Motor On Line
Notícias-

Kart: Gabriel Paturle foi o pole e um dos grandes destaques do Brasileiro
Reportagem: Flávio Quick / Fabíola Cadar
Foto: Flávio Quick
Quick Comunicação
Piloto de Belo Horizonte foi o mais veloz do Kartódromo Paladino e esteve próximo ao título.

A cidade de Conde, na Paraíba, se despediu no último sábado da maratona do 51º Brasileiro de Kart. 268 pilotos das cinco regiões do país buscaram o título do principal Campeonato do kartismo no Brasil. Competindo pela categoria Graduado, que reúne os principais nomes da modalidade, o mineiro Gabriel Paturle (Micronic | Mini) foi um dos grandes destaques do evento e esteve na briga direta pelo título.

Depois de ter competido pela categoria Sudam, na semana anterior, Paturle teve dois dias de descanso e voltou à pista com força total em busca do título na Graduado. Com o mesmo apoio do mecânico Anderson Silva e os motores da DTR Preparações, do Rio Grande do Sul, o piloto de 15 anos seguiu focado em buscar o seu primeiro título nacional.

Foi uma semana muito intensa, onde durante cinco dias Gabriel mostrou porque tem sido apontado com uma das novas feras do kartismo nacional. Com um chassis Mini muito bem acertado o piloto fez os quatro treinos livres da competição buscando, sempre, o ajuste ideal para a tomada de tempos. Na última sessão, com a marca de 50s471, ele estabeleceu o recorde extra-oficial da pista nordestina e seguiu confiante para a tomada. Nesta sessão, com o tempo de 50s700, Paturle garantiu a pole-position de sua categoria e colocou uma diferença de mais de dois décimos para o segundo colocado.

Na primeira classificatória, após largar da primeira posição, o piloto manteve-se sempre na briga pelos primeiros postos e recebeu a bandeirada no segundo lugar. Na segunda classificatória, após partir novamente do primeiro lugar, o piloto vinha cumprindo seu objetivo de se manter entre os primeiros, porém, em uma troca de posições acabou sendo jogado para fora da pista e perdeu várias posições, terminando apenas na 13ª posição.

Pela soma de resultados Paturle garantiu a sexta colocação no grid da Pré-Final. Após boa largada o piloto mineiro pulou para a quinta posição e não demorou muito para chegar à disputa direta pela liderança. Muito rápido, assim como aconteceu em toda a competição, ele passou a ser insistentemente bloqueado na pista por outro concorrente o que acabou ocasionando um toque. A corrida prosseguiu, porém, na última volta, Paturle recebeu uma bandeira preta na pista, o que indicava a sua desclassificação. O piloto, mesmo assim, terminou a prova no sexto lugar, porém, seu resultado foi excluído em virtude da desclassificação.

Indignado Paturle não apenas ficou fora da Pré-Final como, também, teve de largar da última posição da corrida Final. Concentrado o piloto fez seu papel na Final e, com cinco voltas completadas, já ocupava o décimo lugar quando, de repente, seu kart passou a perder rendimento e ele teve de abandonar a prova a 9 voltas para o fim.

"Estou muito triste acima de tudo. Fui muito rápido a semana inteira. Fiz duas classificatórias onde poupei o equipamento todo e, na Pré-Final, de forma completamente injusta e tomei uma bandeira preta na última volta sem nem entender o motivo. O kart à minha frente que estava fechando a porta na pista inteira e eu que acabei sendo punido. Não posso afirmar que eu seria o Campeão Brasileiro, mas, com certeza, eu estaria na briga até nas últimas voltas. Foi uma pena o que aconteceu e certamente meu sentimento é de total indignação", desabafou o piloto da Mini | Micronic.

Notícias

Página inicial