Motor On Line
Notícias-

Kart: Gabriel Paturle bate o recorde extra-oficial do Paladino
Reportagem: Flávio Quick / Fabíola Cadar
Foto: Flávio Quick
Quick Comunicação
Depois de grande atuação na primeira fase do Brasileiro de Kart, piloto de Belo Horizonte disputa a segunda fase do Campeonato pela classe Graduado.

Desde o último dia sete o piloto mineiro Gabriel Paturle (Micronic | Mini) está na cidade de Conde, na Paraíba, onde participa de um intenso cronograma de aditividades no Kartódromo Internacional Paladino.

Neste que está sendo apontado por especialistas como o melhor kartódromo do Brasil o piloto de 16 anos disputou a Copa Paladino. Na semana passada, a primeira fase do Brasileiro de Kart, pela classe Sudam e, nesta semana, disputará a segunda fase da principal competição da modalidade no país, porém, pela categoria Graduado.

A programação desta segunda fase do evento conta com uma extensa agenda que teve início na manhã de ontem, com dois treinos livres de 30 minutos. Hoje, quarta-feira, o cronograma foi repetido proporcionando assim que o piloto e seu time deixassem tudo pronto para as atividades de tomada de tempo e as quatro corridas que estão por vir.

Contando com o apoio exclusivo do técnico Anderson Silva, Paturle disputa as provas com um equipamento baseado nos chassis Mini e motores italianos IAME, preparados pela empresa DTR, do Rio Grande do Sul.

Já com total domínio do traçado, Paturle e Anderson optaram por fazer um trabalho nesta semana baseado na busca de detalhes. Seja nos chassis, pneus, motor ou carburador cada item está sendo estudado de forma a extrair o rendimento máximo no seletivo traçado de 1.280 metros.

O trabalho desta semana já começou a apresentar seus resultados e, no último treino livre, encerrado agora há pouco, o piloto de Belo Horizonte estabeleceu a marca de 50s471 garantindo, desta forma, o recorde oficial da pista do kartódromo nordestino.

"Não existe nada ganho, estamos em fase final do acerto do equipamento, mas com certeza finalizar o último treino como o mais rápido da pista me deixa ainda mais confiante na busca pela pole-position das corridas classificatórias que vem por aí" analisou o piloto de 16 anos.

Batida tirou Gabriel da disputa do título da primeira fase

Assim como está acontecendo nesta segunda fase, na semana passada, pela classe Sudam, Gabriel também esteve entre os mais rápidos da pista. Muito consistente em todas as atividades o piloto soube aproveitar ao máximo a situação de motores sorteados entre os concorrentes e trabalhou muito o acerto de chassis.

Deste modo, após as duas classificatórias e a Pré-Final, ele soube a exata fórmula de dosar potência e economizar os pneus para a última e decisiva corrida. A Final foi disputada no fim da manhã de sábado e, após boa largada, ele vinha em terceiro, pressionando o segundo colocado, quando de repente tomou um forte toque na traseira de seu kart que o tirou da pista e o fez abandonar a corrida.

"Não tem nem o que dizer da semana passada. Valia um prêmio de quase R$ 600 mil. Foi uma pena. Tínha a corrida toda planejada, meu kart era muito rápido e eu sabia que poderia brigar para ser campeão. Foi uma grande falta de sorte", resignou-se.

Notícias

Página inicial