas e seguiremos o nosso padrão de fazer rali de regularidade: etapas técnicas, médias de velocidade justas e muitas pegadinhas e balaios. Nossa meta é superar as expectativas dos competidores”, destacou Costa. Cada dia de certame terá uma média de oito a dez horas e aproximadamente 90 quilômetros de trechos navegados.

Primeiro dia – Fraiburgo a Caçador

O Transcatarina começa, basicamente, dentro de propriedades particulares de plantações de pinus; ao longo do dia serão oito fazendas, incluindo um pomar de maçã (que, como sempre, renderá lindas imagens). Em todos os locais haverá várias “ruas”, nas quais a organização aproveitou para dar dinamismo à disputa e colocar mudanças de direção (referências), exigindo habilidade na pilotagem e navegação, em meio a médias bem justas de velocidade.

Segundo dia – Caçador a Rio Negrinho

O Transcatarina passará por sete fazendas de reflorestamento, com inúmeras trilhas e mudanças de direção. O terreno apresenta excelentes condições para acelerar. As planilhas estão extremamente técnicas. As duplas serão testadas em uma pequena pista no município de Calmon e, já quase no final do trecho cronometrado, as referências serão mais longas. O piso é praticamente todo cascalhado e, para encerrar, um desafio especial para os pilotos.

Terceiro Dia – Rio Negrinho a Blumenau

O primeiro “passeio” será no circuito fechado do Autódromo de São Bento e EXPOAMA. Com muitas mudanças de direção, as referências estão curtas e as médias de velocidade justas. A exemplo de outras edições do Transcatarina, a disputa será bem dinâmica com diversas pegadinhas para deixar pilotos e navegadores bem atentos. De lá, a prova segue rumo ao parque de diversão da Mineração Veiga. Na sequência, os off-roaders seguirão por São João do Itaperiú, em direção a Luis Alves – cidade da Cachaça, até a chegada em Blumenau.

O 11º Transcatarina tem patrocínio de Hotel Renar.

Apoio de SFI Chips, Grupo Gratt, Concessionária Trilha SC, FD Stands Displays, RH Brasil – Recursos Humanos, Orangesun – Energia Renovável, Posto Maçã, Lave Bem Lavanderia, Barbieri Painéis, Guinchos Fixxar, Hotel Kindermann, Mamute Off-Road, Prefeitura Municipal de Blumenau, Prefeitura Municipal de Fraiburgo, Prefeitura Municipal de Rio Negrinho e Prefeitura Municipal de Caçador

Supervisão: FAUESC

Realização: SC Racing

Notícias

Página inicial