Motor On Line
Notícias-

Stock Car: troca de capôs / doação de órgãos
Reportagem: Luis Ferrari
Foto: José Mário Dias
Ação de conscientização em torno da doação de órgãos envolveu as equipes Prati-Donaduzzi e Shell V-Power.

Dois carros de equipes rivais, duas marcas de segmentos diferentes e dois adversários juntos na proposta de transmitir uma mensagem de valorização à vida.

A ação ‘Transplanted Cars’, criada pela agência Capim.AG para as equipes Prati-Donaduzzi e Shell V-Power, ganhou repercussão internacional nesta semana. O ex-piloto de Fórmula 1 Ricardo Zonta disputou a etapa do Velopark usando um capô diferente, nas cores da Prati-Donaduzzi; e Julio Campos levou em seu Stock Car a marca Shell.

A troca de peças entre os dois carros, criando um layout inusitado, chamou a atenção na transmissão de TV, reforçando a importância de falar sobre doação de órgãos.

O projeto exigiu um planejamento de mais de 6 meses das duas marcas, das equipes e dos pilotos envolvidos, incluindo a confecção dos capôs especiais.

A etapa do Velopark foi escolhida para a ação pela proximidade com o Dia Nacional da Doação de Órgãos, celebrado em 27 de setembro. No Brasil, mais de 30 mil pessoas aguardam na fila de transplantes e um único doador pode salvar ou melhorar mais de 20 vidas.

Para ser doador, basta informar aos familiares mais próximos, que poderão respeitar este desejo em caso de qualquer eventualidade.

Ficha Técnica

Marcas: Prati-Donaduzzi e Shell
Agência: Capim.AG
Diretores de Criação: Gustavo Bu Freitas e Marcelo Sacramento
Redator: Gustavo Bu Freitas
Diretor de Arte: Marcelo Sacramento
Planejamento: Vinicius Valero Pereira
Atendimento: Marcela Weirich
Produtora de Vídeo: Checkrel
Produtora de Áudio: Canja Audio Culture
Assessoria de Imprensa: Tiago Mendonça, Rafaella Malucelli e Luis Ferrari
Aprovação: Lucas Angnes (Prati-Donaduzzi) e Vicente Sfeir (Raízen / Shell)

Sobre a Raízen:

A Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 26 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2,0 bilhões de litros de etanol por ano, 4,2 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 66 bases de abastecimento em aeroportos, 67 terminais de distribuição de combustível e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 6.000 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, a Fundação Raízen possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial