Motor On Line
Notícias-

Rally: Ello Racing chega ao Sertões com gestos de solidariedade
Reportagem: Isis Moretti
Foto: Doni Castilho
Liberdade de Ideias
A dupla Sálvio Costa e Eduardo Alexandre Silva leva ao Rally dos Sertões o projeto Conexão Sertões - Chico Brasil.

O maior rali das Américas começou no último sábado (24), na capital Campo Grande (MS). O roteiro de 4.900 quilômetros passará por nove cidades e terá como destino, o município de Aquiraz (CE). Entre os 302 competidores inscritos nas categorias motos, quadriciclos, UTVs e carros (cross-country e regularidade), está a dupla Sálvio Costa e Eduardo Alexandre Silva, da Ello Racing, que além do lado desportivo, também desempenha um trabalho social.

Nomeado de Chico Brasil, o projeto toma forma neste 27º Rally dos Sertões e, juntamente com toda a caravana, percorrerá o roteiro e doará brinquedos (cerca de 1.600 itens), levando alegria, música e cultura às comunidades carentes. “Será uma experiência incrível para nós, pois trocaremos conhecimento com todos os envolvidos. Teremos importantes lições ao longo desses dias”, disse o responsável pela gestão e operação da Chico Brasil e gerente da Chico Hight Intelligence (principal parceira da Ello neste projeto), Douglas Leite.

O trabalho teve início na Aldeia Urbana Darcy Ribeiro (em Campo Grande), juntamente com a SAS – ação social do Rally dos Sertões -, que desempenha diversas atividades e programas nas áreas de educação e alfabetização, saúde, meio ambiente, cultura e inclusão social, sempre respeitando as vocações das comunidades e o potencial dos habitantes. “Faremos a mesma rota da SAS, que já mapeou e organizou as atividades com as comunidades e escolas. De última hora, nós fomos convidados para complementar essa estrutura e fazer parte deste trabalho com eles. Levaremos brinquedos, participaremos das atividades e ajudaremos a cuidar e organizar as crianças”, contou Douglas que completou. “E nestes lugares, pelo qual passaremos, buscaremos conexão para fazer projetos futuros. Temos como parceira a Alpha Lumen, por isso, todas as escolas que passarmos tentaremos firmar algum acordo para desenvolver novas ações sociais... Este é um dos motivos de nossa viagem”. O projeto Chico Brasil também visitou o Centro de Difusão da Cultura Afro Brasileira Tia Eva.

Dentro das trilhas

Se nas ações sociais a Ello Racing é sucesso absoluto, infelizmente, dentro das trilhas, o piloto Sálvio da Costa e o navegador Eduardo Alexandre não tiveram um bom início de Rally dos Sertões. Eles – que estão a bordo de uma Mitsubishi ASX – encontraram dificuldades em guiar o veículo durante o prólogo de 2,2 quilômetros – tomada de tempo que definiu a ordem de largada para a primeira etapa. “A pista estava molhada na hora que entramos e o pneu do carro não tinha grip, pois é muito leve – erramos na escolha dos pneus. Mas quem poderia imaginar que haveria lama, diante de um Sol ‘de rachar’. Aceleramos de forma consciente, sem forçar o veículo ou a tocada, de forma a evitar avarias ou acidentes”, contou Costa, que completou. “Viemos nos divertir e cumprir com dois compromissos: o primeiro, o social (doação de brinquedos); e o segundo, de levar a ASX até Aquiraz (CE)”.

A primeira etapa do Rally dos Sertões foi realizada entre as cidades de Campo Grande e Costa Rica, em 487 quilômetros (sendo 415 quilômetros de especiais) e, por incrível que pareça, a dupla da Ello Racing não conseguiu largar. “Nosso carro atolou logo no início do trecho cronometrado, a tração 4x4 não funcionou. Abandonamos a etapa sem ao menos andar 50 metros”, lamentou Eduardo. “Era uma estrada de areião pesado e, conforme os UTVs e os demais carros largavam, formaram-se facões que, literalmente, agarraram a nossa ASX... Pura falta de sorte”, concluiu o navegador.

De acordo com os representantes da Ello Racing, o mais importante é economizar o carro para quando o Rally dos Sertões alcançar o Jalapão. “Serão quase 1 mil quilômetros por dia até entrar no temido Deserto do Jalapão. Nosso carro é muito bom em trechos de alta velocidade, mas leva desvantagem por ser baixo. Se parar na areia e forçarmos demais, pode ferver os fluídos, inclusive, o combustível”, pontuou Salvio.

Porém, o prejuízo da Ello Racing no ranking da competição só não foi maior em virtude de um fazendeiro da região ter proibido, em cima da hora, a passagem do rali por sua propriedade (o que já havia sido acordado durante o levantamento do roteiro). Os motivos que levaram o fazendeiro a tomar essa decisão não foram divulgados pela organização, entretanto, motos e quadriciclos não tiveram alterações no trajeto, mas os UTVs e carros tiveram parte da especial cancelada.

A segunda etapa do Rally dos Sertões – realizada nesta segunda-feira (26) – foi a maior desta 27ª edição: nomeada de Serra do Roncador, foram 639 quilômetros (530 quilômetros de especial), que partiu de Costa Rica (MS) rumo ao Mato Grosso, com destino ao município de São Miguel do Araguaia. Dos 43 carros inscritos na categoria cross-country, Salvio e Eduardo terminaram o dia na 28ª posição, com o tempo de 9h33min52seg, ocupando o quarto lugar na categoria Production. "Foi uma prova com muita areia, valetas, erosões, saltos... Uma especial que parecia não ter fim! Chegamos exaustos", encerrou o piloto.

Roteiro Rally dos Sertões 2019
24 de agosto a 1º de setembro

3ª etapa – 27/08
Barra do Garças – MT / São Miguel do Araguaia – GO
Trecho Cronometrado – 420km
Total: 727km

4ª etapa – 28/08
São Miguel do Araguaia – GO / Porto Nacional – TO
Trecho Cronometrado – 277km
Total: 571km

5ª etapa – 29/08 (Maratona)
Porto Nacional – TO / São Félix do Tocantins – TO
Trecho Cronometrado – 300km
Total: 435km

6ª etapa – 30/08
São Félix do Tocantins – TO / Bom Jesus – PI
Trecho Cronometado – 540km
Total: 542km

7ª etapa – 31/08
Bom Jesus – PI / Crateús – CE
Trecho Cronometrado – 320km
Total: 941km

8ª etapa – 01/09
Crateús – CE / Aquiraz – CE
Trecho Cronometrado – 30km
Total: 405km

Notícias

Página inicial