Motor On Line
Notícias-

Shell Racing brilha com vitórias no kart e pódio no Alemão de Fórmula 4
Reportagem: Luis Ferrari
Foto: Divulgação
Lucas Staico domina no kart, Gianluca Petecof volta ao pódio em Hockeheim e Diego Ramos sofre quebra enquanto liderava na Stock Light.

A Academia Shell Racing teve seus representantes em ação na pista pela Copa SP Light de kart, Alemão de Fórmula 4 e Stock Light, e terminou o fim de semana com resultados bastante positivos, com direito a vitórias e pódios.

Na sétima etapa da Copa SP Light de kart, em Interlagos, a maior patrocinadora do esporte a motor brasileiro obteve triunfou duas vezes com Lucas Staico. Gabriel Crepaldi obteve um segundo lugar e Aurélia Nobels alcançou o top 10 nas duas provas.

Competindo na categoria Júnior, Lucas Staico partiu da segunda posição para a disputa da primeira bateria do dia. Após manter a posição por duas voltas, o piloto do kart #11 assumiu a ponta da corrida no terceiro giro. Na frente do pelotão, o competidor mineiro fez por diversas vezes a volta mais rápida da corrida, abriu uma vantagem confortável e venceu a primeira prova do dia.

Como o regulamento prevê a inversão das cinco primeiras posições para formação do grid da segunda corrida, Lucas partiu da quinta colocação e fechou a primeira volta em terceiro lugar. Na segunda passagem, ele já aparecia em segundo lugar, colado no líder da prova. Com um ótimo ritmo, o piloto da Academia Shell assumiu a liderança na terceira volta. Repetindo a estratégia da primeira corrida, o competidor de 14 anos de idade, fez novamente volta mais rápida seguida de volta mais rápida até abrir mais de três segundos de diferença para o segundo colocado. Na parte final da prova, Staico apenas administrou a grande vantagem e venceu mais uma vez.

Pela divisão Graduados, Gabriel Crepaldi largou em quarto e manteve a posição. Na segunda volta, o piloto de Birigui fez boa manobra e assumiu o terceiro lugar. Após boa disputa, Crepaldi sobe mais uma posição e aparece em segundo na volta número sete. Nos giros seguintes, o piloto do kart #137 fez por duas vezes a volta mais rápida da prova, mas não conseguiu a ultrapassagem e terminou a primeira bateria em segundo lugar.

Na disputa seguinte, o competidor da Academia Shell não fez boa largada e caiu de quarto para quinto posto. Na parte inicial da prova, mesmo mantendo-se sempre próximo ao pelotão da frente, Crepaldi não teve nenhuma oportunidade real de ultrapassagem. Nas voltas finais, Gabriel apertou ainda mais o ritmo se aproximando do seu adversário, mas finalizou a prova na quinta posição.

Após alinhar o kart # 107 na 20ª posição para a disputa da primeira corrida da classe Júnior Menor, Aurélia fez grande largada e fechou a primeira volta em 13º, ganhando sete posições. Dois giros mais tarde, Nobels fez bonita ultrapassagem e assumiu o 12º posto. Na metade final da prova, a primeira mulher da Academia Shell conseguiu ultrapassar mais alguns adversários para fechar a boa corrida de recuperação em nono lugar.

Na segunda prova do dia, Aurélia partiu da nona posição e fechou a primeira volta em sétimo lugar. Na quarta passagem, Aurélia fez boa ultrapassagem para assumir o sexto posto. Após assumir o quinto lugar, a competidora do kart #107 foi tocada por um adversário e acabou caindo para o decimo. Nas voltas finais, Aurélia recuperou duas posições e finalizou novamente entre os 10 primeiros colocados.

Gianluca sobe no Alemão de F4

Representante da Academia Shell Racing no Alemão de Fórmula 4, Gianluca Petecof começou o fim de semana de Hockenheim com uma bela corrida de recuperação no sábado: depois de largar no fim do pelotão, o integrante da Academia da Ferrari galgou posições e cruzou a linha de chegada em sexto.

Neste domingo, Petecof largou em quarto na segunda corrida e, já nos primeiros metros, saltou para o segundo lugar. Com tranquilidade, o brasileiro manteve a posição durante toda a corrida. Foi o quarto pódio do piloto brasileiro na temporada do Alemão de F4.

Na terceira prova, Gianluca largou em sétimo, com a regra do grid invertido em relação à prova 2, mas acabou encaixotado na segunda curva e foi envolvido num contato, o que lhe fez cair para as últimas colocações.

Com a entrada do safety car, Petecof conseguiu alcançar o pelotão e, com uma atuação combativa, saltou de 17º para oitavo ao longo da prova e marcou pontos importantes que o levaram à quinta colocação na classificação geral do campeonato.

Daqui a duas semanas Gianluca encerra sua participação no Alemão de Fórmula 4 com a rodada tripla no circuito de Sachsenring.

Projeto Ano 3

Formando Um Verdadeiro Campeão atráves do programa Lei de Incentivo da Secretária Especial do Esporte no processo 58000.011283/2018-32.

Diego Ramos fica a dez minutos da vitória na Light

Na Stock Light, o fim de semana foi de ótimo desempenho do novato Diego Ramos. Na primeira corrida do fim de semana no Velopark, o piloto da Academia Shell escalou o pelotão para terminar na décima colocação, o que lhe deu a pole position da prova de domingo pela regra do grid invertido - com problemas, o atual campeão Raphael Reis abandonou.

Na corrida de domingo, Diego largou com muita segurança da pole position e liderou com tranquilidade as primeiras voltas. Com acionamentos do botão de ultrapassagem poupados durante a prova anterior, Ramos vinha com uma estratégia confortável para liderar até o fim em busca da primeira vitória.

Enquanto isso, Raphael Reis fazia excelente corrida de recuperação vindo do fim do pelotão e, volta a volta, crescia na classificação da prova, seja com boas ultrapassagens, seja com incidentes envolvendo outros competidores.

Quando já tinha três segundos de vantagem na liderança, Ramos teve um problema na suspensão traseira e foi obrigado a abandonar a prova. Na mesma volta, Reis perdeu cinco posições após uma saída de pista no fim da reta dos boxes quando era o nono.

A próxima rodada dupla da Stock Light será disputada no dia 20 de outubro, em Cascavel (PR).

Este é um projeto incentivado pela Lei 1.924/92 - Estadual de Incentivo ao Esporte, da Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude – SEELJE, do Estado do Rio de Janeiro

O que eles disseram:

“Fomos segundo na tomada de tempo. Consegui ir para primeiro já na largada e imprimi um forte ritmo para vencer. Na segunda bateria, larguei em quinto e assumi a liderança logo no começo. Fiz algumas voltas rápidas e ganhei de novo. Quero agradecer a todos da equipe pelo ótimo trabalho. Estou muito feliz.”

Lucas Staico

“Ficamos em quarto na tomada de tempo da primeira corrida. Mantive a posição após a largada e vim crescendo na prova. Ultrapassei alguns adversários e me mantive boa parte da prova em segundo lugar. O líder já tinha boa distância e acabei sendo o segundo mesmo. A temperatura para a segunda prova caiu muito e isso atrapalhou a gente. Cai para quinto na largada e não consegui evoluir. Não conseguimos o resultado que esperávamos na segunda prova, mas está bom. Fomos rápidos na primeira corrida, consegui fazer a melhor volta e conquistei o melhor resultado do ano. Quero agradecer a todos da minha equipe, ao meu mecânico e a Shell por todo o apoio”.

Gabriel Crepaldi

“Na primeira bateria eu larguei do 20° lugar. Fiz algumas ultrapassagens e já na quinta volta eu estava em decimo. No fim da prova, ultrapassei mais um piloto e com isso cheguei em nono. Na segunda bateria larguei em nono. Estava muito rápida, chegando nos pilotos da frente, mas um piloto me ultrapassou e me jogou pra fora e perdi algumas posições, e com isso cheguei em oitavo. Estou muito feliz com o meu resultado. Foi minha melhor corrida do ano, foi um grande aprendizado e espero continuar assim, bora pra próxima.”

Aurélia Nobels

"Fim de semana difícil, mas de muita recuperação e pontos nas três corridas e um pódio, apesar de alguns problemas. Uma classificação ruim juntada com uma punição da corrida anterior nos colocaram em último no grid. Lutamos e chegamos em sexto. Tivemos uma ótima corrida 2, que foi o grande ponto do fim de semana, chegando em segundo. Na terceira corrida, largando de sétimo com o grid invertido, tive um contato na primeira volta e caí para último de novo, mas, mesmo com esse problema, ainda consegui lutar e chegar em oitavo. Consegui mais pontos e estou em quinto no campeonato, não longe do quarto. Vamos aproveitar a última etapa, em Sachsenring, uma pista que eu não conheço, para tentar o máximo de pontos e troféus para quem sabe terminar em terceiro no campeonato."

Gianluca Petecof

"Começar o fim de semana largando de último e até o meio da segunda corrida em primeiro lugar, seria perfeito. Estávamos com o carro muito equilibrado, muito bom. Consegui economizar push na corrida 1 para poder acionar em todas as voltas na corrida 2, mas é frustrante. Em corrida precisamos aprender com os erros, e aprender com tudo para sempre evoluir, e estamos evoluindo desde a primeira etapa. Essa corrida foi frustrante, mas vamos para a próxima. Em Cascavel vamos tentar um pódio ou até uma vitória."

Diego Ramos

Sobre a Raízen:

A Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 26 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2,0 bilhões de litros de etanol por ano, 4,2 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 66 bases de abastecimento em aeroportos, 67 terminais de distribuição de combustível e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 6.000 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, a Fundação Raízen possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial