Motor On Line
Notícias-

Shell vence com Átila e coloca Zonta em 3º no pódio na Porsche Cup
Reportagem: Luis Ferrari
Foto: Luca Bassani
Paranaense correu ao lado de Werner Neugebauer e chegou ao top3 após largar em sexto. Já Átila Abreu, que fez dupla com Leo Sanchez, venceu mais uma na categoria.

A Academia Shell Racing conquistou dois bons resultados na segunda etapa de Endurance da Porsche Cup. A dupla formada por Ricardo Zonta e Werner Neugebauer conseguiu ótima recuperação e fechou a corrida em terceiro lugar na categoria 4.0. Já Átila Abreu e Leo Sanchez venceram pela segunda vez consecutiva e lideram a classe 3.8. Vale lembrar que esta é a segunda vitória em sete dias do piloto sorocabano já que ele também venceu uma prova na etapa de Cascavel da Stock Car, no último domingo.

Coube a Werner Neugebauer iniciar a disputa do carro #1 na classe 4.0. Partindo da sexta colocação Werner fez uma largada cautelosa e caiu para a sétima posição. Na volta seguinte, o piloto do carro #1 reassumiu o sexto posto e permaneceu por lá até o término do primeiro stint.

No giro 19, Werner fez o primeiro pit stop obrigatório de seis minutos voltando à pista na 14ª posição. 10 voltas depois, Neugebauer fechava o top 10 e se aproximava do nono colocado. Na volta 39, Werner fez a segunda parada e entregou para Ricardo Zonta assumir o comando na décima posição.

Com um terceiro stint muito forte, Zonta recuperou muitas posições e ocupava a terceira posição quando fez o terceiro pit stop, restando 21 voltas para o fim da prova.

No último trecho, Zonta mantinha a pegada buscando a vitória. Porém, um problema no câmbio do carro acabou limitando sua performance. Mesmo assim o paranaense da maior patrocinadora do esporte a motor do brasil conseguiu levar o carro #1 para um bom terceiro lugar.

Leo Sanchez comandou o carro #15 na largada e caiu do segundo para o quarto posto na primeira volta da classe 3.8. Após retomar o segundo lugar, Sanchez segurou a posição por 15 voltas até ser superado por um concorrente e fechar o primeiro stint em terceiro lugar. Com um segundo trecho mais curto, Leo entregou o carro para Átila Abreu na volta 38, quando era o sexto colocado da sua classe.

Após a parada, Átila assumiu o comando do carro na nona colocação e iniciou uma corrida de recuperação. Em poucas voltas, o sorocabano já era o sexto colocado e se aproximava do top 5 na sua categoria. Oito voltas mais tarde, o piloto da Shell já liderava a classe 3.8, com boa vantagem para o segundo colocado.

Após o último pit stop, com as posições reestabelecidas, Átila apenas administrou a ótima vantagem para vencer a segunda prova consecutiva na Porsche além de conquistar a sua segunda vitória em sete dias.

A última etapa de Endurance da Porsche acontece em Interlagos, no mês de dezembro.

O que eles disseram:

“Estávamos indo muito bem, recuperando várias posições durante a corrida. Tive que cuidar do freio no começo da corrida, mas estava conseguindo chegar nos carros da frente. Mas quando sai do box teve o problema no câmbio que quase me fez rodar duas vezes. Aí acabei usando a quarta marcha nas curvas de segunda para conseguir terminar a prova em terceiro.”

Ricardo Zonta

“Foi legal, mas poderíamos ter um resultado melhor. Na última saída o Zonta teve um problema no câmbio que atrapalhou bastante. Temos que fazer as contas para ver como ficamos no campeonato, mas em São Paulo nós vamos para a vitória.

Werner Neugebauer

"Estou muito feliz, mais uma vitória, a segunda no campeonato. Só tenho a agradecer ao Leo, que fez um trabalho excepcional. A evolução dele na última etapa, em Portugal, já tinha sido gigante, aqui então, foi monsturosa. Ele fez toda a diferença para a trazermos o carro para a vitória. Com o trabalho dele, ficou bem mais fácil o meu trabalho de administrar. Quero agradecer à toda a equipe, aos mecânicos que fizeram uma estratégia dentro do controle, que propiciaram a luta pela vitória. A última etapa será a mais longa de todas, e vamos nos preparar."

Átila Abreu

"Com todos os ensinamentos que o Átila está me dando, eu tenho conseguido essa evolução. Conseguimos fazer uma corrida perfeita hoje. É um reconhecimento do nosso trabalho, e quero agradecer à nossa equipe, à minha família, e agora estamos como favoritos em Interlagos. "

Leo Sanchez

Sobre a Raízen:

A Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 26 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2,0 bilhões de litros de etanol por ano, 4,2 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 66 bases de abastecimento em aeroportos, 67 terminais de distribuição de combustível e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 6.000 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, a Fundação Raízen possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial