Motor On Line
Notícias-

Stock Car: categoria tem duelo entre parceiros pela liderança
Reportagem: Rodolpho Siqueira / Bruno Vicaria
Foto: Duda Bairros
imprensa Stock Car
Daniel Serra sente a pressão do avanço de Ricardo Maurício. Com vários favoritos, campeonato continua imprevisível.

Há três semanas Ricardo Maurício venceu a principal prova do calendário da Stock Car. Ele conquistou a Corrida do Milhão, que dá R$ 1 milhão em dinheiro para o primeiro colocado e, também por isso, é a vitória mais cobiçada do ano. A façanha significou ainda a aproximação definitiva de Maurício do líder da pontuação, seu companheiro Daniel Serra. Parceiros na equipe Eurofarma RC, eles chegam separados por apenas sete pontos ao circuito gaúcho do Velopark para a rodada dupla que comporá a oitava etapa do ano. A vitória de Maurício em Interlagos certamente acendeu a luz de alerta para o também bicampeão Serra, que viu seu parceiro firmar-se como o maior pontuador desde a quarta etapa de 2019, e também passar a ameaça-lo seriamente a partir de agora.

Com um total de 54 pontos em disputa para quem vencer as duas provas do domingo, o jogo entre eles está totalmente em aberto – e está claro que é cada um por si na briga pelo título. Paralelamente, a concorrência trabalha forte e pode atrapalhar os planos da dupla de líderes. Maior vencedor de corridas em 2019, Thiago Camilo ocupa o terceiro lugar na tabela com 185 pontos e certamente continua forte na lista de favoritos ao campeonato. Cinco pontos atrás, no quarto lugar, está o paranaense Julio Campos – um piloto eficiente que partilha com Camilo o esquema técnico dos preparadores Andreas e Rodolpho Mattheis, pai e filho, respectivamente. O quinto posto é ocupado por Rubens Barrichello, 168 pontos, alguém que todos certamente respeitam e que está focado na disputa do campeonato, a ponto de ter ido às lágrimas quando seu carro quebrou na Corrida do Milhão, em Interlagos.

Em uma das temporadas mais competitivas da história da Stock Car, os atuais líderes procuram defender suas posições sabendo que cada volta na pista é vital para a campanha do campeonato. A alternância no pódio é uma constante e ser veloz nem sempre garante a supremacia. Thiago Camilo, por exemplo, soma quatro primeiros lugares, mas não é o líder. Daniel Serra só tem uma vitória, mas é o ponteiro da competição. Entre eles, Ricardo Maurício (3 vitórias), Rubens Barrichello (3) e Julio Campos (1), também são campeões em potencial. E há mais: o sexto colocado Felipe Fraga ensaia uma retomada nesta segunda metade de um campeonato no qual rotineiramente os 30 carros se inserem dentro do mesmo segundo no grid.

Neste cenário de competitividade extrema, a pista do Velopark receberá a Stock Car pela 16ª vez, tendo sediado corridas da categoria desde 2010. A rodada dupla terá largadas às 11h e 12h deste domingo. O evento também contará com a quinta rodada dupla da Stock Light, que terá corridas às 15h30 do sábado e 15h do domingo.

Confira algumas estatísticas da temporada e também da Stock no Velopark:

Maiores vencedores em 2018
1. Thiago Camilo, 4 vitórias
2. Ricardo Maurício e Rubens Barrichello, 3
3. Daniel Serra e Julio Campos, 1

Vitórias no Velopark
1. Daniel Serra, 5
2. Cacá Bueno, 3
3. Ricardo Maurício, 2
4. Átila Abreu, Galid Osman, Max Wilson, Diego Nunes, Thiago Camilo e Felipe Fraga, 1

Poles no Velopark
1. Cacá Bueno, 6
2. Thiago Camilo, 2
3. Valdeno Brito, Julio Campos e Marcos Gomes 1

Pódios no Velopark
1. Daniel Serra e Ricardo Mauricio, 7
2. Cacá Bueno, 6
3. Julio Campos e Marcos Gomes, 5
4. Átila Abreu, 4
5. Max Wilson, Thiago Camilo e Valdeno Brito, 2
6. David Muffato, Popó Bueno, Galid Osman, Allam Khodair, Diego Nunes, Felipe Fraga, Ricardo Zonta e Rubens Barrichello, 1

Classificação do Campeonato 2019 da Stock Car

1. Daniel Serra, 212 pontos
2. Ricardo Mauricio, 205
3. Thiago Camilo, 185
4. Julio Campos, 180
5. Rubens Barrichello, 168
6. Felipe Fraga, 137
7. Gabriel Casagrande, 125
8. Max Wilson, 122
9. Cacá Bueno, 117
10. Marcos Gomes, 115
11. Nelsinho Piquet, 99
12. Bruno Baptista, 91
13. Galid Osman, 91
14. Ricardo Zonta, 82
15. Diego Nunes, 82
16. Gaetano Di Mauro, 75
17. Atila Abreu, 74
18. Allam Khodair, 65
19. Denis Navarro, 62
20. Valdeno Brito, 61
21. Lucas Foresti, 60
22 .Cesar Ramos, 47
23. Rafael Suzuki, 46
24. Guga Lima, 41
25. Pedro Cardoso, 34
26. Marcel Coletta, 33
27. Bia Figueiredo, 32
28. Felipe Lapenna, 27
29. Agustin Canapino, 10
30. Vitor Baptista, 7
31. Raphael Reis, 3

Notícias

Página inicial