Motor On Line
Notícias-

Stock Car: Campo Grande tem gostinho de quero mais para Hot Car
Reportagem: Cleber Bernuci
Foto: Vanderley Soares
P1 Media Relations
Suzuki teve de abandonar por problemas de motor; Cardoso fez um bom 12º lugar, mas abandonou a 2ª em disputa de posição.

Sob sol forte e muito calor, a Stock Car realizou a sexta etapa da temporada 2019 neste domingo (11) de Dia dos Pais em Campo Grande (MS). As vitórias ficaram nas mãos de Thiago Camilo e Rubens Barrichello. Entre os pilotos da Hot Car Competições, duas corridas que prometiam bons resultados e com estratégias que vinham se mostrando acertadas não terminaram conforme o esperado.

Pedro Cardoso foi o 12º na primeira prova e teve de desistir da segunda após um acidente com Bia Figueiredo na disputa pela sexta posição a pouco mais de três minutos do final; Rafael Suzuki, apesar dos esforços da equipe, abandonou ambas as provas por problemas no motor.

“Eu estava muito contente com o desempenho e com a estratégia, que vinha funcionando muito bem. O carro estava ótimo, e quando eu estava já por dentro da curva ultrapassando a Bia, ela tentou fechar a trajetória, mas eu já estava ao lado, e aí a batida foi inevitável”, explicou o brasiliense de 20 anos. “Uma pena, porque era uma corrida para chegar entre os cinco primeiros”, lamentou Cardoso, que mesmo com o abandono conseguiu anotar bons pontos após terminar a primeira corrida na 12ª posição.

Para Rafael Suzuki, um domingo de problemas mecânicos. “Na primeira corrida tivemos de parar na parte final para ver o que estava acontecendo. Após o time fazer um bom trabalho, voltamos à pista para a segunda corrida. E logo depois do pit stop, eu estava na reta oposta e o motor simplesmente apagou”, disse Suzuki.

“Era uma corrida que tínhamos boas expectativas, porque nossas estratégias para ambos os carros estavam funcionando de acordo com o planejado. Uma pena o problema de motor do Rafael, e quanto ao Pedro, ele vinha fazendo uma corrida excelente. Ele está em ano de estreia na Stock Car, vem evoluindo muito; o acidente veio em uma disputa por posição que ele ia ganhar, então talvez tenha faltado um pouco de paciência”, aponta Amadeu Rodrigues, chefe da Hot Car. “O que tiramos de positivo é que o desempenho dos carros está melhor, e vamos tentar continuar esta evolução na Corrida do Milhão”, concluiu.

A milionária disputa, que paga R$ 1 milhão ao vencedor, acontece no autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), dentro de duas semanas, no dia 25 de agosto.

Notícias

Página inicial